Notícias
/
Santa Helena
/
Estudo do PPGRNS destaca a relação entre capoeira e recursos naturais na Revista Botânica Pública

Estudo do PPGRNS destaca a relação entre capoeira e recursos naturais na Revista Botânica Pública

Publicado 5/19/2023, 9:57:59 AM, última modificação 5/19/2023, 10:16:50 AM
Artigo publicado é um desdobramento de uma dissertação de mestrado do Programa de Pós-Graduação em Recursos Naturais e Sustentabilidade e foi escrito pelo egresso Jair Silva Hartmann e os professores Eduarda Maria Schneider e Leonardo Biral.

A Revista Botânica Pública publicou, em sua última edição, uma matéria que destaca a importância das espécies vegetais utilizadas na capoeira. O artigo é o desdobramento de uma dissertação de mestrado no Programa de Pós-Graduação em Recursos Naturais e Sustentabilidade (PPGRNS) da UTFPR Santa Helena, do pesquisador Jair Silva Hartmann, e contou com a participação dos docentes do curso de Ciências Biológicas Eduarda Maria Schneider e Leonardo Biral, com apoio do herbário SHPR.

A pesquisa de mestrado de Hartmann avaliou a capoeira como uma ferramenta eficaz de Educação Ambiental. Além disso, promoveu oficinas que ensinaram a confecção de berimbaus e acessórios utilizando recursos naturais obtidos junto aos participantes do projeto social "Capoeira Ginga Santa Helena". Esse projeto oferece aulas gratuitas de capoeira para a comunidade do município de Santa Helena, e conta com a parceria da UTFPR por meio de um projeto de extensão. As atividades são ministradas todas as segundas e quartas-feiras, das 19h às 20h30, na comunidade da Igreja de São Cristóvão, na Avenida Brasil (Baixada Amarela).

Dentre os principais pontos abordados no artigo publicado na revista, destaca-se o levantamento das espécies vegetais mais utilizadas na capoeira, principalmente na confecção dos instrumentos característicos, como o berimbau e o caxixi. A pesquisa revelou uma ampla variedade de espécies vegetais empregadas nessa manifestação cultural, ressaltando a regionalização das espécies usadas, pois a depender da localidade, as espécies variam conforme a composição da flora e conhecimento popular local.

A publicação desse estudo na Revista Botânica Pública, uma revista de divulgação científica que conta com a parceria de renomadas universidades do país, reforça o compromisso da UTFPR em promover a pesquisa de qualidade e a conexão entre academia e sociedade.

Para conferir o artigo completo acesse a Revista Botânica Pública. A pesquisa representa mais um passo na valorização e compreensão da capoeira como patrimônio cultural e na conscientização sobre a importância da conservação dos recursos naturais.