Novos ares

Publicado 5/4/2020, 12:15:51 PM, última modificação 11/7/2022, 11:25:46 AM
UTFPR e DAF formam parceria para produção de ventiladores mecânicos hospitalares de baixo custo

Com uma equipe de pesquisadores da UTFPR Câmpus Ponta Grossa e um motor para limpador de para-brisa, doado pela DAF Caminhões, foi criado o projeto batizado de AIR (Aparelho de Interface Respiratória), um ventilador mecânico com baixo custo-médio de produção, quando comparado aos modelos comerciais. O projeto iniciou no dia 02 de abril de 2020, e no último dia 28 já apresentou seu primeiro protótipo funcional.                                                                                                                                       

O desafio para construção destes respiradores partiu da DAF Caminhões, que entrou em contato com os docentes da universidade e apenas 26 dias após o início dos trabalhos, o primeiro modelo foi exposto a um pequeno grupo de convidados, entre eles pesquisadores, representantes públicos, políticos e da área da saúde municipal, além de alguns empresários da região. O primeiro protótipo, chamado de AIR One foi apresentado, no auditório da DAF Paccar, pelos professores Joaquim de Mira e Frederic Conrad Janzen. 

Durante a demonstração os responsáveis pela criação do novo equipamento destacaram como ele poderia colaborar com possíveis pacientes com síndromes respiratórias e casos específicos de COVID-19 da região, servindo também de base para outras criações no mundo. O grupo que produziu este equipamento foi reunido a partir dos integrantes do COLLAB (Laboratório Colaborativo) para esta demanda específica e seu trabalho pode ser acompanhado através das redes sociais digitais do laboratório. Fazem parte do projeto de desenvolvimento do AIR:

  • Quatro estudantes de Engenharia Elétrica (Jakson Lohan Bittencourt, Henrique Nazario Rocha, Pedro Felipe Dell Anhol, Fernando Nathan Schemberger de Almeida);

  • Um aluno de Engenharia Mecânica (Marcelo Augusto Alves Pinto)

  • Um acadêmico de Ciências da Computação (Willian da Silva Freitas); 

  • Dois professores, Joaquim de Mira Jr. (coordenador do projeto) e Frederic Conrad Janzen, ambos do Departamento Acadêmico de Eletrônica - DAELE

De acordo com o professor de Mira, “todos os membros da equipe aceitaram a proposta de imediato e se juntaram a causa, com uma única motivação: ajudar ao próximo e fazer o bem, num momento difícil de pandemia”. Como explica o docente e coordenador do projeto, foram necessários conhecimentos de várias áreas para esta construção, por isso “A essa equipe se juntou Paula Motta dos Santos, uma fisioterapeuta, especialista em terapia intensiva e fisioterapia respiratória, que nos assessorou na parte clínica/hospitalar que envolve o conceito, requisitos, funcionamento e operação de ventiladores mecânicos”.

Na próxima fase serão construídos mais protótipos, para realização de testes (eletroeletrônicos, mecânicos, clínicos, etc.) e validação clínica, para posterior homologação pelos órgãos e autoridades competentes. Após a conclusão dessa etapa será iniciada a produção dos ventiladores mecânicos.

Na apresentação do protótipo AIR One, foi aberta para a comunidade a possibilidade de contribuir com o projeto. Diversas empresas e entidades do município e da região abraçaram a causa e já colaboraram para a construção dos protótipos. Aqueles que tiverem a possibilidade de colaborar com o projeto, podem entrar em contato com a equipe Collab (link).

Reportar erro