Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Londrina > Capacitação
conteúdo

Notícias

Capacitação

Professores participam de Oficinas sobre Prática Pedagógica Inclusiva e Autismo em Universitários
publicado: 26/02/2019 14h50 última modificação: 26/02/2019 14h52

Durante o mês de fevereiro, dedicado ao período de planejamento, os professores estão tendo a oportunidade de participar de várias atividades, palestras e oficinas em diferentes áreas. Pensando na importância da capacitação dos docentes no contexto inclusivo, o Núcleo de Acompanhamento de Pessoas com Necessidades Educacionais Especiais (NAPNE), da UTFPR Câmpus Londrina, promoveu em parceria com a Comissão Organizadora do mês de Planejamento, oficinas que trataram de dois temas relevantes. A primeira (12/02), trouxe reflexões sobre a necessidade de “Adaptações Curriculares na Prática Pedagógica Inclusiva”. A outra (17/02), teve como enfoque o tema: “Transtorno do Espectro Autista em Universitários”.

O oficina que tratou sobre a questão das “Adaptações Curriculares” teve como mediadoras profissionais do Núcleo de Acessibilidade (NAC) da UEL e do NAPNE do Câmpus Londrina. Contou com a participação de 28 docentes, que tiveram a oportunidade de ouvir experiências relativas a prática docente no contexto da inclusão e refletir sobre adaptações curriculares necessárias frente a necessidades educacionais especificas de alunos com deficiências, transtorno do espectro autista e superdotação/altas habilidades.

Também com a colaboração direta do Núcleo de Acessibilidade da UEL, por meio da psicóloga Ingrid Ausec, que ministrou a oficina “Transtorno do Espectro Autista em Universitários”, 28 professores participaram de discussões em grupos e exercícios de reflexão teórico-práticos, ocasião em que lhes foram apresentados normativos legais da educação especial na perspectiva inclusiva e foram compartilhadas experiências e dúvidas sobre as possibilidades da prática pedagógica inclusiva.

Neste viés, de acordo com a Servidora Camila Harumi Sudo, responsável pelo NAPNE, foi evidenciada a importância da atuação do Núcleo de Acompanhamento das pessoas com necessidades educacionais especificas (NAPNE) do Câmpus, já que este tem como foco de trabalho, atender e apoiar, junto aos coordenadores e professores de todos os cursos, os estudantes com deficiência, superdotação e altas/habilidades. Mais informações podem ser obtidas com a servidora Camila pelo fone (43) 3315-6129.