Home
/
Notícias
/
Curitiba
/
Comunidade acadêmica deve contatar Summus, SAMU ou SIATE em caso de emergências de saúde

Comunidade acadêmica deve contatar Summus, SAMU ou SIATE em caso de emergências de saúde

Publicado 3/6/2023, 9:50:56 PM, última modificação 3/6/2023, 9:57:38 PM
O Serviço Ambulatorial do campus Curitiba foi desativado

Servidores, estudantes e trabalhadores terceirizados do campus Curitiba da UTFPR devem acionar a SUMMUS Emergências Médicas (41 3026-4400 e 41 99602-1743), o SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência Curitiba - 192) ou o SIATE (Serviço Integrado de Atendimento ao Trauma em Emergência - 193) em casos de emergências de saúde e traumas nas três sedes: Centro, Ecoville e Neoville.

Na última sexta-feira, dia 3 de março, o Serviço Ambulatorial foi fechado para adequação do trabalho dos servidores à regulamentação dos conselhos de classe, não havendo mais atendimentos emergenciais por servidores da UTFPR Curitiba. Porém, o campus Curitiba tem contrato com a SUMMUS Emergências Médicas que conta com equipe de saúde e realiza remoções hospitalares. Qualquer pessoa da comunidade acadêmica ou mesmo externa pode fazer o chamado dos serviços de atendimento em caso de emergências e de urgências de saúde. 

Em Curitiba, a população também conta com o SAMU, com chamado pelo número 192. O serviço tem ambulâncias e equipe para atendimento de emergências clínicas como dores no peito, intoxicação com produtos de limpeza e envenenamento, perda de consciência, desmaios, hemorragias e crises de convulsão. Já o Corpo de Bombeiros Militar do Paraná oferece o SIATE, pelo número 193. O serviço atende ocorrências como quedas, ferimentos por armas, casos de agressão, queimaduras, desabamentos, soterramentos e outros traumatismos.

“Além disso, é necessário reforçar que as Unidades de Saúde são a referência para atendimento e acompanhamento dos usuários, pois têm estrutura para realização de exames, análises clínicas entre outras necessidades para as quais a universidade não possui estrutura”, explica Xênia Mello, coordenadora do Núcleo de Acompanhamento Psicopedagógico e Assistência Estudantil (NUAPE-CT) e do Núcleo de Acessibilidade e Inclusão (NAI).

Serviço Ambulatorial

Os servidores que atuavam no Serviço Ambulatorial (três técnicos em enfermagem e uma médica) tiveram a situação regularizada às demandas do conselho de classe e deixaram de prestar serviços emergenciais. A equipe agora trabalha no SIASS (Subsistema Integrado de Atenção à Saúde do Servidor), dando suporte às perícias médicas de servidores. 

Em caso de dúvidas sobre as mudanças, é possível entrar em contato com o NUAPE pelo e-mail: nuape-ct@utfpr.edu.br.