Home
/
Notícias
/
Medianeira
/
Projeto de eficiência energética em parceria com a Itaipu Binacional

Projeto de eficiência energética em parceria com a Itaipu Binacional

Publicado 11/9/2023, 10:02:51 AM, última modificação 11/9/2023, 10:04:59 AM

No dia 5 de outubro, o Campus Medianeira assinou um convênio com a Itaipu Binacional e a FUNTEF, referente ao projeto de eficiência energética encaminhado pelo campus. O convênio, no valor total de R$ 2.880.000,00 (Dois Milhões e Oitocentos e Oitenta mil reais), com desembolso de 100% do valor por parte da Itaipu, contempla, além de melhorias no RU do campus (climatização e aquecimento de água para cozinha), a construção de até 3 usinas fotovoltaicas, que segundo projeto inicial, serão instaladas no Parque Científico e Tecnológico da UTFPR - CIENTECH e no campus Medianeira.

Segundo o Diretor-Geral do Campus, professor Claudio Leones Bazzi, o melhoramento da eficiência do sistema de climatização e aquecimento de água no RU, bem como a instalação das usinas solares, objetivam à otimização e substituição de equipamentos considerados ineficientes, do ponto de vista de consumo energético e a geração de própria energia fotovoltaica, de forma a atender às necessidades do campus, bem como do CIENTECH. Trata-se portanto, de uma ação que soma com a atual usina fotovoltaica que está sendo implementada atualmente (valor licitado de R$ 1.734.080,56), fazendo com que o campus Medianeira se torne praticamente auto suficiente, seguindo uma política importante de sustentabilidade, de conhecimento de todos.

O diretor destaca que, a partir da conclusão da execução do projeto, previsto para outubro de 2024, estima-se uma sensível redução no consumo de energia elétrica e um melhor aproveitamento dos recursos energéticos necessários para as atividades diárias do Campus Medianeira e CIENTECH. A economia prevista, que deve contemplar pelo menos 85% do valor gasto com energia elétrica atualmente e deverá ser destinada ao ensino, pesquisa e extensão, bem como à manutenção do campus.

A instalação de ambientes de produção de energia limpa, quer seja elétrica ou térmica, deste porte na universidade, além de ser uma vitrine de tecnologia e das parcerias firmadas, também pode ser considerado um laboratório vivo e contribuir significativamente para todos os cursos da instituição, tanto do ponto de vista técnico como no quesito sustentabilidade.

A Direção-Geral do campus agradece aos servidores que participaram da elaboração do projeto e aos envolvidos no atual processo de execução. Também reconhece que a obtenção do recurso pelo campus é mérito de todos.

Reportar erro