Home
/
Destaques
/
Energia solar: UTFPR terá estações solarimétricas em cinco câmpus

Energia solar: UTFPR terá estações solarimétricas em cinco câmpus

Publicado 7/8/2019, 5:47:11 PM, última modificação 7/8/2019, 5:47:17 PM

O "Projeto P&D COPEL: Metodologia para Análise, Monitoramento e Gerenciamento da Geração Distribuída por Fontes Incentivadas", em desenvolvimento ao longo de 2019 e 2020 na UTFPR, prevê a implantação de estação solarimétrica e módulos de avaliação em cinco câmpus: Ponta Grossa, Pato Branco, Medianeira, Campo Mourão e Cornélio Procópio. Além destes câmpus, também participa do projeto o Câmpus Curitiba, com o Laboratório de Energia Solar (Labens).

O objetivo do projeto é desenvolver pesquisas relacionadas ao mapeamento e aos diferentes aproveitamentos do potencial da radiação solar, principalmente na conversão direta da radiação solar em energia elétrica através de sistemas fotovoltaicos conectados à rede (SFVCR) no Paraná e nos respectivos microclimas apresentados. O conhecimento mais aprofundado sobre o comportamento e distribuição da radiação solar e das suas componentes no estado, aliada a análise do desempenho dos sistemas fotovoltaicos de diferentes tecnologias, implantados durante o projeto, permitirá o encaminhamento de políticas públicas mais assertivas voltadas ao setor elétrico.

Os principais pontos do projeto são:

- Implantação do LABENS – Laboratório de Energia Solar com infraestrutura e equipamentos necessários para o desenvolvimento das pesquisas referentes aos SFVCR (Módulos de Avaliação e sistema com Backup de Energia) e Estações Solarimétricas implantadas durante o projeto, além do SFVCR instalado na Sede Centro do Campus Curitiba do Projeto de Eficiência Energética (PEE);
- Implantação de três Estações Solarimétricas padrão SONDA (Sistema de Organização Nacional de Dados Ambientais do INPE);
- Implantação de quatro Estações Solarimétricas padrão EPE (Empresa de Pesquisa Energética), necessárias para projetos de Usinas Fotovoltaicas que participam de leilões de energia da ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica);
- Implantação de seis Módulos de Avaliação de SFVCR, cada um contendo 4 (quatro) tecnologias diferentes e potência de 5 kWp (tecnologia de silício monocristalino e policristalino) e 1,5 kWp (tecnologia de disselineto de cobre, índio e gálio - CIGS; e telureto de cádmio), para análise de desempenho das diferentes tecnologias nos diferentes microclimas do estado representados pelos câmpus escolhidos;
- Implantação de um SFVCR com 10 kWp com Backup de Energia no câmpus Curitiba, para análise da inserção de energia elétrica em horários de maior consumo de energia visando contribuir na redução do pico de demanda e/ou horário de ponta.

Com isso, os resultados esperados são:

- Oportunidade dos câmpus poderem desenvolver pesquisas na área de Energia Solar;
- Todos os cinco câmpus que cederam espaço físico para implantação da Estação Solarimétrica e Módulos de Avaliação terão uma redução de aproximadamente 16 MWh/ano na conta de energia elétrica;
- Consolidação da UTFPR como referência em Energia Solar no Estado do Paraná e um dos principais polos de pesquisa no Brasil.