Home
/
Notícias
/
Ponta Grossa
/
“Ciência & Ação” apresenta o Projeto Nebbia.

“Ciência & Ação” apresenta o Projeto Nebbia.

Publicado 5/17/2024, 2:37:54 PM, última modificação 5/17/2024, 2:45:20 PM
Nova série de reportagens da ASCOM-PG fala sobre o desenvolvimento de equipamento que ao gerar uma névoa seca em alta vazão pode umidificar o ar ou sanitizar grandes ambientes.

O projeto Nebbia foi elaborado no Campus Ponta Grossa, da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR). A ideia surgiu durante a pandemia da COVID 19, quando uma empresa de transportes da cidade entrou em contato com a Universidade. Eles propuseram uma parceria com o objetivo de desenvolver um equipamento, capaz de transformar um saneante em névoa seca para higienizar de forma mais rápida os ambientes e com menos custos.

A partir desta demanda, foi criada uma equipe para desenvolver o equipamento. Atuam neste projeto o professor coordenador Frederic Conrad Janzen; Héliza Dalla Costa, engenheira de bioprocessos e biotecnologia; Gustavo Costa Bezerra, engenheiro elétrico; Paulo Eduardo Monteiro, engenheiro elétrico e Gustavo Trudes, engenheiro elétrico. O professor Janzen conta que o processo de criação do aparelho foi feito pelos egressos do campus.

Janzen explica que os primeiros protótipos foram financiados pela empresa de transportes. Após a entrega do aparelho, a equipe percebeu que isso não era uma demanda exclusiva desta empresa. “Vimos que o equipamento poderia funcionar em hospitais, higienizando de maneira rápida os leitos e nas clínicas odontológicas, por exemplo. Assim surgiu a ideia de montar a Start-up com esse projeto.” diz.

Como funciona?

O equipamento possui uma câmara de ressonância, que faz o saneante vibrar em determinada frequência, assim atomiza as partículas do líquido. Através do bico atomizador as partículas do saneante são liberadas no formato de névoa seca. Esta névoa que é liberada forma uma película fina. “A ideia não é encharcar o ambiente, mas sim formar essa película fina na superfície.” explica Janzen.

O professor ainda conta que foram realizados testes para a aplicação do aparelho. Dentre os saneantes testados, um deles contém partículas de nanoprata. Esse elemento pode ser um grande diferencial, uma vez que além de formar essa película fina, apresenta memória residual do saneante, agindo por sete dias na superfície.

Boa notícia

O projeto Nebbia é daquelas boas notícias que a ciência traz para o cotidiano da sociedade. Ele demonstra claramente um dos principais papéis da acadêmia, que além de formar profissionais de excelência para o mercado de trabalho, deve contribuir com a solução de problemas e demandas sociais.

Apresentando-se como uma solução eficiente para sanitizar ambientes, o projeto foi escolhido para representar nosso campus em uma iniciativa da RPC Ponta Grossa, que durante todo o mês de maio apresenta o quadro “Notícia Boa”. Para conferir a integra da reportagem clique aqui.

Mas o Nebbia não está sozinho. Existem muitos projetos importantes sendo desenvolvidos no Campus Ponta Grossa. Por isso, com essa publicação inauguramos uma nova série de reportagens da ASCOM-PG. Através da série Ciência & Ação vamos trazer várias novidades sobre pesquisas desenvolvidas em nossa universidade e como elas tocam a nossa cidade, nossa região e a sociedade de modo geral.

Reportar erro