Sobre

Publicado 10/10/2019, 4:24:57 PM, última modificação 12/4/2020, 2:46:05 PM

Com apenas dois anos de existência, o Coral da UTFPR Câmpus Londrina, formado por 16 integrantes, entre alunos e servidores, tem abrilhantado eventos internos da instituição e começa a irradiar seus sons para outros círculos.

O Coral da UTFPR-LD surgiu em 2017, a partir de um projeto do Centro Acadêmico de Produção, com a intenção de juntar as mais variadas vozes, formando “uma só voz” que representasse a Universidade dentro e fora da instituição. A ideia, portanto, já existia, e os primeiros passos também já tinham sido dados, mas faltava alguém com conhecimento e vivência musical para que o projeto pudesse decolar.

A oportunidade veio com o ingresso dos alunos Amauri Ornelas e Rebecca Paulino, dos cursos de Engenharia de Produção e Engenharia de Materiais, respectivamente, conhecedores da arte musical. Amauri, começou a tocar viola clássica quando tinha 14 anos. Ele é formado em Produção Fonográfica desde 2011 pela Unoeste, de Presidente Prudente, onde também trabalhou no grupo de Referência do Projeto Guri daquela cidade, entre 2012 e 2013, e na sequência tocou na mesma orquestra durante um ano.  

Já Rebecca começou a cantar ainda criança, no coral da igreja de São Carlos/SP, onde morava. Na igreja, ela fez um curso de regência de coral, e em uma escola pública daquela cidade estudou música. Aos nove anos, passou também a tocar clarinete, inspirada no pai, que toca saxofone.  Assim, a menina foi se desenvolvendo e aprendendo cada vez mais sobre a área musical. Fazia parte do grupo de jovens da igreja, e se apresentava em vários lugares cantando e tocando. Até que ingressou no Curso de Engenharia de Materiais, na UTFPR de Londrina, e em 2017 foi convidada a integrar o coral da instituição, como cantora e maestrina. Ela viu no convite uma oportunidade para prosseguir aprimorando seus conhecimentos musicais e também contribuir para algo edificante, com sua arte.

Naquela época, o coral era apenas um projeto do Centro Acadêmico e não contava com nenhum tipo de apoio financeiro. O Comitê Cultura do Câmpus já existia e acabou encampando a ideia, transformando-o, em 2017, em um projeto de extensão, sob a coordenação do servidor Adilson Caetano da Silva, que não tinha experiência na área, mas que sempre gostou de cantar. 

Por se tratar de um projeto de extensão, o coral é aberto a pessoas da universidade e também de fora, de forma voluntária, sem vínculo empregatício, todos com algo em comum: o amor pela música.  

Neste semestre (2019.2), os ensaios estão programados para as quintas-feiras, das 17h30 às 18h30.

Mais informações com Adilson pelo fone (43) 99676-7228 ou pelo e-mail adilsoncaetano@utfpr.edu.br.