Home
/
Notícias
/
Últimas notícias
/
Parcerias: publicada a Política de Inovação da UTFPR

Parcerias: publicada a Política de Inovação da UTFPR

Publicado 3/4/2020, 5:28:00 PM, última modificação 10/31/2022, 9:58:08 AM

A UTFPR publicou na última sexta-feira (28) a Política de Inovação da Universidade, que apresenta as diretrizes para processos de inovação e maior interação com o setor produtivo. A aprovação foi realizada ad-referendum para que a Universidade pudesse se candidatar ao edital de credenciamento de novas unidades da Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (Embrapii), o que representa maior qualificação para a construção de projetos conjuntos com entidades públicas e privadas.

UTFPR ganha nova Política de Inovação (Imagem: Freepik)

O ato ad-referendum será submetido ao Conselho Universitário na sessão desta quinta-feira (5), cuja aprovação permitirá que sejam iniciados os trabalhos de elaboração do Regulamento da Inovação da UTFPR.

Segundo o pró-reitor de Relações Empresariais e Comunitárias, Douglas Bertrand Renaux, “a política consolida a criação de ambientes de inovação que garanta infraestrutura adequada e procedimentos otimizados para que as atividades dos processos de inovação possam ter continuidade, oferecendo condições para que novos produtos, processos e serviços possam ser adequadamente entregues à sociedade”.

A discussão para criação da Política de Inovação teve início em 2016, com a aprovação da Lei da Inovação, e, em seguida com a publicação do Decreto de Inovação nº 9283, de 2018, o qual estabeleceu que instituições federais de ensino superior formulassem suas políticas de inovação. Desde então, a UTFPR participou de uma série de reuniões com Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações sobre o assunto e, em maio de 2019, realizou um painel sobre a futura política, que contou com a participação de servidores e representantes de outras instituições públicas. Pesquisadores dos 13 câmpus da UTFPR também foram ouvidos para que expusessem as dificuldades e caminhos pelos quais buscam implementar suas atividades de inovação.

Sobre o credenciamento Embrapii

Ainda de acordo com a Prorec, o credenciamento da UTFPR como nova unidade do Embrapii proporcionará que a Universidade atinja um patamar ainda mais qualificado para desenvolvimento de projetos conjuntos com o setor produtivo.

O edital de credenciamento, publicado em janeiro, foi composto de duas etapas. A primeira consistia a relação de projetos já desenvolvidos em parceria com o setor produtivo. A segunda etapa, cujo prazo terminou no dia 2 de março, incluía a apresentação da Política de Inovação e do plano de ação prevendo um aporte financeiro máximo, pela Embrapii, de R$ 6 milhões durante três anos.

Atualmente, estão credenciadas junto ao Emprabii as universidades federais de Campina Grande (UFCG), de Minas Gerais (UFMG), do Rio de Janeiro (UFRJ), do Rio Grande do Sul (UFRGS), de Santa Catarina (UFSC) e de Uberlândia (UFU).