Home
/
Área Acadêmica
/
Disciplinas
/
Ementas das disciplinas
/
Fundamentos Epistemológicos no Ensino de Ciências e Matemática - FCET18

Fundamentos Epistemológicos no Ensino de Ciências e Matemática - FCET18

Publicado 8/22/2018, 11:12:02 AM, última modificação 3/7/2024, 2:52:16 PM

Ementa:

Visões filosóficas sobre a natureza da ciência e do conhecimento científico, do indutivismo ingênuo e o empirismo baconiano à crítica ao positivismo lógico. A influência das visões filosóficas a respeito da natureza da ciência e do conhecimento científico sobre o ensino das ciências e matemática.


Referências:

ANGOTTI, J.A. Física e epistemologia heterodoxas: David Bohm e o ensino de ciências. Caderno Brasileiro de Ensino de Física, Vol.19, n. Especial, pp. 123-151, jun. 2002.

BARBEROUSSE, A. KISTLER, M. LUDWIG, P. A filosofia das ciências no século XX. Lisboa: Flammarion, 2000.

BACHELARD, G. A formação do espírito científico. Trad. Estela dos Santos Abreu. Rio de Janeiro: Contraponto, 1996.

BERNAL, J. Ciência na história. Lisboa. Livros Horizonte. 1976 (7 v.)

BICUDO, M. A. V. Um ensaio sobre concepções a sustentarem sua prática pedagógica e produção de conhecimento (da Educação Matemática. In: Flores, C.R. e Cassiani, S.. (Org.). Um ensaio sobre concepções a sustentarem sua (da educação matemática) prática pedagógica e produção de conhecimento. 1ªed.Campinas: Mercado das Letras, 2013, v. 01, p. 17-40.

BICUDO, M. A. V.; GARNICA, V. M. Filosofia da Educação Matemática. Belo Horizonte: Autêntica, 2002.

BORGES, R. M. R. et aI. Repensando a natureza das ciências. Atas do /VENPEC. CD-rom. Bauru, 2003.

CHALMERS, Alan. Que é Ciência, Afinal? São Paulo: Brasiliense, 1993.

COSTA, N. C. A da. O conhecimento científico. São Paulo. Discurso Editorial. 1999.

DUTRA, L. H. A. Introdução à teoria da ciência. Florianópolis: Ed. da UFSC, 2009.

FRENCH, S. Ciência: conceitos-chave em filosofia. Trad. André Klaudat. - Porto Alegre: Artmed, 2009.

KOSMINSKY, L.; GIORDAN, M. Visões de ciências e sobre cientistas entre estudantes do ensino médio. Química Nova na Escola. n. 15, p. 11-18. Maio 2002

KUHN, T. S. A estrutura das revoluções científicas. S. Paulo. Perspectiva. 1975.

LOPES, A. C. Currículo e epistemologia. Ijuí: Editora UNIJUÍ, 2007.

PEDUZZI, Luiz O. Q.; MARTINS, André F. P.; FERREIRA, Juliana M. H. (Orgs.). Temas de História e Filosofia da Ciência no Ensino. Natal: EDUFRN, 2012. Disponível em <http://ppgect.ufsc.br/files/2012/11/Temas-de-Historia-e-Filosofia-da-Ciencia-no-Ensino1.pdf>.

PÉREZ, Daniel Gil et al. Para uma imagem não deformada do trabalho científico. Ciênc. educ. (Bauru), 2001, vol.7, no.2, p.125-153.

POZO, J.L.; CRESPO, G. M. A. A aprendizagem e o Ensino de Ciências - 5.ed., Editora Artmed, 2009.

SILVEIRA, Fernando Lang da. A filosofia da ciência de Karl Popper: o racionalismo crítico. Cad. Cat. Ens. Fis., V. 13, n. 3, dez. 1996, p. 197-218

SILVEIRA, Fernando Lang da. A filosofia de Karl Popper e suas implicações no ensino da ciência. Cad. Bras. Ens. Fis., V. 21, n. 1, abr. 2004.

Reportar erro