Home
/
Notícias
/
Pato Branco
/
Pós-Graduação

Pós-Graduação

Publicado 3/1/2023, 4:18:19 PM, última modificação 3/3/2023, 4:21:02 PM
PPGDR dá início à defesa de suas primeiras teses de doutorado

Desde março de 2010, quando iniciou suas atividades enquanto programa de pós-graduação stricto sensu, o Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Regional (PPGDR) busca demonstrar sua relevância por meio de interações firmadas com a comunidade regional.

O trabalho realizado pelos docentes, discentes e servidores do programa, valorizado pela conquista recente da nota 5 na avaliação quadrienal da CAPES 2017/2022, possibilitou a abertura e oferta do curso de doutorado no ano de 2019, sendo agora celebrado por suas primeiras defesas de teses.

O Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Regional tem por objetivo construir um espaço para a reflexão das teorias e práticas que ocorrem no âmbito da interface sociedade e natureza, buscando produzir e difundir o conhecimento científico na perspectiva interdisciplinar, contribuindo com a formação de profissionais capazes de atuar na pesquisa, ensino e como agentes de desenvolvimento regional em bases sustentáveis. Atualmente, o programa possui 49 alunos desenvolvendo suas teses em diversas áreas do conhecimento humano.

Por se tratar de um programa interdisciplinar, o PPGDR possibilita o ingresso de profissionais via seleção pública em diversas áreas do conhecimento que possuam aderência às suas linhas de pesquisa.

As inscrições para ingresso ocorrem entre os meses de agosto e setembro, sendo divulgadas na aba editais do site institucional. Os discentes regularmente matriculados ainda podem candidatar-se para o processo de seleção e distribuição de Bolsas de Estudo, que ocorrem no início de cada ano, após a homologação e realização de matrículas.

No dia 08 de março de 2023, acontece a defesa da primeira tese, elaborada pela discente Gabriella Suzana Lorenzzon Maffioletti, orientada pelo professor Edival Sebastião Teixeira, que tem como título: Trabalho, ética e saúde mental: uma análise a partir das representações sociais de servidores públicos de uma Universidade.

O trabalho busca entender se a dimensão ética do trabalho se verifica no contexto da universidade pública e, se existe relação entre ela e a manutenção, ou incremento, da saúde mental dos servidores. Para isso, a proposta de pesquisa se baseia na psicodinâmica do trabalho, situando, também, a ética dentro da vida prática, ou seja, dentro de um contexto de contingência que é a própria vida. A banca tem início às 14h e é aberta à participação do público por meio do link.

No dia 09 de março de 2023, ocorre a defesa da tese elaborada pelo discente Antonio Carlos Mazzetti, orientado pela professora Marlize Rubin-Oliveira, com o título: Experiências de internacionalização da educação superior de/em casa no contexto de uma rede de pesquisa Latino-Americana.

O trabalho busca analisar experiências e vivências de membros de uma rede de pesquisa latino-americana, relacionando-as com movimentos de internacionalização da Educação Superior. Mais especificamente, a proposta visa analisar experiências de internacionalização desenvolvidas de/em casa, ou seja, no lugar de enunciação e produção de conhecimento, além das maneiras como tais experiências se desprendem de modelos hegemônicos impostos por uma racionalidade norte-euro centrada sobre a América Latina. Esta banca inicia às 14h do dia 09 de março, na modalidade a distância, sendo aberta para o público por meio do link.

Por fim,  no dia 24 de março, acontece a defesa da terceira tese, de autoria da doutoranda Suelyn Maria Longhi de Oliveira, orientada pela professora Maria de Lourdes Bernartt, intitulada: Certificação de Cidades na Rede Global Cidades e Comunidades Amigáveis à Pessoa Idosa, da Organização Mundial da Saúde (OMS): um Modelo de  Protocolo Brasileiro.

A partir de experiências brasileiras, o  trabalho propõe um modelo de protocolo para subsidiar o processo de certificação internacional de municípios na Rede Global, da OMS, contribuindo para auxiliar gestores e planejadores municipais, pesquisadores e sociedade civil no que tange à ampliação de ambientes amigáveis à pessoa idosa e a todas as idades. A banca tem início às 14h e é aberta à participação do público por meio do link.