Home
/
Notícias
/
Pato Branco
/
Saúde Mental

Saúde Mental

Publicado 4/9/2020, 4:58:30 PM, última modificação 11/3/2022, 5:39:00 PM
Especialistas da área de Psicologia do Trabalho dos Câmpus Pato Branco e Dois Vizinhos, divulgam aos servidores recomendações relacionadas ao teletrabalho em tempos de Covid-19

Arte de divulgação do material com recomendações para servidores durante teletrabalho

O período de isolamento e teletrabalho despertam preocupações referentes à saúde, segurança e bem-estar do trabalhador, e realizar as atividades pode ser uma tarefa difícil durante este período de mobilização para evitar o contágio do coronavírus.

O local de trabalho passa a ser a residência, sendo desafiador e importante a cada um encontrar a maneira de atender às demandas de trabalho, sabendo que muitas vezes a produtividade não será a mesma.

Nesse contexto, a adoção de novos hábitos em prol da relação saudável com o próprio corpo e mente, e a adaptação dos servidores ao homeoffice, levou especialistas da área de Psicologia do Trabalho, da Coordenadoria de Gestão de Recursos Humanos, dos Câmpus Pato Branco e Dois Vizinhos, a desenvolverem o material denominado "Servidores UTFPR e Teletrabalho em tempos de COVID-19".

As informações constantes no informativo produzido pelas psicólogas do trabalho, Gisele Cristina Voss (Câmpus Pato Branco) e Danieli Ghedin Sartori (Câmpus Dois Vizinhos), sugerem ações para os períodos de isolamento social com foco na saúde mental, como a adoção de novos cuidados e adaptações na rotina da casa, do teletrabalho, conciliando as atividades e convivência com as crianças, jovens, cônjuge, e/ou idosos em casa, bem como longe da família. Contempla, também, sugestões e orientações para momentos de intervalo do homeoffice.

A iniciativa das psicólogas em compartilhar as recomendações vem ao encontro de uma situação de realidade inesperada, porém real e vivenciada pela maioria dos servidores, inclusive por elas. “Ao elaborar o material, buscamos promover uma reflexão sobre a realidade que estamos vivenciando. Não é um momento planejado, mas sim emergencial e necessário para auxiliarmos na prevenção de nossa saúde e dos demais. As informações sobre o COVID-19 e as consequências na sociedade geram um clima de tensão que influencia diretamente na saúde emocional de todos. Desta forma, pensar na melhor adaptação do teletrabalho com a realidade de cada um, é uma forma de minimizar um pouco o sofrimento psíquico ocasionado por este período de incertezas”, relatou a psicóloga Gisele.

Para Danieli, a motivação em produzir o material informativo surgiu pela demanda e pela própria experiência. “Tentando me adaptar a essa nova rotina de trabalho, cuidar da família, da casa, do relacionamento, me coloquei no lugar de todos os colegas, e pensei em como estariam se sentindo”, declarou. Segundo ela, também, já haviam surgido demandas de atendimento Psicológico. “Então, em conversa a Gisele, pensei que poderíamos juntas contribuir para expor que todos estão passando por dificuldades, mas que também podemos aprender muito com essa situação, e estreitar vínculos muito importantes”, declarou.

O material elaborado "Servidores UTFPR e Teletrabalho em tempos de COVID-19" foi divulgado via broadcast a todos os servidores e alunos. 

Reportar erro