Home
/
Notícias
/
Últimas notícias
/
Câmpus Apucarana inaugura obras com a presença do ministro da Educação

Câmpus Apucarana inaugura obras com a presença do ministro da Educação

Publicado 7/2/2018, 4:22:37 PM, última modificação 9/26/2018, 4:09:51 PM

Com a presença do ministro da Educação, Rossieli Soares da Silva, o Câmpus Apucarana realizou nesta segunda-feira (2) a inauguração do Bloco N e da ampliação da área do Restaurante Universitário. O evento contou com a presença do reitor Luiz Alberto Pilatti e do diretor-geral do Câmpus, Marcelo Ferreira da Silva.

Ministro da Educação, Rossieli Soares, e o reitor Luiz Alberto Pilatti (Foto: Ascom-MEC)

Com a ampliação, que contou com investimentos de mais de R$ 1 milhão, a área total doRestaurante Universitáriochega a 1.384,34 m². Sua capacidade de atendimento, que inicialmente era de 200 refeições simultâneas, passa a ser em torno de 800 refeições diárias, considerando almoço e jantar, com o total de 452 assentos. A nova área possibilita também um espaço de convivência disponível à comunidade acadêmica.

Segundo o ministro da Educação, a cidade de Apucarana tem se desenvolvido em vários setores e o Câmpus da UTFPR é parte fundamental nesse processo de desenvolvimento. Entregamos obras importantes de infraestrutura para os alunos, além de liberar mais recursos que vão fornecer educação de qualidade que será difundida para todo o Brasil", afirmou Rossieli.  

Já o reitor Pilatti destacou que, "Em pouco tempo, seremos a instituição que mais formará engenheiros e elevaremos outros números que a engrandecerão. Com essas melhorias, essa universidade proporcionará ainda muito mais pela região". 

Para a construção do Bloco N foram investidos R$ 7 milhões e 800 mil. Com uma área total de 4.550,32 m² , o novo bloco conta com quatro pavimentos, abrigando salas de aula, laboratórios, espaços para pesquisa, ambientes administrativos para coordenações e secretarias de cursos, além de sala de reuniões e vídeo-conferência. A nova estrutura atenderá aos cursos de Engenharia Têxtil, Engenharia Química, Engenharia Civil, Engenharia Elétrica e ao novo curso de Engenharia de Computação.

Reportar erro