EXTENSÃO

Publicado 6/29/2023, 5:20:55 PM, última modificação 6/29/2023, 5:25:48 PM
Itaipu Binacional lançará edital para financiar programas de extensão de universidades públicas do Paraná

Foto: Rafa Kondlatsch/Itaipu.

A Itaipu Binacional vai lançar em setembro um edital para financiar programas de extensão de universidades públicas do Paraná e de municípios do Consórcio Intermunicipal de Desenvolvimento da Região Sul do Mato Grosso do Sul (Conisul). Os detalhes do projeto foram apresentados nesta segunda-feira (19) para gestores de oito instituições federais e uma estadual. Foi a segunda reunião para tratar do assunto: no final de maio, a Binacional recebeu reitores de outras sete universidades estaduais.

Os programas de extensão deverão ser voltados para a área de sustentabilidade territorial, seguindo a orientação do governo federal para avançar na implantação dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). Visam ainda estimular os estudantes a se envolverem na busca de soluções para os desafios socioambientais contemporâneos e na construção de um futuro mais sustentável.

“Além da produção de energia, faz parte da missão de Itaipu contribuir para o fortalecimento das políticas sociais e ambientais. E, para isso, a parceria com as universidades é fundamental. Esperamos que, a partir deste encontro, tenhamos grandes parcerias pela frente”, afirmou o diretor-geral brasileiro, Enio Verri.

O diretor de Coordenação, Carlos Carboni, e o diretor superintendente do Parque Tecnológico Itaipu (PTI), Irineu Colombo, também participaram do encontro. O superintendente de Gestão Ambiental de Itaipu, Wilson João Zonin, fez a apresentação do programa.

Por parte das universidades, estavam presentes reitores e representantes da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD), Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS), Instituto Federal de Mato Grosso do Sul (IFMS), Instituto Federal do Paraná (IFPR), Universidade Federal do Paraná (UFPR), Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR), Universidade Federal da Integração Latino-Americana (Unila) e Universidade Federal da Fronteira do Sul (UFFS).

A reitora da IFMS, Elaine Cassiano, elogiou a iniciativa e disse que os programas de extensão contribuem para que o conhecimento produzido nas universidades não fique somente dentro dos muros da instituição. Ela citou como exemplo o trabalho desenvolvido pela IFMS em assentamentos rurais. “A extensão é o caminho das instituições públicas. O fato de unirmos a instituição com a Itaipu é fundamental para fortalecer todo esse conhecimento”, avaliou.

O reitor da UTFPR, Marcos Flávio Schiefler Filho, observou que os institutos federais já têm como foco conhecer as demandas e os problemas da sociedade para indicar, por meio do trabalho de professores, cientistas e extensionistas, possíveis soluções. “Vamos aguardar o edital, mas já queremos avaliar a aderência das nossas pesquisas”, antecipou.

Vice-reitora da UEMS, Celi Corrêa Neres lembrou que a instituição tem projeto em parceria com a Binacional, no laboratório de análise de solo para a agricultura familiar, e que os programas de extensão irão estreitar essa relação. Segundo ela, “esse é um dia histórico, extremamente importante para nós da UEMS e da própria Itaipu, porque qualifica e chancela o trabalho sério que Itaipu já está fazendo”.

Reitor eleito da UFFS, João Alfredo Braida reforçou que é papel das universidades oferecer educação de qualidade e desenvolver pesquisas que tenham impacto nas comunidades locais. “Nesse sentido, vemos com muito bons olhos a iniciativa de Itaipu, porque ela dialoga fortemente com os objetivos da própria universidade.”

Foto: Rafa Kondlatsch/Itaipu. | Reportagem: Assessoria Itaipu Binacional. | Matéria disponível neste link.