Estágio

Publicado 10/2/2018, 4:13:25 PM, última modificação 2/8/2023, 2:46:08 PM

O estágio é uma experiência prática de aprendizado, realizada pelo estudante de nível superior, como parte de seu currículo acadêmico. O objetivo de um estágio é fornecer ao estudante uma oportunidade para aplicar os conhecimentos teóricos, adquiridos, durante seu curso, em um ambiente de trabalho real. Os estudantes podem trabalhar em empresas, ou na universidade, sendo supervisionados por profissionais experientes. Além disso, os estágios podem ajudar os estudantes a adquirir habilidades práticas, construir relacionamentos profissionais e desenvolver sua rede de contatos. Em alguns casos, os estágios também podem levar a uma oferta de emprego após a graduação.

Destaca-se que o Estágio Curricular Obrigatório é uma disciplina obrigatória dos Cursos Superiores de Graduação e tem por finalidade a complementação do ensino e da aprendizagem, adaptação do estudante à sua futura atividade profissional, treinamento do estudante para facilitar sua absorção pelo mercado de trabalho e orientação do estudante, na escolha de sua especialização profissional.

Professor responsável pelo Estágio 

Prof. Robson Luiz Schiefler e Silva
robson@utfpr.edu.br

Quem pode fazer Estágio?

Todo aluno regularmente matriculado no curso de Tecnologia em Sistemas de Telecomunicações pode realizar o Estágio Não Obrigatório, a partir do primeiro período do curso. É importante ressaltar que todos os estágios deverão ocorrer em atividades correlatas ao curso.

Estágio Não Obrigatório

  • Esse tipo de estágio poderá ser realizado até o final do curso;

  • Pode ocorrer a partir do primeiro período do curso;

  • Não poderá ser validado posteriormente como Estágio Obrigatório (pode apenas contar como atividade complementar);

  • Tem que ser remunerado;

  • Não poderá ocorrer por mais de dois anos na mesma empresa;

  • Tem que ser na área do curso;

  • Pode ocorrer na própria UTFPR ou em empresas cadastradas.

Estágio Curricular Obrigatório

O estágio obrigatório é uma exigência do curso de nível superior, para que o aluno complete um período determinado de estágio, antes de se formar. Esse tipo de estágio é visto como uma forma de complementar o aprendizado teórico do aluno, ajudando-o a adquirir habilidades práticas e aplicar seus conhecimentos, em um ambiente de trabalho real.

Pode ocorrer a partir do 2º período e totalizar um mínimo de 360 horas.

Tipos de Estágio Curricular Obrigatório 

  • Estágio convencional (mínimo de 360 horas);

  • Estágio por meio de atuação, oficial, em programas de incentivo à pesquisa científica, à extensão e inovação e ao desenvolvimento tecnológico;

  • Estágio curricular obrigatório por meio de atividades profissionais;

  • Estágio no exterior;

  • Validação de estágio por meio de atividades profissionais exercidas há pelo menos 12 meses a partir do quarto período do curso.

 Para verificar a possibilidade de validação de estágio, consulte o Professor responsável pelo estágio – PRAE.

Procedimentos padrão, para realização de estágios 

Tenha em mente que existem prazos. Considere como um prazo razoável, para a apresentar a documentação necessária para realização de estágio, dez dias corridos, antes do início do mesmo. 

A documentação necessária, para realização de estágio, é constituída de dois documentos:

  • Termo de Compromisso de Estágio – TCE: Esse é o documento pelo qual uma pessoa jurídica (empresa, associação, órgão público, etc.) contrata um estudante (estagiário) – para desenvolver atividades, em preparação para o mercado de trabalho, sem gerar vínculo empregatício. 

  • O Plano de estágio – PE: Deve ser elaborado em conjunto com o Professor Orientador, a ser convidado, pelo aluno. O modelo mais atualizado de Plano de estágio, encontra-se na área de estágio da UTFPR.

Para realizar um estágio o aluno deve estar cadastrado, no portal da área de estágios da UTFPR. 

Concluindo, lembre-se que a documentação carrega a sua “marca pessoal”. Portanto, trate-a com zelo. Digitalize os documentos de forma adequada e verifique, sempre, as assinaturas. Nunca é demais salientar que, após a primeira assinatura, o documento não pode mais ser alterado.

Sempre, em caso de dúvidas, mande uma mensagem para o e-mail do PRAE.