Challange Day

Publicado 9/25/2023, 4:04:35 PM, última modificação 9/26/2023, 3:51:20 PM
Marcou o encerramento da Semana de Inovação e Empreendedorismo com atividades como desafios e mentorias.

O Challange Day marcou o encerramento da Semana de Inovação e Empreendedorismo (INOVAWEEK) realizada no Campus Ponta Grossa, da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR). Na sexta-feira (22), como o próprio nome sugere os participantes foram desafiados a apresentar soluções para a o mercado.

 As atividades do último dia da Inovaweek inciaram com a abertura do Desafio Maker e apresentação das atividades a serem desenvolvidas. Dividos em grupos o participantes tiveram metorias com apresentação da metologia. Na sequencia os grupos puderam trabalhar na solução dos desafios e foram premiados, após a realização dos pitch de soluções. 

A Diretora de Relações Empresariais e Comunitárias, Sabrina Ávila Rodrigues, diz que a inovaweek consolida um trabalho que vem sendo feito para sensibilizar sobre o tema empreendedorismo e inovação. Parabenizando todos os envolvidos na organização do evento, ela destacou que mesmo estando presente durante a graduação essa temática não recebe a abordagem necessária, merecendo  atenção extraclasse, lembrando que essa sensibilização é muito importante porque tanto inovação como empreendedorismo estão atreladas ao cotidiano da atividade profissional. 

Para o Assessor de Relações Empresariais e Comunitárias, Joaquim de Mira Junior, e organizador do evento foram dias de um aprendizado enorme. Ele conta que promover a Inovaweek foi um grande desafio, mas lembra que as dificuldades foram vencidas com o apoio dos parceiros que apoiavam e ajudaram a construir o evento. Mesmo diante de todos os desafios destacou que foi gratificante realizar essa atividade, afirmando que nem tudo aconteceu como planejado, mas num balanço final fica a certeza do dever cumprido, amparados pelos vários feedbacks positivos, porém comenta que a comissão organizadora esperava uma maior participação de alunos e professores do Campus Ponta Grossa, o que segundo ele acabou não ocorrendo. “Nós precisamos mudar essa mentalidade e começar a encarrar esses eventos e essas atividades como uma forma de agregar, uma oportunidade para aprender coisas diferentes do que os acadêmicos aprendem em uma sala de aula”, analisa.  

 Gil Anderson Rodrigues, Gestor da Incubadora de Inovações e um dos organizadores da Inovaweek, lembrou toda a preparação necessária para conduzir um evento tão expressivo, a começar pelo período de duração, destacando todo o trabalho para garantir a presença de grandes nomes do cenário do empreendedorismo. Ele também salientou a baixa adesão de alunos e professores do campus, mas acredita que aqueles que participaram tiveram sua vivência acadêmica transformada em função das atividades que foram desenvolvidas ao longo da semana.

O Challange Day contou com um ciclo de palestras de peso. Cezar Tourion, da Founder e Chief Strategy Officer (CSO), falou sobre Inteligência Artificial, fazendo uma distinção entres mitos e realidade.  Depois foi a vez do professor Afonso, da Unicesumar, que numa conversa descontraída trouxe um conteúdo sobre a importância da comunicação para atingir o público de forma assertiva, com o tema “Na real vendendo no Virtual”.

 Vilmar Szigle e João Miyoshi, da XP Center, falaram sobre “Empreendedorismo e investimento”. Encerrando o ciclo de palestras, Claudio Navarro, da Navarro Projetos e Treinamentos, apresentou a fala sobre “Inovação mais simples do que imagina”. Durante todo o dia foi realizada também a Feira de Inovação, com exposições e mostras de projetos e equipes de competições.

Para Sabrina Ávila o evento cumpriu seu papel ao promover conexões que serão duradouras. Ela diz que o Inovaweek veio para ficar e que será novamente relizado no próximo ano. “Os alunos que vieram, os professores que vieram e que puderam ter um gostinho do que foi, que multipliquem esse conhecimento, que multipliquem essa informação para que no próximo, seja possível trazer mais público interno para participar desse evento. Apesar de todo esforço para comunicação, tivemos uma baixa participação de professores e estudantes(...). Um evento que é gratuito, dentro da universidade e que abordou temas diversos. Precisamos multiplicar esse conhecimento, para no próximo ter mais pessoas”, comenta.

Um dos objetivos do evento foi promover o network, proporcionado aos participantes maior aproximação com mundo do empreendedorismo, salienta Mira, que afirma que essas redes e conexões são extremamente importantes para o mundo do trabalho. “Nós plantamos uma semente, estamos quebrando barreiras, estamos malhando em ferro frio, mas uma hora esse ferro esquenta e vamos conseguir moldar ele. O importante é isso, nos plantamos essa semente, se continuar sendo regada, uma hora ela vai dar fruto”, conclui.