Home
/
Notícias
/
Ponta Grossa
/
Debate e Cultura

Debate e Cultura

Publicado 11/24/2022, 9:59:54 AM, última modificação 11/24/2022, 11:39:46 AM
Atividades da Semana da Consciência Negra propõe o debate sobre o tema no mês de novembro.

A Semana da Consciência Negra organizada pela Comissão da Consciência Negra, da UTFPR Campus Ponta Grossa busca resgatar a importância do tema através do envolvimento de toda a comunidade acadêmica. A Exposição sobre Personalidades da Consciência Negra marcou o início das atividades que propõe o debate sobre o tema no mês de novembro. A mostra está aberta para visitação até a próxima segunda-feira (5) no prédio da biblioteca da UTFPR Campus Ponta Grossa. 

Segundo os organizadores as atividades da Consciência Negra ocorrem no campus desde 2011, correspondendo aos anseios da sociedade em refletir sobre a temática e ao que preconiza a lei federal n. 10.639, que instituiu a obrigatoriedade do ensino de História da África e da Cultura Afro-Brasileira e Africana nos estabelecimentos de ensino.

A programação contou na segunda feira (21), com a presença do Prof. Dr. Igor da Costa, do curso de Direito da UEPG, que falou sobre o Racismo estrutural no Brasil. O palestrante explicou como a construção da sociedade baseada pela questão racial cria estruturas que dão as pessoas um lugar em função da cor. “As pessoas negras vão ficando sempre com as piores posições, às margens” enfatizou. 

Costa fez um percurso histórico para chegar ao dias atuais, destacando  como essa estruturação social gera uma sub-repesentação em todos as esferas da vida social, o que inclui as universidades e os órgãos de poder e decisão. O estudioso concorda que houve mudanças positivas nos últimos anos, citando com exemplo a lei de costas, mas enfatiza que o acesso da pessoa negra à universidade ainda é tímido, se comparado com a população total. “Ainda tem muita coisa que precisa mudar. O debate racial nem deveria ser uma questão. Ele não deveria existir, mas enquanto o ideal de sociedade não acontece é importante que ainda seja um tema e ocorra o debate”, afirma. 

A exibição do vídeo e banners sobre a vida da Dona Ivone Lara, foi aberta ao público, na terça-feira (22), no corredor da entrada do bloco C.   Poetisa, compositora, trabalhadora da área da Saúde, Ivone teve uma atuação ímpar na desconstrução dos preconceitos estruturais na nossa sociedade. A mostra itinerante ficará exposta ao público até a próxima segunda-feira (28), quando seguirá para a UTFPR Campus Guarapuava. 

Os organizadores lembram a importância da participação de toda comunidade acadêmica, destacando a necessidade de conhecer aspectos da história, para ampliar a construção de uma consciência cidadã.