Home
/
Notícias
/
Dois Vizinhos
/
Educação Empreendedora

Educação Empreendedora

Publicado 4/4/2018, 1:22:45 PM, última modificação 4/4/2018, 1:34:41 PM
Projeto oportuniza visita técnica à experiências bem sucedidas de empreendedorismo e inovação em Campinas e São Paulo

visita na Embrapa Informática Agropecuária no câmpus da Universidade de Campinas (UNICAMP)

Nos dias 26 e 27 de março uma comitiva de acadêmicos acompanhada pelos professores Almir Antonio Gnoatto, Marisângela Pacheco Brittes e Sergio Luiz Kuhn do câmpus Dois Vizinhos da Universidade Tecnológica Federal do Paraná realizaram uma viagem técnica com o objetivo de conhecer locais onde os ambientes de empreendedorismo e inovação tem se destacado no Brasil.
Na manhã de segunda-feira (26) foi feita uma visita na Embrapa Informática Agropecuária no câmpus da Universidade de Campinas (UNICAMP), cuja missão e visão é viabilizar soluções de pesquisa, desenvolvimento e inovação, por meio da geração e oferta de sistemas de informações, conhecimentos e tecnologias, contribuindo para a inovação e a sustentabilidade da agricultura e a segurança alimentar. As características dessa unidade apresentam uma sintonia fina com os cursos da UTFPR-DV. Além de vídeo institucional, foram apresentados: o sistema WebAgritec envolvendo 47 culturas a nível de país, entre perenes e temporárias, quanto a zoneamento agrícola, doenças, solos, clima/tempo, cultivares e outros; e uma explanação prévia sobre o Agritempo, Satveg, Bioinformática e outros. A Embrapa possui atualmente 9.600 funcionários, dentre eles 2.800 doutores. Foram estabelecidas tratativas para firmar cooperação técnico-cientifica entre a EMBRAPA e UTFPR-DV.
Na parte da tarde, ainda na UNICAMP, formada por faculdades e institutos com 40.000 alunos entre graduação e pós-graduação, considerada a melhor universidade da América, a comitiva visitou o Parque Tecnológico, denominado de INOVA - Agência de Inovação. Na INOVA foi possível conhecer o trabalho gradativo envolvendo o NIT - Núcleo de Inovação Tecnológica, Escritório de Transferência de Tecnologia para Escritório de Difusão e Serviços Tecnológicos. A experiência empreendedora da CONPEC considerada a 1ª Empresa Junior de Computação do Brasil, também foi apresentada. O seu objetivo que é formar grandes líderes e realizar projetos que impactam a sociedade.
Na manhã do dia 27, foi feita uma visita à Agência USP de Inovação - AUSPIN - INOVA USP, o seu NIT, que atuam na articulação das incubadoras de empresas de base tecnológica e social, parques tecnológicos e demais empreendimentos de inovação dos quais a Universidade de São Paulo (USP) participa, cabendo-lhe aproximar a universidade aos demais atores do ecossistema de inovação e empreendedorismo. A AUSPIN integra atualmente a governança de cinco habitats de inovação no Estado de São Paulo e se envolve com a Propriedade Intelectual, Transferência de Tecnologia, Empreendedorismo, aos vários programas e parcerias da USP.
Após, foi feita visita à IME Jr, Empresa Júnior de Informática, Matemática e Estatística (IME), que é uma associação sem fins lucrativos formada pelos estudantes da graduação da USP, cujo objetivo é de prestar serviços nas áreas de formação do Instituto. Fundada 1991, a empresa surgiu da necessidade de se criar uma alternativa estimulante para o aluno, que possui somente o estágio como via de aplicação prática de seus conhecimentos teóricos durante a sua formação. Os representantes discorreram sobre as suas metas de consolidação da Empresa Júnior, a reativação de prática ágeis e os projetos ora em andamento: Deming, Enfermagem USP e o Site IST startup.
Ainda no Campus da USP, mas com gestão independente, o Centro de Inovação, Empreendedorismo e Tecnologia (CIETEC) foi apresentado como uma associação civil sem fins lucrativos de direito privado, iniciada em 1998. Usando a experiência das incubadoras de Israel onde qualquer inovação vira negócio, o CIETEC é uma experiência bem-sucedida da incubação de empresas no Brasil, cuja preocupação do centro de inovação é desenvolver uma gestão eficiente dos empreendimentos ali sediados. Foi feita uma apresentação do processo seletivo, modalidades de incubação, serviços básicos e diferenciados da Incubadora, escalas de investimento (de anjo a private equity), rede de relacionamento, tríplice hélice e o papel da incubadora. Atualmente possui 55 empresas incubadas, as quais são prioritariamente de informática (TI), meio ambiente, fármacos, agronegócio e outros.
A última visita foi feita no CUBO do Banco Itaú, o maior e mais relevante centro de empreendedorismo tecnológico e digital da América Latina, que foi fundado pelo Itaú Unibanco, em parceria com a Redpoint Eventures. Desde 2015 o objetivo do CUBO é conectar em um só lugar empreendedores, grandes empresas e empresas maduras, investidores e universidades para discutir sobre tecnologia, inovação, novos modelos de negócios, novas formas de trabalhar e como desafiar o status quo, visando um mundo melhor. O Cubo é um hube de conexões e com radar no mercado de negócios digitais, startups de base tecnológica, de densidade variada e outros, compreendendo 55 empresas num mesmo prédio, o qual com sua mudança abrigará então 210 empresas.
Acredita-se que conhecer estes espaços e experiências bem sucedidas de empreendedorismo e inovação, muito contribuirá para a formação das pessoas e para a disseminação da cultura empreendedora e de inovação na UTFPR câmpus Dois Vizinhos, via docentes e alunos.
Essa viagem técnica foi financiada com recursos do Convênio de Cooperação estabelecido em 2016 entre o SEBRAE-PR e a UTFPR câmpus Dois Vizinhos, através do Projeto de Educação Empreendedora cujo objetivo é promover ações para a formação de uma cultura empreendedora na universidade. Esse projeto está sendo desenvolvido pela Coordenação do Convênio, apoiado pelo Núcleo de Inovação e Empreendedorismo (NIT) da Diretoria de Relações Empresariais e Comunitárias (DIREC) da UTFPR, câmpus Dois Vizinhos.

Reportar erro