Home
/
Destaques
/
Professores do PPGCA participam de seminário em Estocolmo marcando dez anos de colaboração Brasil/Suécia

Professores do PPGCA participam de seminário em Estocolmo marcando dez anos de colaboração Brasil/Suécia

Publicado 9/10/2023, 5:42:24 PM, última modificação 9/11/2023, 10:11:37 AM
O encontro faz parte do projeto internacional intitulado "Conceitos de Cidades Inteligentes em Curitiba: transporte de baixo carbono e mobilidade em uma sociedade digital", uma parceria entre Brasil e Suécia

Encontro do projeto "Conceitos de Cidades Inteligentes em Curitiba: transporte de baixo carbono e mobilidade em uma sociedade digital", realizado em Estocolmo, Suécia

O projeto "Conceitos de Cidades Inteligentes em Curitiba: transporte de baixo carbono e mobilidade em uma sociedade digital" é a etapa mais recente em 10 anos de colaboração entre pesquisadores da UTFPR e de instituições da Suécia. O projeto oferece uma rara oportunidade de integrar gerenciamento de cidades, companhias de energia e ICTs, indústria, institutos de pesquisa e desenvolvimento e instituições de ensino localizados na Suécia e no Brasil para desenvolver conceitos de cidades inteligentes para Curitiba. De fato, o projeto é parte de uma agenda estratégica bilateral entre Suécia e Brasil para promoção do desenvolvimento urbano e inovação sustentável. O projeto tem por objetivo gerar conhecimento científico nas áreas de transporte, infraestrutura de informação e comunicação, e big data.

Participam do projeto vários professores do PPGCA: Cesar Tacla, Daniel Pigatto, Juliana de Santi, Luiz Celso Gomes Jr, Nadia Kozievitch e Rita Berardi. Diversos alunos do programa também contribuíram com o projeto ao longo dos anos.

O encontro em Estocolmo, realizado nos dias 14 a 16 de junho de 2023, teve como objetivos promover um seminário para apresentar os resultados e as parcerias fomentados pela colaboração nesses dez anos, bem como planejar os próximos passos para a continuação desta parceria frutífera. Os professores Luiz Celso e Nadia representaram o PPGCA no encontro.

Além de diversas reuniões dos representantes do projeto, os participantes também participaram de visitas técnicas para conhecer alguns projetos de Smart Cities. A primeira visita foi ao protótipo de ônibus autônomo da empresa Nobina. Integrado ao projeto do BRT no norte de Estocolmo, os mini-ônibus transportam passageiros em um circuito pré-definido, compartilhando as vias com outros carros e pedestres. Os representantes da empresa apresentaram a visão e a tecnologia envolvidas no sistema. No mesmo dia a equipe participou de outra visita, agora ao projeto de remodelagem da ponte de Slussen, uma importante artéria de tráfego no sul de Estocolmo, já desgastada pelo tempo. Construída na década de 1930, a ponte enfatizava a tecnologia de vanguarda da época: o carro. Suas diversas faixas e anéis em vários níveis eram impressionantes e efetivos, mas nada amigáveis a pedestres ou ciclistas. O novo projeto, com previsão de finalização em 2028, inclui uma nova ponte totalmente em aço inox e, o mais importante, toda reformulação da região em torno da ponte. Pedestres e ciclistas ganham diversas opções para cruzar o canal, e a área ganha amplos espaços de convivência à margem do canal.

No dia do seminário a agenda também foi cheia. A equipe se reuniu para os últimos preparativos e testes, além de discussões com Johan Rignér, o gerente de projetos da agência de inovação Sueca. O seminário revisitou momentos importantes nesses dez anos de projeto, desde os primeiros contatos entre pesquisadores da Suécia com nossos professores da UTFPR. Os participantes então apresentaram resultados importantes, cobrindo infraestrutura de comunicação e transporte, identificação e resposta a eventos extremos, e dados abertos. As apresentações enfatizaram os impactos sociais e a integração com diversos parceiros do projeto. Alguns desses parceiros estavam presentes, como as empresas Volvo, RISE, Trivector e Hexagon. Outros parceiros ativos do projeto são o IPPUC, URBS, Secretarias municipais (abastecimento, defesa civil, tecnologia da informação, administração, obras, assistência social), SANEPAR, Conselho Municipal de Inovação de Curitiba.

Os professores Luiz Celso e Nádia destacaram que o seminário foi uma ótima oportunidade para colocar em perspectiva o benefício deste tipo de colaboração para a sociedade. Ao longo dos anos, diversos alunos tiveram a oportunidade de uma formação mais rica pelo envolvimento no projeto. Houve também uma grande troca de experiências entre pesquisadores dos dois países, envolvendo diversas universidades e empresas parceiras. Tudo isso no contexto de pesquisas em temas relevantes para a sociedade, que geraram artigos científicos propondo novas técnicas, algoritmos e políticas públicas.

Mais detalhes sobre o projeto podem ser obtidos no site oficial.