Home
/
Notícias
/
Últimas notícias
/
UTFPR esclarece sobre a redução de 18,2% nos limites orçamentários do MEC

UTFPR esclarece sobre a redução de 18,2% nos limites orçamentários do MEC

Publicado 8/12/2020, 5:56:48 PM, última modificação 10/31/2022, 9:51:37 AM

A Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR) informa que busca, junto à bancada paranaense e em articulação com a Associação Nacional de Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes), reverter no Congresso Nacional a proposta de redução linear de 18,2% nos limites orçamentários de custeio e investimento do Ministério da Educação, conforme o Projeto de Lei Orçamentária Anual 2021 (PLOA 2021).

A Universidade busca fazer adequações diante do corte linear de R$20,5 milhões em seu orçamento, incluindo os recursos destinados à assistência estudantil e a investimentos. Estão previstos impactos diretos nas despesas de serviços terceirizados, na manutenção de laboratórios, em diárias e passagens e na aquisição de equipamentos, além de afetar os programas institucionais de apoio ao ensino, à pesquisa e à extensão. A UTFPR iniciará os estudos, visando minimizar os efeitos para a comunidade universitária.

Assim que a análise for concluída, a Reitoria submeterá a proposta ao Conselho de Planejamento e Administração (Coplad) e ao Conselho Universitário (Couni), para apreciação e aprovação do orçamento para o exercício de 2021.

UTFPR durante a pandemia
Diante do cenário de suspensão de aulas presenciais, a UTFPR segue com atividades administrativas e didáticas não presenciais, junto a um programa de inclusão digital para 230 alunos de baixa renda, possibilitando o acesso à internet e a dispositivos eletrônicos.

Também continua com ações de pesquisa e extensão, inclusive para criar soluções e trazer doações no combate à Covid-19, atendendo cerca de 46 municípios do Paraná. Foram doadas mais de 11 mil máscaras de tecido, 9 mil máscaras-escudo, 2 mil cestas básicas, 12 mil litros de produtos saneantes e 21 mil litros de álcool 70%.

Além disso, os pesquisadores estão em ação constante no conserto de máquinas hospitalares e no desenvolvimento de dispositivos de desinfecção com tecnologia 100% nacional, ventiladores pulmonares de baixo custo, plataformas informativas e de ajuda na tomada de decisões de políticas públicas.

A Universidade também investe na implantação de dois laboratórios de análise biomolecular, nos Câmpus Dois Vizinhos e Toledo.