Home
/
Notícias
/
Londrina
/
Premiação

Premiação

Publicado 6/28/2023, 7:53:44 PM, última modificação 6/29/2023, 2:09:00 PM
Empresa de Egressos do Curso de Engenharia Ambiental é premiada no maior evento de Inovação e Gestão Empresarial do Brasil

Empreender e conseguir inovar em serviços e produtos de forma sustentável, ainda pode ser um grande desafio para muitos empresários. Mas para os egressos Isabella Yumi Mori, de 29 anos, e João Paulo Moraes Ribeiro, de 31 anos, se tornou além de um grande negócio, uma expressiva missão pouco tempo depois de se tornarem Engenheiro Ambientais pelo UTFPR Londrina. A Ariadne Batista Gonçalves, que se graduou na mesma área, também faz parte do time da empresa “Plante1papel”, que acaba de ser premiada no maior evento de inovação e gestão empresarial do Brasil, o “Viasoft Connect 2023”, realizado entre os dias 21 e 23 de junho, em Curitiba.

Entre 351 empresas inscritas nas categorias Varejo, Indústria, Serviços e Cooperativas, a empresa produtora de Papel Reciclado com Sementes em sua composição, ficou classificada entre as 50 finalistas, das quais 10 eram indústrias, assim como a “Plante1papel”,  que após votação popular, ficou entre as quatro empresas reconhecidas com o “Prêmio Empresa Inspiradora”, tendo para isso sido avaliadas a partir de iniciativas que favorecem a inovação mediante a cultura organizacional, seus processos, suas estratégias de marketing e produtos.

Os sócios Isabella e João receberam o prêmio com os sentimentos pautados em um misto de surpresa, alegria e satisfação, já que deram início as atividades a apenas três anos, em 2020. “Este prêmio, diz muito sobre nós, pois, além do produto, buscamos promover por meio de palestras, oficinas e conteúdo nas redes sociais, um olhar mais sustentável das pessoas e das empresas para os resíduos sólidos” salienta Isabella. João complementa sua sócia destacando que o fato da empresa deles ser nova e ainda ter ficado no páreo junto a empresas de grande porte e já consolidadas, ratifica que eles foram muito felizes em terem escolhido os caminhos da sustentabilidade e da inovação. “Este prêmio também mostra que o futuro verde está cada vez mais próximo!”, celebra.

Os Engenheiros empreendedores contam que no início do negócio os produtos oferecidos por eles eram consubstanciados em projetos que agregavam soluções biológicas envolvendo microrganismos eficientes e enzimas para tratamentos de efluentes, compostagem e conforto ambiental. E com a chegada da pandemia no ano da implantação da empresa, eles foram impulsionados a desenvolver uma nova atividade a partir de uma demanda interna. Tiveram a ideia de  produzir etiquetas e cartões plantáveis, inicialmente, para consumo próprio, já que para adquirir esses produtos externamente, o frete era muito alto e as quantidades mínimas também. Entretanto, depois de terem feito um post que viralizou no Tiktok sobre os produtos, os jovens empresários foram surpreendidos com pedidos de venda, e mesmo não estando 100% pronto o produto, logo lançaram o “plante1papel”, que hoje é o carro-chefe da empresa, com produção mensal de cerca de 8 mil folhas, as quais tem sido enviadas para todo o Brasil.

Ao falar sobre a sua formação e experiências obtidas na UTFPR, Isabella lembra que o primeiro contato dela com o papel semente foi em um congresso, durante a graduação, em 2014, no qual os crachás de identificação eram de papel semente. Além desta inspiração, a Engenheira Ambiental destaca que as disciplinas de Resíduos Sólidos, de Empreendedorismo e Gestão empresarial e sua integração na Empresa Júnior do curso (GaiaJr), foram os principais pilares capacitadores para um bom entendimento da problemática de resíduos sólidos e a necessidade de novos produtos e tecnologias que minimizem esses problemas. No âmbito da gestão, entre outros conteúdos, puderam aprender na teoria e na pratica a dinâmica de funcionamento de uma empresa, bem como a elaboração de planos de negócio e de ação, viabilizando a captação de clientes e o andamento de projetos. “Recebemos apoio dos nossos Professores até hoje. Temos contato com muitos deles e sabemos que eles nos acompanham e torcem por nós. É um privilégio e uma alegria muito grande ter se formando na UTFPR”, comemora.

Aos futuros engenheiros que ainda se formarão na Instituição, os ex-alunos fizeram questão de deixar um conselho, para que, assim como eles, possam se tornar profissionais que fazem a diferença no mercado de trabalho e no setor produtivo. “Aproveitem, ao máximo, todas as oportunidades que a Universidade oferece: programas de extensão, iniciação científica, empresa júnior, congressos e palestras, atividades extracurriculares, esportes, e tudo mais que agrega ao desenvolvimento pessoal e humano. Além de experiência, todas essas atividades irão nortear as vossas escolhas em relação aos caminhos que deverão trilhar na engenharia”, concluem.

Reportar erro