Home
/
Notícias
/
Últimas notícias
/
Tamo Junto
/
Conheça a jornada do egresso da UTFPR: de estudante a empresário

Conheça a jornada do egresso da UTFPR: de estudante a empresário

Publicado 5/5/2023, 10:10:43 AM, última modificação 5/5/2023, 4:06:26 PM
Junto com outro ex-aluno da Universidade e mais um amigo, Guilherme criou a Agroflux

Guilherme Diniz é formado pelo curso de Ciência da Computação

A UTFPR tem diferentes programas para abrir várias possibilidades para o futuro profissional de seus estudantes. Um deles é o Guilherme Castro Diniz, egresso do curso de Ciência da Computação.

Depois de terminar o ensino médio na rede pública, Guilherme veio para o Campus Campo Mourão em 2012. “No começo, eu senti a diferença, pois o ensino era muito mais puxado. Mas logo entrei para um círculo de amigos, fiz vários cursinhos que a própria Universidade oferece e consegui me adaptar muito bem”, conta.

No início, ele tinha alguns trabalhos temporários para poder se manter, mas isso mudou quando ele descobriu os programas da UTFPR. Guilherme pôde participar dos programas de monitoria e de recursos educacionais abertos. “Com a bolsa, pude me dedicar somente aos estudos, conseguindo inclusive fazer algumas publicações científicas”, relata.

Outra parte importante que ele conheceu foi o lado empresarial da Universidade: as empresas juniores (EJ). Junto com amigos, o egresso fundou a Haken em 2014, que está em atividade até hoje.

 “Ter sido um dos primeiros presidentes da empresa júnior na UTFPR aflorou em mim essa vontade de empreender"

Depois de se graduar, em 2016, Guilherme entrou para o mercado de trabalho, atuando na área de maquinário de plantio. Depois, ele passou no processo seletivo para trabalhar como professor substituto na própria UTFPR

Até que decidiu montar o próprio negócio: “Ter sido um dos primeiros presidentes da EJ aflorou em mim essa vontade de empreender. Então, em 2019, junto com meus amigos André, que é engenheiro agrônomo, e Rafael, que é engenheiro eletrônico também graduado na UTFPR, formamos a nossa empresa, chamada Agroflux”.

Com o conhecimento dos três profissionais, são criadas soluções tecnológicas para facilitar a vida do agricultor. Logo no 1º ano em operação, a empresa já conseguiu acesso ao mercado brasileiro e a alguns países da América do Sul. Atualmente, o empreendimento está crescendo, contando com quase 50 colaboradores. “Nós voltamos mais uma vez para a UTFPR para contratar pessoas com quem estudamos junto, os amigos que fizemos durante o curso”, diz. 

Para ele, tem sido importante manter esse networking outros cursos e o bom relacionamento com a Universidade, especialmente para o setor de Pesquisa e Desenvolvimento da empresa. O empresário conclui: “Eu cheguei aqui de Minas Gerais, basicamente com uma mão na frente e outra atrás, e tudo o que consegui hoje foi graças ao estudo”.

Vestibular UTFPR
Continua aberto, até 9 de maio, o período de inscrições para o Vestibular UTFPR, que volta como opção de ingresso após 13 anos e que oferta 3.007 vagas em 107 cursos. As provas serão aplicadas nas 13 cidades em que a UTFPR possui campus: Apucarana, Campo Mourão, Cornélio Procópio, Curitiba, Dois Vizinhos, Francisco Beltrão, Guarapuava, Londrina, Medianeira, Pato Branco, Ponta Grossa, Santa Helena e Toledo.

As inscrições devem ser feitas por meio do sistema da banca organizadora, Funtef-PR, com acesso direto pela página do Vestibular UTFPR – www.utfpr.edu.br/vestibular

Pelo menos metade das vagas oferecidas será destinada ao Programa de Ações Afirmativas, voltado aos cotistas. Para concorrer a elas, o candidato deverá ter cursado todo o ensino médio em escolas públicas. Há reserva de vagas para candidatos com renda familiar bruta per capita igual ou inferior a 1,5 salário mínimo, pretos, pardos ou indígenas e com deficiência.