Home
/
Notícias
/
Ponta Grossa
/
Pandemia de solidariedade

Pandemia de solidariedade

Publicado 4/27/2020, 8:32:17 AM, última modificação 11/7/2022, 11:25:44 AM
Após um mês de suspensão das atividades letivas, ações voluntárias para o combate ao COVID-19 continuam

Que todos temos responsabilidade para conter a disseminação do COVID-19 já está claro, o que muitos servidores e estudantes da UTFPR Ponta Grossa tem feito é extrapolar sua responsabilidade individual e colaborar com a proteção e bem-estar de muitos cidadãos comuns e dos profissionais de saúde. São exemplos de atividades solidárias a produção de protetores faciais, produção de álcool em gel, um aplicativo que reúne voluntários e meios on-line para arrecadação de produtos de limpeza. Boas ações unidas em prol da sociedade. 

O professor Rui Tadashi, em meio a tantas ações, destaca a importância da cooperação. Próximos às 1400 unidades de protetores faciais produzidos, como coordenador do projeto, Rui explica que “tudo começou com uma empresária, ela possui um café na praça central da cidade, não teria ligação direta com a questão, mas ela iniciou a produção, nos procurou, reuniu instituições e faz repasses para entidades de saúde”. Com esta ação, as doações já chegaram à Guarda Municipal, ao Departamento Penitenciário, a um hospital e unidades de saúde da cidade de Franca (SP) e também ao SAMU de Cianorte (PR).

Com o passar dos dias de isolamento e novas necessidades surgindo, algumas pessoas migraram as atividades de auxílio que realizam através da UTFPR PG. É o caso do professor Matheus Postigo, que após produzir e doar e mais de 400 litros de álcool em gel, agora passa a também à produção de protetores faciais de acetato, uma ação com a incubadora institucional. Com a chegada de uma nova impressora 3D, a produção inicia na última semana de abril, com uma previsão de 12 unidades produzidas diariamente.

O crescimento constante de demandas e pessoas interessadas em auxiliar, não importa a forma, foi também uma das principais motivações para a criação do SOS Pandemia, como explica um dos idealizadores da ferramenta, o doutorando Hernani Batista da Cruz. Todos podem acessar o site (sospandemia.org) e visualizar as necessidades cadastradas pelas diversas entidades que combatem o COVID-19.

E para algumas pessoas, apenas as redes sociais já existentes são o bastante para reunir um grupo de voluntários. Como foi o caso do professor Joaquim Mira Jr., que enviou mensagens particulares aos seus contatos nas redes sociais on-line e assim conseguiu reunir 120 kits de higiene, posteriormente distribuídos a famílias em situação de vulnerabilidade social. Os kits continham sabonetes, água sanitária, papel higiênico, entre outros itens básicos para a higiene e saúde de todos.

A própria UTFPR PG, perante a situação que se apresenta, fez a doação de vários gêneros alimentícios para uma APAE (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais) do município de Ponta Grossa. Os alimentos já estavam comprados pela universidade e foram repassados,  já que os servidores estão em isolamento social. Com esta iniciativa a APAE recebeu aproximadamente 150 litros de leite, cerca de 25 litros de suco, 10kg de doce de banana, 10 kg de café, entre outros.

Estas são apenas algumas das ações que tem acontecido, entre outras como capacitações on-line criadas pelos centros acadêmicos, workshops e dicas passadas pelos projetos de extensão e outras atividades criadas pelos próprios estudantes para que este momento de isolamento durante a pandemia seja o mais leve possível. E você, o que tem feito para manter sua saúde física e mental neste período?