Home
/
Notícias
/
Campo Mourão
/
Agrotóxicos versus Produção Sustentável

Agrotóxicos versus Produção Sustentável

Publicado 7/9/2021, 12:12:10 PM, última modificação 7/9/2021, 12:23:55 PM
Professoras do ProfÁgua UTFPR-CM participam da elaboração de material junto ao Conselho Nacional de Justiça

O Conselho Nacional de Justiça publicou, recentemente, uma série de materiais que abrangem os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), envolvendo temas relevantes para o Poder Judiciário, governos, organizações da sociedade civil, professores e pesquisadores brasileiros. Uma das cartilhas, intitulada ‘Agrotóxicos versus Produção Sustentável’, contou com a participação das professoras Cristiane Kreutz, Maristela Denise Moresco Mezzomo e Morgana Suszek Gonçalves, do Mestrado Profissional em Rede Nacional em Gestão e Regulação de Recursos Hídricos – ProfÁgua polo UTFPR Campo Mourão.

A participação das docentes veio por um convite do Grupo de Atuação Especial de Defesa do Meio Ambiente (GAEMA), do Ministério Público do Estado do Paraná, Comarcas de Campo Mourão e Ivaiporã, representados pelas Promotoras Rosana Araújo de Sá Ribeiro e Révia Aparecida Peixoto de Paula Luna. Também participaram da elaboração da Cartilha, os profissionais do Ministério Público Thalita Andrea Santos Rosa Gorri, Patrícia Hahn de Lima Gongora, Aline Cavalcante Paulino, Evandro de Castro e Renan Alcides Moraes Wenneck, do Agrônomo Ednei Nascimento, do Instituto de Desenvolvimento Rural do Paraná, dos Engenheiros Ambientais Edson Henrique Gaspar Massi e Pauline Gottstein (ex-aluna do ProfÁgua) e de Ana Paula Garutt

Algumas temáticas que nortearam o trabalho de pesquisa dos diversos grupos de estudos foram: povos indígenas, improbidade administrativa, moeda falsa, covid-19, auxílio emergencial, agrotóxicos, desastres de Mariana/MG e Brumadinho/MG, Laboratório de Inovação, Inteligência e ODS (LIODS), entre outros temas. A professora Cristiane Kreutz destaca que esse trabalho, realizado em conjunto com o Ministério Público e Conselho Nacional de justiça, demonstra a importância de órgãos públicos atuarem frente a temas que são destaque no Brasil, trazendo um olhar jurídico, legal e técnico, para esclarecer aos leitores aspectos relacionados ao uso de agrotóxicos, seus efeitos adversos, bem como alternativas ambientalmente viáveis, como é o caso da produção sustentável.

Todas as cartilhas estão disponíveis no site do Conselho Nacional de Justiça: https://www.cnj.jus.br/programas-e-acoes/agenda-2030/liods-cnj-laboratorio-de-inovacao-inteligenica-e-ods/relatorios/

Reportar erro