Notícias
/
Santa Helena
/
Campus Santa Helena celebra convênio com ITAIPU

Campus Santa Helena celebra convênio com ITAIPU

Publicado 5/2/2023, 10:58:56 AM, última modificação 5/2/2023, 11:06:54 AM
O Convênio de cooperação técnica e financeira visa a implantação do Núcleo de Referência em Tecnologias Espaciais (NORTE) na UTFPR Campus Santa Helena.

Na última quinta-feira, dia 27 de abril de 2023, foi assinado pela ITAIPU Binacional o convênio de cooperação técnica e financeira entre a hidrelétrica, a Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR-SH) campus de Santa Helena e a Fundação de Apoio à Educação, Pesquisa e Desenvolvimento Científico e Tecnológico da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (FUNTEFPR).

A finalidade do convênio é a cooperação entre as instituições para a implantação do Núcleo de Referência em Tecnologias Espaciais (NORTE), cujas instalações serão na UTFPR campus de Santa Helena.

O convênio viabilizará a implantação de uma estação GNSS (Global Navigation Satellite System) na região central do Reservatório e permitirá o desenvolvimento de pesquisas aplicadas com foco na melhoria de processos relacionados às geotecnologias e contribuirá para a formação acadêmica de pessoas em uma área do conhecimento em contínua expansão e com carência de mão de obra.

De acordo com João Paulo Bueno do Prado, Gerente da Divisão de Estudos da ITAIPU (ODRE.CD), “os resultados dessas pesquisas beneficiarão diretamente às ações da ITAIPU nas bacias hidrográficas e para a segurança hídrica da produção de energia, além de impactar o desenvolvimento regional”. 

A diretora-geral do campus Santa Helena da UTFPR, Arlete Beuren, destaca que “a infraestrutura laboratorial a ser construída será utilizada pelo NORTE em ações realizadas em parceria com a universidade, como, por exemplo, atividades desenvolvidas no Refúgio Biológico de Santa Helena e na Faixa de Proteção”.

Ressalta-se que além do fortalecimento na parceria entre as instituições envolvidas e do conhecimento a ser gerado, o projeto contribuirá significativamente em âmbitos estadual e nacional para a ampliação da rede das estações GNSS, que materializam o SIRGAS (Sistema de Referência Geocêntrico para as Américas).