Home
/
Notícias
/
Ponta Grossa
/
Projeto Jupará

Projeto Jupará

Publicado 12/17/2020, 5:55:23 PM, última modificação 11/7/2022, 11:25:53 AM
Projeto defende o bioma Pantanal, ajude nessa causa.

Entre janeiro e outubro de 2020 cerca de 4,1 milhões de hectares do Pantanal foram atingidos por incêndios. Dados indicam que pelo menos 28% do bioma pantaneiro foi devastado pelo fogo só neste ano.

O inconformismo com a situação reuniu 28 organizações da Universidade Tecnológica Federal do Paraná - UTFPR, Câmpus Ponta Grossa e da Universidade Estadual de Ponta Grossa - UEPG. Para ajudar o Pantanal, através destas parcerias, foi criado o Projeto JUPARÁ, uma ação que visa arrecadar fundos e doar para três ações que estão trabalhando no combate ao fogo, resgate e tratamento dos animais feridos.

Toda ajuda é bem-vinda e, inclusive, necessária. Por isso a organização faz o convite para que, além de conhecer o projeto, todos compartilhem e ajudem nesta causa. O que nós podemos fazer para ajudar agora? O projeto sugere 5 formas de agir:

1️⃣ Divulgue informações;
2️⃣ Cobre e fiscalize as autoridades;
3️⃣ Faça parte de iniciativas de proteção ambiental;
4️⃣ Exija normas de combate às mudanças climáticas;
5️⃣ Doe para o projeto Jupará.

Em meio a uma das maiores tragédias já registradas no bioma, a solidariedade e o trabalho voluntário tentam remediar as consequências do fogo que ainda não acabaram. Para doar acesse o link: https://abacashi.com/p/projeto-jupara

Conheça mais sobre o Projeto através do Instagram: PROJETOJUPARA

Conheça também as organizações que serão beneficiadas pela ação:

O objetivo é criar uma brigada permanente de combate a incêndios na região que abrange a Serra do Amolar, o Parque Nacional do Pantanal e o Parque Estadual Encontro das Águas, no Mato Grosso, de extrema importância para conservação da onça pintada e geração de recursos por meio do ecoturismo.

Atuando desde 2009 com a missão de informar e promover o diálogo para um Pantanal sustentável, a ONG SOS Pantanal foi formada em um momento especial, quando se precisava dimensionar a ocupação da região e o estado de conservação dos ecossistemas.

A AMPARA Animal surgiu em 2010, ano em que as duas fundadoras decidiram mudar a realidade dos animais abandonados no Brasil. Em 2015, tornou-se a instituição que mais ajuda os animais no país, amparando mais de 450 abrigos. 

O que motivou a criação do projeto Jupará?

O número de incêndios no Pantanal, em 2020, é recorde: desde que começaram a registrar, em 1998, o número de incêndios em março, abril, julho e agosto bateu recorde. O número de incêndios em julho deste ano foi 4 vezes maior que a média registrada para aquele mês. De 1º de janeiro a 22 de outubro, ocorreram 20.955 queimadas e incêndios florestais, batendo recorde para o período, um aumento de 217% em relação ao mesmo período do ano passado.

Mas o que as queimadas no Pantanal interferem na sua vida? Além das queimadas destruírem boa parte da vegetação, de áreas de preservação, de terras indígenas e causarem a morte de muitos animais, o pantanal é um dos biomas mais importantes do Brasil. Tendo grande importância na fauna e na flora e contribuindo para a redução do aquecimento global, tendo grande capacidade de absorção de carbono, ajudando a controlar o efeito estufa.

Texto adaptado de: @projetojupara