Home
/
Notícias
/
Últimas notícias
/
UTFPR aumenta número de cursos avaliados no Guia do Estadão

UTFPR aumenta número de cursos avaliados no Guia do Estadão

Publicado 10/27/2020, 11:28:02 PM, última modificação 10/31/2022, 9:49:04 AM

Pelo segundo ano consecutivo, o Estadão lançou o Guia da Faculdade. A publicação avalia a qualidade de cerca de 14 mil cursos superiores em todo o Brasil e nasceu de uma parceria realizada com a startup Quero Educação, no final de 2018. A metodologia utiliza a “‘avaliação por pares”, a qual colhe a opinião de milhares de professores que atuam no ensino superior brasileiro.

Dois cursos da UTFPR ficaram com cinco estrelas e 50 com quatro estrelas

Neste ano, a UTFPR foi avaliada e recebeu a nota máxima de cinco estrelas em dois cursos: Engenharia de Controle e Automoção e Engenharia Eletrônica (Câmpus Curitiba). Além deles, a Universidade obteve 50 cursos avaliados com quatro estrelas e outros 13 cursos receberam três estrelas. Três cursos não foram estrelados (nota menor que 2,5) e 31 não foram avaliados. Caso um curso não receba pelo menos quatro notas dos avaliadores, ele é considerado como “sem nota” na avaliação, o que foi relatado em nove cursos da instituição.

A evolução do crescente número de novas avaliações dos cursos da UTFPR pode ser observada com relação ao desempenho de 2019. Naquele ano a instituição obteve três cursos com cinco estrelas, mas apenas 38 com quatro estrelas e nove com três. Além disso, o número de cursos não avaliados e sem notas era maior com 37 e 16, respectivamente.

Os critérios de avaliação são feitos em cursos com titulação de bacharelado ou licenciatura e que já tenham pelo menos uma turma de alunos formados. Se a mesma instituição oferece o mesmo curso em várias cidades, cada um deles recebe uma nota específica.

Os avaliadores são acionados para dar notas aos cursos das suas áreas de formação e de instituições prioritariamente localizadas na mesma região na qual trabalham. Eles avaliam três conceitos com notas de 1 a 5 para cada: qualidade do projeto pedagógico, qualidade do corpo docente e qualidade da infraestrutura. Cada curso é distribuído para a avaliação de seis professores.

O resultado numérico final é transformado em estrelas: entre 5 e 4,50 – 5 estrelas; menor que 4,50 a 3,50 – 4 estrelas; menor que 3,50 a 2,50 – 3 estrelas; e menor que 2,50 – não estrelado.

Entre os cursos que atingiram o conceito máximo de 5 estrelas no Guia da Faculdade 2020, 87% pertencem às escolas públicas.

Reportar erro