Notícias
/
Últimas notícias
/
Colégio Eleitoral promove Votação Simulada no dia 23 de junho

Colégio Eleitoral promove Votação Simulada no dia 23 de junho

Publicado 6/19/2020, 2:24:30 PM, última modificação 10/31/2022, 9:54:41 AM

O Colégio Eleitoral da UTFPR promove uma votação simulada no sistema Helios Voting no dia 23 de junho. A ação visa garantir o pleno funcionamento da ferramenta na data das eleições de reitor da Instituição, no dia 30 de junho.

Foto: Freepik

Os eleitores vão receber login e senha por e-mail para participar da votação simulada até o dia 22. Se o processo indicar a necessidade de alteração do sistema, a Comissão Técnica vai realizar a modificação no código e divulgá-la em seguida para conhecimento da comunidade acadêmica. Após essas etapas, no dia 26, o Colégio Eleitoral, a Comissão Técnica e os candidatos e respectivos fiscais técnicos indicados vão se reunir para a configuração final do pleito.

Na página do Colégio Eleitoral, já está disponível para consulta o código fonte da plataforma, que foi personalizado pela Comissão Técnica para as eleições da UTFPR, para verificação e comparação com a versão original do programa.

Veja o cronograma:
19/06 – Configuração da Votação Simulada em reunião entre Colégio Eleitoral, a Comissão Técnica e os candidatos e respectivos fiscais técnicos
Até 22/06 – Envio de login e senha para eleitores para votação simulada
23/06 – Realização da votação simulada
26/06 - Configuração da Consulta à Comunidade em reunião entre Colégio Eleitoral, a Comissão Técnica e os candidatos e respectivos fiscais técnicos
29/06 - Envio de login e senha para eleitores para Eleições
30/06 – Eleições para escolha do reitor da UTFPR

Mais sobre o uso do Helios Voting na UTFPR
O software foi desenvolvido pelo Instituto de Tecnologia Massachusetts (Estados Unidos) e já foi utilizado no Brasil nas eleições de reitor na Universidade de São Paulo. O uso da ferramenta na consulta pública da UTFPR foi aprovada pelo Conselho Universitário, no dia 25 de maio, em decorrência da impossibilidade de realizar atividades presenciais na Universidade por conta da pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

Cada candidato indicou um fiscal técnico para fazer a auditoria dos códigos em execução do sistema, durante o pleito. A Universidade também deve solicitar om acompanhamento e análise do processo até a apuração de votos ao Ministério Público, à Polícia Federal e/ou ao Tribunal Regional Eleitoral.