Bolsa CNPq

Publicado 3/23/2023, 11:31:25 AM, última modificação 3/31/2023, 10:16:34 AM
UTFPR Campus Pato Branco recebe outras três Bolsas Produtividade em Pesquisa

Foto: entrada do Campus PB.

Neste mês de março, o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) e o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) anunciaram o aumento do número de Bolsas de Produtividade em Pesquisa.

De acordo com dados oficiais, o total de bolsas PQ 2, destinadas a pesquisadores com, no mínimo, três anos de doutorado, passou de 2857 para 3357, contabilizando um aumento de 500 bolsas para docentes de todo o país.

A Universidade Tecnológica Federal do Paraná vinha pleiteando, junto ao CNPq, a elevação do número de bolsas destinadas aos pesquisadores da instituição. Com a nova seleção e repasse, cinco pesquisadores foram contemplados, sendo três do Campus Pato Branco.

Tratam-se dos professores Moeses Andrigo Danner, do Programa de Pós-Graduação em Agronomia; Rafael Cardoso, do Programa de Pós-Graduação em Engenharia Elétrica, e Vanderlei Aparecido de Lima, do Programa de Pós-Graduação em Tecnologia de Processos Químicos e Bioquímicos.

As pesquisas desenvolvidas pelo professor Moeses Andrigo Danner estão relacionadas a recursos genéticos de espécies frutíferas e florestais, buscando compreender sua caracterização, conservação e uso para melhoramento genético. Atualmente, desenvolve um projeto sobre caracterização, conservação e uso da diversidade genética de espécies frutíferas nativas da família Myrtaceae da Argentina, Brasil e Uruguai, além da obtenção de antioxidantes coloridos naturais extraídos de plantas com potencial de uso na indústria de alimentos. Faz parte do Grupo de Pesquisa Adaptação de Fruteiras de Clima Temperado em Regiões Subtropicais (Campus Pato Branco).

O professor Rafael Cardoso desenvolve pesquisa relacionada com sistemas de controle envolvendo conversores estáticos; sistemas de armazenamento de energia para aplicações grid-tied e off grid, além de redes inteligentes e qualidade de energia. Atualmente, possui projeto em andamento relacionado ao desenvolvimento de conversor bidirecional para gerenciamento da carga e descarga de baterias de Li-Ion, bem como, a criação de algoritmos de controle e gerenciamento de sistemas de armazenamento de energia utilizando baterias de Li-Ion. É membro do Grupo de Pesquisa Engenharia de Conversores Estáticos de Energia (Campus Pato Branco).

O professor Vanderlei Aparecido de Lima trabalha com a construção de modelos preditivos por meio de análise de imagens de extratos de plantas; análise de imagens de alimentos com adulteração e análise de dados de diversas origens. Entre os projetos em andamento, desenvolve pesquisa e análise de amostras ambientais, de alimentos e de plantas por meio de processamento digital de imagens, espectroscopia e aprendizado de máquina. Integra o Grupo de Estudo em Pesquisa de Produtos Naturais e Alimentos (Campus Pato Branco).