Página Inicial
/
Notícias
/
Últimas notícias
/
UTFPR é a 1ª do Paraná e a 13ª do Brasil em empreendedorismo

UTFPR é a 1ª do Paraná e a 13ª do Brasil em empreendedorismo

Publicado 11/21/2023, 11:42:13 AM, última modificação 11/22/2023, 11:30:54 AM
A Universidade está na 13ª colocação geral e a 8ª entre as instituições públicas federais. Se considerarmos as instituições da Região Sul, a UTFPR aparece na 5ª colocação

Imagem: Freepik

Em mais uma edição do Ranking das Universidades Empreendedoras (RUE), a UTFPR é destaque entre as mais bem classificadas. A Universidade está na 13ª colocação geral e a 8ª entre as instituições públicas federais. Se considerarmos as instituições da Região Sul, a UTFPR aparece na 5ª colocação, e a 1ª do Paraná. O levantamento é realizado pela Confederação Brasileira de Empresa Juniores (Brasil Junior) e, ao todo, 108 universidades participaram, além de 31 Institutos Federais.

O ranking recebeu 34.646 respostas entre 6 de abril e 18 de setembro de 2023 e avaliou as seguintes dimensões das instituições: cultura empreendedora, extensão, internacionalização, inovação, infraestrutura e capital financeiro.

Confira as 13 primeiras colocações:

1º Universidade de São Paulo (USP)

2º Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP)

3º Universidade Federal de Viçosa (UFV)

4º Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)

 5º Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS)

6º Universidade Federal de Itajubá (UNIFEI)

7º Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR)

8º Universidade do Extremo Sul Catarinense (UNESC)

9º Universidade Comunitária da Região de Chapecó (UNOCHAPECÓ)

 10º Universidade Federal de Goiás (UFG)

 11º Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)

12º Universidade Federal de Lavras (UFLA)

 13º Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR)

Ranking Empresas Juniores

Outro destaque divulgado neste ano desta área é o da Federação das Empresas Juniores do Estado do Paraná (Fejepar). A UTFPR foi considerada a instituição paranaense com o maior número de empresas juniores (EJ), possuindo 34,5% do total de 142 no estado. O anúncio foi feito em maio deste ano.

Associações civis sem fins lucrativos, as empresas juniores são formadas e geridas por alunos de um curso superior, com orientação de professores e objetivos como fomentar o aprendizado prático do universitário em sua área de atuação e aproximar o mercado de trabalho das academias e dos acadêmicos.