Extensão

Publicado 6/2/2023, 1:22:20 PM, última modificação 6/2/2023, 1:46:28 PM
Novo Projeto de Extensão da UTFPR-PB, Amigos das Abelhas sem Ferrão, promove exposição de caixas didáticas com colônias de abelhas no pátio da universidade e visa levar a ideia para as escolas

Exposição do Projeto Amigos das Abelhas sem Ferrão no pátio da UTFPR-PB

No dia 26 de maio, à tarde, no pátio entre os blocos M e N, o Projeto de Extensão Amigos das Abelhas sem Ferrão realizou sua apresentação oficial à comunidade acadêmica da UTFPR-PB por meio de uma exposição de caixas didáticas com colônias de Abelhas sem Ferrão, capturadas em ninhos/iscas instalados na universidade, proporcionando uma experiência única para os presentes.

O projeto iniciou neste ano, 2023, e os colaboradores do projeto (professores, técnico-administrativos e acadêmicos) têm se reunido em encontros e oficinas para o compartilhamento de experiências e a troca de conhecimentos.

Foram promovidas várias oficinas: oficina de confecção de ninhos/iscas, ministrada por Vitor Baldin e Fabio de Freitas Lima; oficina de transferência de ninho/isca para caixa definitiva, ministrada por Renato Luis Carpenedo; e oficina sobre a alimentação artificial para manutenção das colônias em fase de desenvolvimento, por Vitor Baldin.

Novas oficinas estão sendo planejadas, abordando temas sugeridos pelos colaboradores, para proporcionar oportunidades de aprofundar conhecimentos sobre o mundo das Abelhas sem Ferrão (ASF).

De acordo com o coordenador do projeto, professor Fabio de Freitas Lima, do Departamento Acadêmico de Mecânica (DAMEC), essa iniciativa voltada ao meio ambiente, visa, além dessa preparação inicial dos colaboradores, levar o mundo das ASF para dentro das escolas, disseminar o conhecimento sobre elas entre as crianças e os jovens, mostrar como cuidar e protegê-las, e promover educação ambiental e sustentabilidade.

Em breve, as caixas didáticas com Abelhas sem Ferrão serão levadas até as escolas. Inicialmente, os primeiros apoiadores são o Remanso da Pedreira e a Fundabem. Nesta primeira etapa, os alunos terão a incrível oportunidade de ver as abelhas trabalhando e conhecer o interior de uma colmeia. Após, em uma segunda etapa do projeto, prevista para setembro, serão feitas doações de colmeias para as escolas interessadas em adotar essas amigas.

O projeto conta com colaboradores entusiasmados, como a professora aposentada e voluntária Ana Cristina Silveira Lima, que explica que, além da conscientização da importância das abelhas para a polinização, o projeto visa despertar o interesse pela criação de abelhas sem ferrão em áreas urbanas e incentivar o cultivo de plantas para atrair e alimentar as abelhas.

Vitor Baldin, laboratorista do DAMEC, relata que já tinha contato com a criação de abelhas e está feliz em participar do projeto, pois aprendeu muito nos últimos meses. Ele destaca como o trabalho com as abelhas contribui não apenas com questões ambientais, mas também traz muita satisfação em sua vida pessoal.

Os estudantes também compartilham seu entusiasmo. Fernanda Abreu Rocha, acadêmica de Engenharia Mecânica, ressalta a importância do projeto para as atividades extracurriculares e o quanto aprendeu nas oficinas, desde a construção de iscas para captura das abelhas até o conhecimento sobre o comportamento, alimentação e desenvolvimento de cada espécie em sua colônia. O projeto é extremamente interessante e prazeroso, com muito a agregar à sociedade.

Samuel Silva Paulo, acadêmico de Engenharia Mecânica, relata que participar do projeto é uma experiência incrível: “pude compreender a importância dessas abelhas para a nossa biodiversidade e a polinização das plantas. Aprendi sobre as diferentes espécies de Abelhas sem Ferrão, seus habitats e os desafios que enfrentam atualmente, como a perda de habitat pelo uso excessivo de pesticidas. Foi fascinante descobrir como essas pequenas criaturas desempenham um papel crucial na reprodução de plantas e na manutenção do equilíbrio dos ecossistemas”.

O projeto irá manter atividades de aprimoramento constante e está aberto à participação de novos colaboradores da comunidade interna e externa. Para mais informações sobre este  projeto de extensão entre em contato com o coordenador do projeto (COEME – fabiol@utfpr.edu.br).