Home
/
Apresentação

Apresentação

Publicado 12/6/2017, 3:06:50 PM, última modificação 1/28/2019, 5:36:53 PM

Sobre o Curso

O Curso de Bacharelado em Engenharia de Computação do Câmpus Cornélio Procópio tem como objetivo geral formar recursos humanos capacitados a exercer atividades profissionais relacionadas com áreas que constituem interface entre Ciência da Computação e Engenharia Elétrica. A primeira turma do curso de Engenharia de Computação da UTFPR de Cornélio Procópio se iniciou em 2010. O reconhecimento do curso foi realizado em 2016.

Atuação

O profissional formado em Engenharia de Computação pode atuar no mercado de trabalho nas seguintes áreas:

    1. Gestão, supervisão, coordenação, orientação técnica;
    2. Coleta de dados, estudo, planejamento, projeto, especificação;
    3. Estudo de viabilidade técnico-econômica e ambiental;
    4. Assistência, assessoria, consultoria;
    5. Direção de obra ou serviço técnico;
    6. Vistoria, perícia, avaliação, monitoramento, laudo, parecer técnico, auditoria, arbitragem;
    7. Desempenho de cargo ou função técnica;
    8. Treinamento, ensino, pesquisa, desenvolvimento, análise, experimentação, ensaio, divulgação técnica, extensão;
    9. Elaboração de orçamento;
    10. Padronização, mensuração, controle de qualidade;
    11. Execução de obra ou serviço técnico;
    12. Fiscalização de obra ou serviço técnico;
    13. Produção técnica e especializada;
    14. Condução de serviço técnico;
    15. Condução de equipe de instalação, montagem, operação, reparo ou manutenção;
    16. Execução de instalação, montagem, operação, reparo ou manutenção;
    17. Operação, manutenção de equipamento ou instalação; e
    18. Execução de desenho técnico.

Ficha resumida do curso

Turno: Manhã e tarde
Duração: 5 anos
Carga Horária Total do Curso: 4.015 horas
Estágio Curricular: 400 horas
Vagas por semestre: 44
Titulação: Engenheiro de Computação
Início das Atividades: 1º semestre/2010

Autorização e Reconhecimento

Aprovado o funcionamento pela Resolução nº 90/09 – COEPP, de 11/09/2009.

- Autorização: Portaria MEC nº 390/10, de 20/04/2010

- Reconhecimento: Portaria MEC nº 54/16 de 09/03/2016