Home
/
Notícias
/
Francisco Beltrão
/
Via Tecnológica do Leite

Via Tecnológica do Leite

Publicado 10/23/2017, 10:55:52 AM, última modificação 10/23/2017, 11:00:45 AM
Alimentos promove 4º Encontro de Laticínios do Sudoeste e 2ª Mostra de Queijos

A UTFPR Francisco Beltrão promoveu dia 28 de junho o 4º Encontro de Laticínios do Sudoeste do Paraná e a 2ª Mostra Regional de Queijos, que segue até o dia dois de julho. O evento será restaurante do parque de exposições Jaime Canet Junior em Francisco Beltrão e faz parte da programação da Via Tecnológica do Leite. O público-alvo são laticinistas, técnicos, professores, acadêmicos e agroempreendedores.

Dentre as atividades e oficinas oferecidas estão a fabricação de queijo prato, desde o processamento, pontos críticos, tecnologias e defeitos. Haverá também a partir das 16h30 a 2ª Mostra Regional do Queijo com a participação de cerca de 20 laticínios com mais de 25 produtos diferenciados. A mostra de queijos segue até o dia dois de julho.

De acordo com o professor da UTFPR, João Marchi, o evento que é organizado pelos cursos de Tecnologia e Engenharia de Alimentos, e contou com o auxílio dos alunos do Programa de Educação Tutorial (PET-Alimentos) e bolsistas, tem como objetivos mostrar a diversidade dos produtos e a importância regional da área de laticínios e queijos. São parceiros UTFPR, SACCO do Brasil, AGENCIA, SEBRAE, Agroenge, e Via Tecnológica do Leite.

4º Encontro de Laticínios (Fonte: Jornal de Beltrão)

Pelo menos 70 pessoas assistiram as palestras do 4º Encontro de Laticínios do Sudoeste do Paraná, na tarde de quarta-feira (28) no restaurante no Parque de Exposições de Francisco Beltrão. O evento integrou a programação da Via Tecnológica do Leite. Técnicos da Sacco Brasil ministraram as palestras. A intenção do seminário é estimular a diversificação de produtos, com a opção de fabricação de queijos de maior valor agregado.

Hoje, no Brasil, 70% do consumo de queijo é de mussarela. "É um queijo fresco, que sai logo e não precisa curar", observa João Marchi, professor do curso de Engenharia de Alimentos da UTFPR e membro da comissão organizadora do Encontro de Laticínios. Entre os participantes, estudantes técnicos de empresas de laticínios e de órgãos públicos de assistência técnica, queijeiros e autoridades. Conforme João Marchi, o evento contou com representantes de 22 laticínios.

As palestras trataram da melhoria da qualidade dos queijos e o incentivo à produção de queijos Golda e Prato. João diz que estes dois produtos são da mesma classe dos queijos prensados e possuem valor agregado maior. "O caminho é agregar valor em queijos e especialidades. O Mussarela é uma commoditie e tem grande escala, mas no verão normalmente cai o preço. Se dá uma instabilidade nos preços, a empresa se obriga a baixar o valor do preço do leite ao produtor", diz João. O secretário estadual de Agricultura, Norberto Ortigara, aproveitou o intervalo, em que foi servido um coquetel, para parabenizar produtores rurais e os laticínios. Ele disse que o Sudoeste tem potencial para aumentar a produção e melhorar a qualidade do leite entregue às agroindústrias.

Os parceiros do evento foram a Agência de Desenvolvimento Regional, Sebrae, Secretaria de Estado da Agricultura e Abastecimento (Seab), Emater, UTFPR e Sacco Brasil.   No fim da tarde, a UFTPR promoveu a 2ª Mostra Regional de Queijos, com a exposição de produtos das agroindústrias do Sudoeste e a degustação de produtos.  Jucélio dos Santos Camargo, membro do Conselho de Desenvolvimento Rural de Coronel Domingos Soares, assistiu as palestras e gostou das informações. "Tá bom, bem interessante; não sou técnico, mas a gente sempre tenta passar mais informações pro pessoal da agricultura", disse.

Notícia de 29/06/2017