Histórico

Publicado 4/5/2018, 3:39:14 PM, última modificação 5/8/2020, 2:21:35 PM

A Coleta Seletiva Solidária foi implantada no Câmpus da UTFPR Londrina no ano de 2012, a partir da nomeação da Comissão de Gestão de Resíduos Sólidos, composta por professoras da área ambiental e técnicos administrativos, e contando com alunos estagiários de diferentes cursos no desenvolvimento de atividades.

Constantemente são desenvolvidas e aplicadas estratégias de abordagem para que a sensibilização seja, de fato, um trabalho contínuo e permanente. Este trabalho visa à melhoria contínua da qualidade dos resíduos que são doados às cooperativas, no processo de Coleta Seletiva Solidária. Entende-se que, entre a geração (UTFPR) e a reciclagem (indústria), o material passa pela mão de seres humanos. São trabalhadores que tiram deste material o sustento de suas famílias e merecem condições dignas de trabalho, com o máximo de conforto e segurança para prestarem à sociedade este belíssimo trabalho da coleta seletiva.

Com base nestas motivações e nesta experiência de implantação e manutenção da Coleta Seletiva na UTFPR Câmpus Londrina, as Professoras Kátia Valéria Marques Cardoso Prates e Tatiane Cristina Dal Bosco, do Departamento de Ambiental do referido Câmpus, publicaram, em 2017, o “Manual para instalação e manutenção da coleta seletiva solidária: a experiência da UTFPR Câmpus Londrina”, junto à Editora Paco, em sistema de Open Access.

O manual está disponível gratuitamente nas seguintes plataformas: Amazon, Kobo, iTunes e Google Play.

Nesta publicação são descritas as fases que constam na figura abaixo, com rico nível de detalhamento prático das ações. Objetiva-se, com este manual, inspirar outras instituições a implantarem a coleta seletiva, apontando um caminho de como este processo pode ser conduzido.

Etapas da implantação da Coleta Seletiva Solidária na UTFPR Câmpus Londrina.
Fonte: DAL BOSCO e PRATES (2017).

Um dos primeiros passos para a divulgação de informações e realização de abordagens para a sensibilização da comunidade acadêmica é a criação de uma identidade. No Câmpus Londrina, os alunos nomearam o mascote da Comissão de Gestão de Resíduos Sólidos como “Resildo” e ele, juntamente com a logo da Comissão, está presente em todas as ações.

Logo da Comissão de Gestão de Resíduos Sólidos da UTFPR Câmpus Londrina.

 Mascote da Comissão de Gestão de Resíduos Sólidos da UTFPR Câmpus Londrina – Resildo – em diferentes situações/eventos.

Em 2022 foi lançada a Cartilha infantil: "Aventuras de Resildo: o primeiro dia de aula", cujo objetivo é a orientação da comunidade, em especial crianças, sobre a implantação da coleta seletiva e da compostagem.

Em 2023 foi lançado o livro "Contação de histórias com Resildo", visando orientar e sensibilizar as crianças, de forma lúdica e divertida. Por meio de uma linguagem clara, ilustrada e objetiva, as histórias referem-se à coleta seletiva, à segregação e à redução da geração de resíduos. As histórias também foram animadas e estão disponíveis no Youtube. Confira a playlist clicando aqui

Observação: Texto adaptado do “Manual para instalação e manutenção da coleta seletiva solidária: a experiência da UTFPR Câmpus Londrina” (DAL BOSCO e PRATES, 2017).