Home
/
Notícias
/
Ponta Grossa
/
Menção Honrosa

Menção Honrosa

Publicado 10/8/2020, 9:15:00 AM, última modificação 10/9/2020, 8:33:13 AM
Estudante formado no câmpus Ponta Grossa da UTFPR recebe prêmio CAPES de tese 2020

O Prêmio CAPES de Tese reconhece os melhores trabalhos de conclusão de doutorado defendidos em programas de pós-graduação brasileiros. Em 2020, na área de Engenharias IV (Elétrica e Biomédica), o vencedor foi o estudante José Rodolfo Galvão, Doutor pelo Programa de Pós-Graduação em Engenharia Elétrica e Informática Industrial (CPGEI - Curitiba), e egresso do curso de Tecnologia em Automação Industrial do câmpus Ponta Grossa da Universidade Tecnológica Federal do Paraná - UTFPR.

A tese premiada possui o título de “Aplicações de sensores a fibra óptica integrados em materiais compósitos”, e teve a orientação do professor Cicero Martelli e co-orientação do professor Jean Carlos Cardozo da Silva. Para a premiação, são levados em consideração os seguintes critérios: originalidade do trabalho, relevância para o desenvolvimento científico, tecnológico, cultural, social e de inovação e o valor agregado pelo sistema educacional ao candidato.

O trabalho apresentou resultados da aplicação de materiais compósitos utilizando sensores a fibra óptica baseados em redes de Bragg (FBG), na área de biomecânica humana e de animais. Na biomecânica humana, dois modelos de próteses para amputados de membros inferiores foram desenvolvidos, contribuindo para a criação de uma nova ferramenta para avaliação do projeto de próteses, reabilitação de pacientes amputados e avaliação do desempenho de atletas. Na biomecânica animal, desenvolveram-se ferraduras para equinos; possibilitando a identificação de padrões de andadura e buscando evitar patologias relacionadas ao casco do animal.

No início de seu percurso, o que despertou o interesse de José Rodolfo foi a multidisciplinaridade do tema. “Durante o mestrado e doutorado tive a oportunidade de atuar em áreas diversas como, por exemplo, Engenharia Fotônica, Elétrica, de Materiais e na Biomecânica”, relatou o autor premiado; que também descreve àqueles que pretendem seguir passos similares aos seus: “É um caminho longo a ser percorrido. Para vencer todas as etapas precisamos investir muitas horas de estudo, mas a cada etapa conquistada ganhamos motivação para seguir em frente. Por fim, digo que é uma escolha gratificante pois abre um leque muito grande de conhecimento e de oportunidades”. 

José Rodolfo Galvão conquistou a premiação com sua tese, apresentada no ano de 2019. Atualmente ele realiza residência pós-doutoral no CPGEI. Graduado na UTFPR Câmpus Ponta Grossa, no ano de 2011, possui interesse e trabalha com as áreas de Fotônica (fibras ópticas, dispositivos ópticos para comunicação, sensores ópticos), Engenharia de Materiais (compósitos poliméricos), Biomecânica, Automação Industrial, Eletrônica e Elétrica.

Mostrando-se muito satisfeito com a menção honrosa recebida pelo seu trabalho, José Rodolfo reforça que “esse é o resultado de toda dedicação e tempo investido na pesquisa; um orgulho e motivação para continuar nesta linha. Também gostaria de destacar a importância dos cursos superiores de tecnologia da UTFPR, que formam ótimos profissionais com capacidade de atuar em diversos campos, seja na indústria ou meio acadêmico”.