Home
/
Notícias
/
Pato Branco
/
Escola da Empregabilidade

Escola da Empregabilidade

Publicado 4/22/2021, 4:29:12 PM, última modificação 11/3/2022, 5:39:26 PM
Projeto de ensino da área de Administração visa a preparação dos estudantes para inserção no mercado profissional

Pensando em promover a preparação discente da UTFPR, Câmpus Pato Branco, para inserção no mercado profissional a partir de um programa educacional que possibilite a geração do autoconhecimento vocacional e profissional, análise e monitoramento da carreira profissional, o Departamento Acadêmico de Administração (DAADM), junto a empresa SunRH e seu fundador Hugo Liguori, serão os responsáveis pela implantação, execução e monitoramento do projeto de ensino “Escola da Empregabilidade”. Os recursos tecnológicos da plataforma Evolutio.online e direitos autorais das ferramentas serão cedidas pela SunRH em contrato de cooperação técnica entre a UTFPR e a empresa.

O lançamento do projeto foi marcado por uma live de abertura, realizada na última quarta-feira (14), e contou com a participação do Diretor-Geral do Câmpus Pato Branco, professor Idemir Citadin, a diretora de Graduação e Educação Profissional, professora Nilvânia Aparecida de Mello, o coordenador do Projeto, professor Rafael Kuramoto Gonzalez, o coordenador do Curso de Administração e membro do Projeto, professor Luciano Minghini, a professora do departamento acadêmico de Administração, Audrey Hausschildt Merlin, e os membros da Empresa SUN Human Capital, Hugo Liguori e Bruno Carrieri.

A transmissão abordou uma explicação genérica sobre o cerne do projeto, a metodologia e as etapas, além de um momento para solucionar as dúvidas enviadas pelos espectadores referentes aos prazos, ao público envolvido, entre outras.

Os criadores puderam explicar sobre a origem do projeto e o grande motivador por trás da iniciativa. Segundo Rafael, a origem surgiu a partir da relação de uma ex-aluna da universidade, a qual fez a conexão entre a UTFPR e a SUN HC. A justificativa deu-se a partir da enorme demanda que os professores da Área de Gestão de Pessoas do Câmpus Pato Branco, Rafael e Audrey, recebiam dos estudantes dos cursos de Administração e Engenharias para orientações sobre os primeiros passos no mercado de trabalho, tais quais a confecção dos currículos, realização de dinâmicas de grupo, entrevistas, processos seletivos para estágios, trainees, e empregos formais. “O projeto irá profissionalizar essas ações que já vinham sendo realizadas, e exponenciar a capilaridade, uma vez que antes o processo era feito de maneira individualizada, e agora o programa poderá beneficiar diversos alunos.”, explanou o professor Rafael.

Inicialmente, o projeto foi lançado aos alunos da graduação e pós-graduação do Câmpus Pato Branco e egressos, com inscrições abertas até 30 de abril, diretamente na página http://evolutio.online/utfpr/. No entanto, a participação será facultada a alunos e egressos de outros Câmpus da UTFPR, os quais poderão se inscrever de 26 de abril a 12 de maio, para que também possam participar do programa, o qual tem data para terminar, até outubro deste ano, dado o prazo de formação e preparação de alguns participantes, e da oferta dos projetos de trainee das grandes empresas do Brasil coincidirem com o cronograma da Escola da Empregabilidade.

Sobre o projeto

Em conformidade com a missão, visão e valores da UTFPR, este projeto de ensino mira os valores de “Tecnologia e Humanismo”, “Desenvolvimento Humano”, “Empreendedorismo e Inovação” e “Sustentabilidade”. Partindo do contexto de um mercado de trabalho e um contexto profissional e econômico com crescente competitividade e velocidade, é necessário que o profissional formado pela UTFPR tenha consciência de suas competências e habilidades.

O projeto é fundamentado a partir de uma proposta de ciclos de formação e mentoria, nas quais é possível estimular o autoconhecimento vocacional e profissional dos discentes participantes. Estes ciclos serão operacionalizados pela equipe executora do projeto com o apoio de um conjunto de ferramentas tecnológicas estruturadas em um programa de acompanhamento profissional desenvolvido pela SunRH, chamado EVOLUTIO.online ®. Este programa está dividido em 10 etapas de capacitação e orientação baseada nas atividades descritas a seguir e com um cronograma de execução já proposto, o qual poderá sofrer alterações, intervalos, ou postergação dos prazos por força das regras de controle da Covid-19:

Atividade 1: Instruções iniciais sobre o programa

Realizar-se-á um webinar ou palestra com o objetivo de atrair a atenção e interesse dos discentes, bem como dar instruções iniciais sobre como o programa será conduzido, desde o cadastro, acompanhamento das aulas, participação dos grupos privados nas redes sociais, contrapartida esperada.

Atividade 2: Acordo prévio de cooperação

O acordo prévio de cooperação é um documento online no qual o aluno anui em participar do programa, bem como em fornecer informações necessárias ao desenvolvimento e aprimoramento tanto da plataforma digital quanto dos cursos da universidade, por meio de pesquisas de satisfação e de opinião.

Atividade 3: Testes de Perfil

Serão disponibilizados aos alunos alguns assessments que o ajudarão a conhecer melhor seus pontos fortes, pontos de desenvolvimento e valores, o tripé essencial para se escolher bem uma carreira.

Atividade 4: Definição de Objetivos

Para aprofundamento na definição de objetivos, é introduzida a matriz SWOT Pessoal, para mapear forças e fraquezas internas versus oportunidades e ameaças externas. Complementarmente, é disponibilizada a Matriz de Oportunidades, uma planilha para ajudar o profissional a organizar a busca de vagas e o networking.

Atividade 5: Currículo e perfil do LinkedIn ®

Nessa etapa, a principal ferramenta de networking do mercado será apresentada, o LinkedIn. Os participantes serão instruídos no processo de criação de um perfil, como torna-lo atrativo aos olhos dos recrutadores, como fazer networking e como buscar vagas. Em se tratando do currículo, as instruções são focadas em como criar um currículo atrativo, mesmo para quem tem pouca ou nenhuma experiência profissional. Por fim, são apresentadas instruções sobre como o profissional pode valorizar o seu currículo e se apresentar adequadamente.

Atividade 6: Marketing Pessoal

Essa fase consiste na apresentação de técnicas e atividades de maneiras dos candidatos (discentes) apresentarem suas experiências pessoais e profissionais de forma condizente com os objetivos organizacionais e causar uma boa impressão nos contatos profissionais.

Atividade 7: Networking

Essa atividade visa o ensino de técnicas e formas dos discentes aproveitarem sua rede de contatos profissionais já existentes, bem como expandi-la.

Atividade 8: Busca de Oportunidades

Aqui, o discente é contextualizado nas ferramentas de busca de vagas. Para isso, são auxiliados a criar uma estratégia bem definida e alvos bem delineados para aumentar substancialmente a efetividade da busca.

Atividade 9: Dinâmicas de Grupo

Nas Dinâmicas de Grupo, as competências do profissional são testadas em simulações do dia a dia das empresas. Para seleção de profissionais em início de carreira, são uma das melhores formas de avaliação do comportamento do profissional e sua aderência ao perfil desejado para as vagas.

Atividade 10: Entrevistas

A etapa final objetiva o preparo do discente para a realização de uma entrevista de emprego.

A proposta dessas atividades é preparar os discentes da UTFPR, Câmpus Pato Branco, para os primeiros desafios no mercado de trabalho e também aumentar a taxa de estudantes empregados em posições alinhadas com a sua formação e/ou interesse. A partir disso, pretende-se criar uma base de dados com informações sobre o perfil profissional dos discentes do câmpus para fomentar possíveis melhorias no projeto pedagógico dos cursos de graduação. Ademais, como resultado indireto do projeto, a equipe executora intenta oferecer às Coordenações de Curso a opção de acompanhar a carreira do egresso e interagir com eles por meio da rede social LinkedIn.

O projeto será avaliado em 5 momentos. A cada turma encerrada, o projeto será avaliado da seguinte forma:

  1. Uma avaliação de satisfação dos discentes com o curso
  2. Uma avaliação de satisfação dos docentes com o curso
  3. Uma avaliação de satisfação da empresa fornecedora com o curso
  4. Criação de relatório de acompanhamento do progresso na carreira dos discentes
  5. Criação de relatório do perfil dos discentes para os coordenadores e a diretoria de graduação