Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Geral > Covid-19 > Sala de descontaminação pode ser aliada aos profissionais de saúde
conteúdo

Notícias

Sala de descontaminação pode ser aliada aos profissionais de saúde

Roupas hospitalares

publicado: 24/04/2020 12h42 última modificação: 24/04/2020 12h42

Um projeto do Câmpus Medianeira vem atraindo a atenção dos hospitais e unidades de saúde do Paraná e de outros países, principalmente neste momento de pandemia da Covid-19. O trabalho desenvolvido pelos pesquisadores Paulo Rodrigo Bittencourt, Oldair Leite e Alex Torquato resultou em uma câmara de descontaminação de vestuário equipada com lâmpadas de luz ultravioleta (UVC) com geração de ozônio.

A radiação oriunda de lâmpadas de vapor de mercúrio de baixa pressão resulta em ação germicida, destruindo microrganismos, e consequentemente, os vírus que possam estar nos produtos. Os estudos estão sendo feitos há alguns anos pelos professores da instituição e, com as ações de combate ao Covid-19, foram implementados.

Mesmo em fases finais de testes, a câmara já foi instalada em uma sala no Hospital e Maternidade Nossa Senhora da Luz, em Medianeira, há duas semanas, mostrando ser eficaz ao novo Coronavírus. Além disso, outra já esta sendo implantada na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da cidade e houve pedidos de demanda dela em hospitais do estado, do Paraguai e de uma Instituição de Saúde da Inglaterra.

Segundo o pesquisador Paulo Bittencourt, com esta câmara, pode se evitar que um profissional de saúde trabalhe com uniformes contaminados. “Ou ainda que leve para dentro ou fora do hospital os vírus que possam ser contraídos, protegendo também os familiares destes profissionais”, completa.

 Ao chegar à unidade de saúde, o vestuário utilizado pelo profissional fica nesta sala para ser descontaminado, para que, ao sair do local, seja utilizado novamente sem que possa levar vírus, germes ou bactérias para fora do local.