Disciplinas

Publicado 1/9/2017, 9:31:17 AM, última modificação 3/11/2024, 12:39:50 PM

DISCIPLINAS OBRIGATÓRIAS

Metodologia de Pesquisa

Código: PGEA03

Créditos: 3

Carga Horária: 45

Obrigatória: Sim

Ementa

Natureza do trabalho científico. Aprendizado de ferramentas de pesquisa bibliográfica e seus desdobramentos na metodologia científica. Iniciação à escrita de  Projetos de Pesquisa. Técnicas da escrita científica. Introdução aos Artigos Científicos. Normas vigentes nas Instituições de Ensino e Pesquisa no Brasil e na Associação Brasileira de Normas Técnicas.

Bibliografia

Portais eletrônicos CAPES (ISI, Scielo, Scopus, etc.)
Sites CNPq

AGRIA Faria Alexandre. Metodologia Científica-Princípios e fundamentos. 3ª edição. Blucher 2021

FLICK, U. Introdução à metodologia de pesquisa: um guia para iniciantes. Porto Alegre: Penso, 2013.Disponível em: https://www.academia.edu/44505059/Introducao_a_Metodologia_de_Pesquisa_Um_Guia_para_Iniciantes_pdf

PRODANOV, C. C.; FREITAS, E. C. de. Metodologia do trabalho científico: métodos e técnicas da pesquisa e do trabalho acadêmico. 2. ed. Novo Hamburgo: Feevale, 2013. Disponível em: http://www.feevale.br/Comum/midias/8807f05a-14d0-4d5b-b1ad-1538f3aef538/E-book%20Metodologia%20do%20Trabalho%20Cientifico.pdf

 MAZUCATO, Thiago (Org.). Metodologia da pesquisa e do trabalho científico. Penápolis: FUNEPE, 2018. Disponível em: http://funepe.edu.br/arquivos/publicacoes/metodologia-pesquisa-trabalho-cientifico.pdf

 PEREIRA, Adriana Soares. Metodologia da pesquisa científica. Santa Maria, RS: UFSM, 2018.Disponível em: https://repositorio.ufsm.br/bitstream/handle/1/15824/Lic_Computacao_Metodologia-Pesquisa-Cientifica.pdf?sequence=1

Estatística Aplicada

Código: PGEA06

Créditos: 3

Carga Horária: 45

Obrigatória: Sim

Ementa

Representações gráficas. Medidas de posição e dispersão. Variáveis aleatórias. Distribuições de probabilidades discreta e contínua. Intervalos de confiança. Testes de hipóteses paramétricos para uma ou duas amostras. Análise de variância (delineamentos inteiramente casualizado, em bloco e fatorial). Modelos de regressão simples e múltiplo. Modelos de classificação. Análise de agrupamento.

Bibliografia

BRUCE, A., & BRUCE, P. (2019). Estatística Prática para Cientistas de Dados. Alta Books
TOLEDO, Geraldo Luciano e OVALLE, Ivo Izidoro. Estatística Básica. 2 ed. São Paulo: Atlas, 2008.
MONTGOMERY, Douglas C.; RUNGER, George C. Estatística aplicada e probabilidade para engenheiros. 5. ed. Rio de Janeiro, RJ: LTC, 2012
HAIR, Joseph F. et al. Análise multivariada de dados. 6. ed. Porto Alegre, RS: Bookman, 2009.

DISCIPLINAS ELETIVAS 

 Seminários

Código: PGEA02

Créditos: 2

Carga Horária: 30

Obrigatória: Não

Ementa

 Aspectos gerais da apresentação oral: Nível, conteúdo e tempo adequado à audiência.  Formas e recursos visuais eficientes para capturar a atenção da audiência. • Diagramação de slides (estilo, letra, fontes, cores, etc.).  Escolha de elementos gráficos: Figuras, tabelas, diagramas, vídeos.  Organização do conteúdo: Título, contextualização da pesquisa, métodos, resultados, conclusões e impacto da pesquisa, créditos a colaboradores e agências de fomento. Relacionando-se com a audiência: Postura, tom de voz, interação com perguntas e críticas. Apresentação, discussão e avaliação do projeto de dissertação de Mestrado dos alunos.  Apresentação pelos alunos e/ou convidados os estudos atuais nas áreas de concentração do Programa. Participação das discussões gerais sobre os temas apresentados e os diversos projetos de dissertação em andamento.

Bibliografia

ALLEY, M. The Craft of Scientific Presentations: Critical Steps to Succeed and Critical Errors to Avoid. Springer, 2013. 

HARMON, J.E.; GROSS, A.G. The Craft of Scientific Communication. University of Chicago Press, 2010. 

ALLEY, M. The Craft of Scientific Writing. Springer, 2018.  REYNOLDS, G. Presentation Zen: Simple Ideas on Presentation Design and Delivery. New Riders, 2011. 

Artigos em periódicos nacionais e internacionais, escolhidos de acordo com o  tema apresentado. Peletrônicos CAPES (ISI, Scielo, Scopus, etc.), SciFinder, Web of science e Pub Med.

 

Degradação de Compostos Orgânicos

Código: PGEA07

Créditos: 3

Carga Horária: 45

Obrigatória: Não

Ementa

Conceito de biodegradação de compostos orgânicos. Classificação dos compostos orgânicos tóxicos. Fontes de poluentes orgânicos. Métodos de extração. Métodos de identificação: espectrometria de massas e espectroscopia de infravermelho. Enzimas envolvidas na biodegradação. Mecanismo de degradação de xenobióticos: hidrocarbonetos poliaromáticos, clorolignina, pesticidas, fenóis clorados e corantes. Biorremediação: princípios e estratégias. Exemplos de Aplicações.

Bibliografia

Spiro, Thomas G.; Purvis-Roberts, Kathleen L.; Stigliani, William M. 2012.Chemistry of the environment. UniversityScience Books, Canada, 615 p.
BAIRD, Colin; CANN, Michael. Química ambiental. 4. ed. Porto Alegre: Bookman, 2011. xi, 844 p.
SOLOMONS, T. W. Graham; FRYHLE, Craig B. Química Orgânica. 8 ed. Rio de Janeiro: LTC, 2005. v. 1 e 2.
MANO, Eloisa Biasotto; SEABRA, Affonso do Prado. Práticas de química orgânica. 3 ed. São Paulo: Edgard Blücher, 1987.
PAVIA, Donald L; LAMPMAN, Gary M.; KRIZ, George S.; ENGEL, Randall G. Química orgânica experimental: técnicas de escala pequena. 2. ed. Porto Alegre: Bookman, 2009.
SILVERSTEIN, R.M. Identificação espectroscópica de compostos orgânicos. 6 ed. Rio de Janeiro: LTC, 2000.

Redação de Artigo Científico

Código: PGEA08

Créditos: 2

Carga Horária: 30

Obrigatória: Não

Ementa

 1. Por onde começar? Tipos de artigos científicos, periódicos internacionais. Como fazer uma boa revisão da literatura. 2. Elaboração de um artigo científico. Escolha do tema e objetivos a serem cumpridos. A língua inglesa e desafios de uma boa redação. Ferramentas que podem auxiliar para redação de um bom texto. Devo escrever o texto em inglês? 3. Quais termos devem ser evitados na redação de um artigo científico. Estrutura de um artigo científico. 4. Artigo científico preparado a partir de resultados experimentais. Artigo investigativo. 5. Como escrever um artigo científico de revisão a partir de dados já descritos na literatura. 6. Plágio na redação. 7. Redação de um artigo científico. Revisão do texto. É o momento certo de submeter o meu artigo? Em qual revista irei fazer a submissão? 8. Proposta de um artigo científico. Os alunos participarão da redação de um artigo científico juntamente com o professor da disciplina.

Bibliografia

Elisabeth Blandford. How to write the best research paper ever. United Sates of America, Bloomington, Indiana, 2009. ISBN: 978-1-4389-0949-3 2. Beverly Ann Chin. How to write a great research paper. United Sates of America, New Jersey, 2004. ISBN: 0-471-43154-0 

Air Pollution And Climate Change

Código: PGEA09

Créditos: 3

Carga Horária: 45

Obrigatória: Não

Ementa

Tempo e clima. Escalas espaço-temporais da climatologia. Sistema climático terrestre: definição, componentes e características. Ciclo global do carbono. Mudanças climáticas no passado. Evidências das mudanças climáticas atuais. Aquecimento global: definição e indicadores globais. Bases físicas das mudanças climáticas. Composição atmosférica e balanço radiativo da terra. Conceitos de forçamento radiativo e potencial de aquecimento global. Inventários de emissões de gases de efeito estufa e poluentes climáticos de vida curta. Regulamentações ambientais e estratégias de redução da poluição do ar e mudanças climáticas.

A disciplina pode ser ofertada em português, inglês ou espanhol, dependendo da demanda

Bibliografia

Ahrens, C.D. Meteorology Today: An Introduction to Weather, Climate, and the Environment, 9th edition, Ed. Brooks/Cole, 2009 (ISBN-13: 9780495555735).

Boucher, O. Atmospheric Aerosols: Properties and Climate Impacts, Ed. Springer, 2015 (ISBN-13: 9789401796941).

Bradley, R.S. Paleoclimatology: Reconstructing Climates of the Quaternary, International Geophysics Series vol. 68, 2nd edition, Ed. Elsevier, 1999 (ISBN: 012124010X).

Harvey, L.D.D. Global Warming: The Hard Science, Ed. Prentice Hall, 2000 (ISBN-13: 978- 0582381674).

IPCC, 2021: Climate Change 2021: The Physical Science Basis. Contribution of Working Group I to the Sixth Assessment Report of the Intergovernmental Panel on Climate Change [Masson-Delmotte, V., P. Zhai, A. Pirani, S.L. Connors, C. Péan, S. Berger, N. Caud, Y. Chen, L. Goldfarb, M.I. Gomis, M. Huang, K. Leitzell, E. Lonnoy, J.B.R. Matthews, T.K. Maycock, T. Waterfield, O. Yelekçi, R. Yu, and B. Zhou (eds.)]. Cambridge University Press, Cambridge, United Kingdom and New York, NY, USA, 2391 pp. doi:10.1017/9781009157896.

Mackenzie, F.T. Our Changing Planet: An Introduction to Earth System Science and Global Environmental Change, 4th edition, 2010 (ISBN-13: 978-0321667724).

Seinfeld, H.J.; Pandis, N.S. Atmospheric Chemistry and Physics: From Air Pollution to Climate Change. New York, Ed. John Wiley & Sons, Inc., 2016 (ISBN: 9781118947401).

Wallace, J.M.  and Hobbs, P.V. Atmospheric Science: An Introductory Survey, International Geophysics Series vol. 92, 2nd edition, Ed. Elsevier, 2006 (ISBN-13: 9780127329512).

 Artigos científicos publicados em periódicos indexados internacionais.

Tratamento de Água e Técnicas Alternativas 

Código: PGEA10

Créditos: 3

Carga Horária: 45

Obrigatória: Não

Ementa

Introdução. Generalidades sobre sistemas de tratamento de água (Histórico, critérios de qualidade, mecanismos legais). Processo de coagulação/floculação/sedimentação (conceitos e funcionamento, conceito de tecnologia de baixo custo). Processos alternativos de filtração. Filtração Lenta e Filtração em Múltiplas Etapas (Descrição, Dimensionamento, Operação e Projeto. Tecnologias alternativas de Desinfecção. Projeto e desinfecção por radiação solar (SODIS). Uso de coagulantes orgânicos e inorgânicos para tratamento da água. Critérios de Projeto. Estudo de casos. 

Bibliografia

APHA, AWWA, WEF. Standard Methods for the Examination of Water and Wastewater:
22nd edition. American Public Health. 2012.
Di BERNARDO, l. DANTAS, A.B. Métodos e Técnicas de tratamento de água segunda edição São Carlos, 2005. Volume 1. 792p.
Di BERNARDO, l. DANTAS, A.B. Métodos e Técnicas de tratamento de água segunda edição
São Carlos, 2005. Volume 2.
CINARA, IRC - Filtracion lenta en arena - tratamiento de agua para comunidades, Planeacion, Diseño, Construccion, Operación y Mantenimiento - Documento tecnico 24, Cali, Colombia, 1992.
GALVIS, G.; LATORRE, J.; VISSHER, J.T.; - Filtracion en Múltiples Etapas, Tecnologia innovativa para el tratamiento de Agua, (Version Preliminar), Colombia, 1999.
LUIZI, S., TOBLER, M. SUTER, F., MEIERHOFER, R. SODIS manual Guidance on solar wáter desinfection, 2016.
MIERZWA, J. C., HESPANHOL, I. Água na indústria: uso racional e reuso. São Paulo, SP: Oficina de Textos, 2005. 143 p.
PATERNIANI, J.E.S. Tecnologias de tratamento de água para pequenas comunidades e
comunidades rurais. Bragança Paulista. Margem da Palavra. 2017. 264p.
RICHTER, C. A., AZEVEDO NETTO, J. Tratamento de água: tecnologia atualizada. São Paulo, SP: Edgard Blucher, 1991. 332 p.
Periódicos: AWWA, WPCF 11. PROSAB- Tratamento de água de abastecimento por filtração em múltiplas etapas - ABES, Rio de Janeiro, 1999.

Ecologia da Paisagem

Código: PGEA11

Créditos: 3

Carga Horária: 45

Obrigatória: Não

Ementa

Histórico, conceito e métodos de análise. Estrutura da Paisagem. Fragmentação de hábitats e corredores de biodiversidade. Biogeografia de Ilhas e Metapopulações. Conservação da Paisagem. Padrões de extinção de espécies. Ecologia da Restauração.

Bibliografia

COLLINGE, S.K. Ecology of Fragmented Landscapes. Baltimore: Johns Hopkins University Press, 2009.
FORMAN, R.T.T. Land Mosaics: the ecology of landscapes and regions. Cambridge: Cambridge University Press, 1997.
HANSKI, I.A.; GILPIN, M.E. Metapopulation Biology: ecology, genetics, and evolution. San Diego: Academic Press, 1997.
KLOPATEK, J.M.; GARDNER, R.H. Landscape ecological analysis: issues and applications. Springer-Verlag, New York, 1999.
TURNER, M.G.; GARDNER, R.H. Landscape Ecology: in theory and practice.  New York: Springer-Verlag, 2001.
WIENS, J.A.; MOSS, M.R.; TURNER, M.G.; MLADENOFF, D.J. Foundation. Papers in Landscape Ecology. New York, Columbia University Press, 2007.

Métodos Analíticos e Espectroscópicos Aplicados à Engenharia Ambiental

Código: PGEA54

Créditos: 3

Carga Horária: 45

Obrigatória: Não

Ementa

Princípios da amostragem ambiental. Técnicas das análises das matrizes: ar, água e solo. Análises químicas de espécies inorgânicas e orgânicas. Fundamentos de Espectroscopia de absorção no ultravioleta-visível e fluorescência. Fundamentos de Espectroscopia no Infravermelho. Aplicações.

Bibliografia

FINLANYSON-PITS; PITS. Chemistry of the Upper and Lower Atmosphere: Theory, Experiments, and Applications. New York, Editora Academic Press, 2000.
BARON, P. A.; WILLEKE, K. Aerosol Measurement Principles, Techniques, and Aplications. Editora Wiley Interscience, New York, 2001
HOLLER, F. James; SKOOG, Douglas A.; CROUCH, Stanley R. Princípios de análise instrumental. 2. ed. Porto Alegre, RS: Bookman, 2009.
HARRIS, Daniel C. Análise química quantitativa. 7. ed. Rio de Janeiro, RJ: LTC, 2008.
EWING, Galen Wood. Métodos instrumentais de análise química. São Paulo: Edgard Blücher, 2009. 2v.
COLLINS, C.H., BRAGA, G.L., BONATO, P.S. Fundamentos de cromatografia. Campinas: Editora da UNICAMP, 2010. 452p.
QUEAUVILLER, P. (Editor) Quality assurance in environmental monitoring: sampling and sample pre-treatment. Weinheim: VCH, 1995.

Air Pollution Control

Código: PGEA14

Créditos: 3

Carga Horária: 45

Obrigatória: Não

Ementa

Marco regulatório da poluição do ar por emissões industriais no Brasil. Reduções industriais de emissões: conceitos e principais tecnologias. Equipamentos de controle de material particulado (câmaras de deposição gravitacional, ciclones, precipitadores eletrostáticos, filtros de manga, lavadores de 2 partículas). Equipamentos de controle de poluentes gasosos (absorvedores, adsorvedores, incineradores). Outras tecnologias. A disciplina pode ser ofertada em português, inglês ou espanhol, dependendo da demanda.

Bibliografia

Cooper, C.D., Alley, E.C. Air Pollution Control: A Design Approach, Fourth Edition, Waveland Press, 2011. Theodore, L. Air Pollution Control Equipment  Calculations , John Wiley & Sons, Inc., 2008.

Meteorologia Aplicada à Poluição do Ar

Código: PGEA22

Créditos: 3

Carga Horária: 45

Obrigatória: Não

Ementa

A atmosfera da Terra: Composição química; estrutura vertical térmica; principais características físico-químicas das camadas atmosféricas. Escalas de circulação atmosférica e relações com qualidade do ar: global, sinótica, meso e micro. Camada Limite Planetária: perfil vertical, ciclo diurno. Técnicas para medir, interpretar e analisar a Camada Limite Planetária. Micrometeorologia da poluição do ar (turbulência, classes de estabilidade de Pasquill, camada limite convectiva). Leis da Radiação: Lei de Wien; Lei de Stefan-Boltzman; Lei de Planck; Lei de Beer-Lambert; Lei de Kirchhoff. Balanço de radiação e energia sobre diferentes superfícies.

Bibliografia

STULL, R.B. An Introduction to Boundary Layer Meteorology. Kluwer Academic Publishers, 2001.

HOBBS, P.V.; WALLACE, J.M. Atmospheric Science: An Introductory survey. Academic Press, 2006.

SEINFELD, H.J.; PANDIS, N.S. Atmospheric Chemistry and Physics: From Air Pollution to Climate Change. New York, Jonh Wiley & Sons, Inc., 1998. OKE, T. R.; MILLS, G.; VOOGT, J.A. Urban Climate. Cambridge. University Press, 2017.

ALBUQUERQUE, I.F.; FERREIRA, N.J.; DA SILVA, M.G.A.J.; DIAS, M.A.F.S. Tempo e Clima no Brasil. Oficina de Textos, 2009.

YAMASOE, M.A.; CORRÊA, M.P. Processos Radiativos na Atmosfera. Oficina de Textos, 2009.

Artigos em periódicos: Urban Climate, Atmospheric Research, Atmospheric Environment, Meteorology and Atmospheric Physics, Boundary Layer Meteorology.

Modelagem Atmosférica

Código: PGEA23

Créditos: 3

Carga Horária: 45

Obrigatória: Não

Ementa

Introdução à modelagem. Soluções numéricas para equações diferenciais parciais. Métodos de solução de equações diferenciais ordinárias em reações químicas. Introdução à modelagem dos aerossóis. Modelagem da qualidade do ar: modelos fonte-receptor, modelos de dispersão e modelos fotoquímicos. Modelagem atmosférica regional. Modelagem global.

Bibliografia

JACOBSON, M., Z. Fundamentals of Atmospheric Modeling. New York, Cambridge University Press, 2005.
SEINFELD, H., J.; PANDIS, N.S. Atmospheric Chemistry and Physics. From Air Pollution to Climate Change. New York: Jonh Wiley & Sons, Inc., 1998.
HOFFMAN, J. D. Numerical Methods for Engineers and Scientists. New York, CRC Press, 2001.
HOUGHTON, H. G. Physical Meteorology. Cambridge, Mit Press, 1985.
Intergovernmental Panel on Climate Change: scientific basis. Fourth assessment report of the IPCC, Cambridge, Cambridge University Press, 2007.
TUCCI, C. E. M. Hidrologia: ciência e aplicação. Porto Alegre, ABRH, 1993.
Artigos em periódicos: Journal of Geophysical Research, Atmospheric Research, Meteorology and Atmospheric Physics, Journal of Hydrology, Journal of Hydrometeorology, Environmental Modelling & Software.

Poluição Atmosférica

Código: PGEA24

Créditos: 3

Carga Horária: 45

Obrigatória: Não

Ementa

Composição da atmosfera; Estrutura vertical da atmosfera; Camada limite planetária. Definição e classe de poluentes atmosféricos. Fontes de poluentes (gases e aerossóis). Distribuição espacial e temporal, características físico-químicas de gases e aerossóis atmosféricos. Legislação da qualidade do ar. Poluentes que servem como indicadores de qualidade do ar. Técnicas e equipamentos de medição de concentração de diversos contaminantes gasosos e particulados. Técnicas e equipamentos de medição de dados meteorológicos.

Bibliografia

SEINFELD, H.J.; PANDIS, N.S. Atmospheric Chemistry and Physics: From Air Pollution to Climate Change. New York, Jonh Wiley & Sons, Inc., 1998.
JACOBSON, M.Z. Fundamentals of Atmospheric Modeling. New York, Cambridge University Press, 1999.
BAIRD, C. Química Ambiental. Editora Bookman, 2a edição, 2002.
DE FELICE, T. An Introduction to Meteorological Instrumentation and Measurement. Editora Prentice Hall, 1997.

Química Atmosférica

Código: PGEA25

Créditos: 3

Carga Horária: 45

Obrigatória: Não

Ementa

Química da estratosfera. Química da troposfera. Química aquosa e deposição ácida. Introdução a química dos aerossóis.

Bibliografia

FINLANYSON-PITS; PITS. Chemistry of the Upper and Lower Atmosphere: Theory, Experiments, and Applications. New York, Editora Academic Press, 2000.
SEINFELD, H.J.; PANDIS, N.S. Atmospheric Chemistry and Physics. From Air Pollution to Climate Change. New York: Jonh Wiley & Sons, Inc., 1998.
BAIRD, C. Química Ambiental. Rio de Janeiro, Editora Bookman, 2a edição, 2002.
BRASSEUR, G.P.; ORLANDO, J.J.; TRYNDALL, G.S. (Eds). Atmospheric Chemistry and Global Change. New York, Editora Oxford University Press, 1999.
LENZI, E.; FAVERO, L.O.B. Introdução à Química da Atmosfera – Ciência, Vida e Sobrevivência. Editora LTC, 1ª edição, 2008.
BARON, P.A.; WILLEKE, K. Aerosol Measurement Principles, Techniques, and Aplications. New York, Editora Wiley Interscience, 2001.
Artigos em periódicos: Atmospheric Environment, Environmental Science & Technology, Chemosphere, Atmospheric Chemistry and Physiscs.

Tópicos Especiais em Poluição do Ar e Processos Atmosféricos

Código: PGEA26

Créditos: 2

Carga Horária: 30

Obrigatória: Não

Ementa

Esta disciplina será ofertada com conteúdo variável de acordo com a necessidade específica de um grupo de alunos ou de uma pesquisa em desenvolvimento na área de Poluição do Ar e Processos Atmosféricos. Também pode ser ministrada por especialistas convidados sobre temas de relevância e atuais na área.

Bibliografia

De acordo com o conteúdo da disciplina.

Ecologia Microbiana

Código: PGEA31

Créditos: 3

Carga Horária: 45

Obrigatória: Não

Ementa

Archeobacterias, eubactérias, vírus, protozoários e fungos. Crescimento e metabolismo microbianos. Microrganismos e meio ambiente (ciclos biogeoquímicos e fatores ambientais). Microbiologia da água, dos esgotos e dos resíduos sólidos. Biofilmes microbianos.

Bibliografia

ATLAS, R. M.; BARTHA, R. Microbial Ecology. 4a. Ed., Benjamin Cummings Inc Menlo Park Ca., 1998.
BROCK, D. Madigan, L. Biology of Microrganisms. Academic Press, 1996.
GONÇALVES, R. F. Desinfecção de Efluentes Sanitários. Rio de Janeiro: PROSAB/ABES, 2003.
HURST, C. J. Manual of Environmental Microbiology. Washington: American Society of Microbiology-ASM Press, 2001.
RAINA, M.; PEPPER, I. L.; GERBA, C. P. Environmental Microbiology. Academic Press. San Diego Ca, 2000.

Limnologia Aplicada

Código: PGEA32

Créditos: 3

Carga Horária: 45

Obrigatória: Não

Ementa

Influência antrópica sobre as comunidades bióticas, ciclagem de nutrientes e fluxo de energia em ecossistemas aquáticos continentais. Índices de qualidade de água e índices bióticos. Impactos, recuperação, conservação e legislação em bacias hidrográficas. Planejamento e gerenciamento de recursos hídricos.

Bibliografia

AMERICAN PUBLIC HEALTH ASSOCIATION. Standard Methods for the Examination of Water and Wastewater. Washington, APHA/WEF/AWWA, 1995. 
BICUDO, C.E. de M.; BICUDO, D.C. Amostragem em Limnologia. São Carlos, RIMA, 2007.
CETESB - Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental de São Paulo. Guia de Coleta e Preservação de Amostras de Água. São Paulo: CETESB, 1987.
CETESB - Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental de São Paulo. Normalização Técnica NT-06 - Saneamento Ambiental: Determinações biológicas. São Paulo: CETESB, 1978.
DUDGEON, D. Tropical Stream Ecology. New York, Academic Press, 2007.
LIKENS, G.E. River Ecosystem Ecology. New York, Academic Press, 2010.
PIVELI, R.P.; KATO, M.T. Qualidade das Águas e Poluição: Aspectos Físico-Químicos. São Paulo: ABES-Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental, 2005.
TUNDISI, J.G.; SRAŠKRABA, M. Theoretical reservoir Ecology and Its Applications. São Carlos, Brazilian Academy Sciences, International Institute of Ecology, Backhuys Publishers, 1999.
TUNDISI, J.G.; TUNDISI, T.M. Limnologia. São Paulo, Oficina de Textos, 2008.
WETZEL, R.G. Limnology: Lake and Rivers Ecosytems. NewYork: Academic Press, 2001.

Reatores Aplicados ao Tratamento de Águas Residuárias

Código: PGEA34

Créditos: 3

Carga Horária: 45

Obrigatória: Não

Ementa

Balanço de massa. Cinética das reações. Análise cinética em reatores descontínuos. Características do escoamento em reatores contínuos ideais e não ideais. Transferência de massa aplicada ao tratamento biológico de águas residuárias. Noções de projeto de reatores.

Bibliografia

Von SPERLING, M. Princípios básicos do tratamento de esgotos. Princípios do tratamento biológico de águas residuárias. Vol. 2 DESA. UFMG. Belo Horizonte. 211p. 7ª Reimpressão: 2009
Levenspiel, O. Engenharia das Reações Químicas. 3ª edição. Edgard Blücher, São Paulo, 2000.
Borzani, W., Schmidell Netto, W., Lima, U.A., Aquarone, E. Biotecnologia Industrial: Volume 2: Engenharia Bioquímica. Edgard Blücher, São Paulo, 2001.
GRADY, C. P. L.; LIM, H. C. DAIGGER, G.T. Biological Wastewater TreatmentTheory and Applications. M. Dekker. Inc. New York. 1096p. 1999.
Fogler, H.S. Elementos de Engenharia das Reações Químicas. 3ª edição. LTC, RJ, 2002.

Reúso de Água em Sistemas Urbanos e Agroindustriais

Código: PGEA35

Créditos: 3

Carga Horária: 45

Obrigatória: Não

Ementa

Conservação dos recursos hídricos. Oferta e demanda de água. Minimização do consumo de água em sistemas prediais e agroindustriais. Aproveitamento de água pluvial em sistemas prediais e agroindustriais. Tecnologias de tratamento aplicadas ao reúso. Legislação específica. Reúso de águas servidas e águas cinzas em sistemas prediais. Reúso de água em sistemas de tratamento de efluentes urbanos e agroindustriais. Análise de investimento em projetos. Dimensionamento e Estudos de caso.

Bibliografia

GONÇALVES, R.F. Uso Racional da Água em Edificações. Programa de Pesquisas em Saneamento Básico - PROSAB. Rio de Janeiro, ABES, 2009.
HESPANHOL, H.; Gonçalves, O.M. Conservação e Reúso de Água: Manual de Orientações para o Setor Industrial. São Paulo, FIESP, 2005.
MANCUSO, P.C.S. et al. Reúso de Água, 1ª ed. São Paulo, USP, 2003.
ASANO, T. Wastewater Reclamation and Reuse; Water Quality Management Library, v 10, Technomic Publishing Com. Inc. Public Support and Education for Water Reuse, Lancaster, USA, V. 10, 1998.
MANN, L. Industrial Water Reuse and Wastewater Minimization, McGraw-Hill, 1999.

Tratamento de Águas Residuárias

Código: PGEA36

Créditos: 3

Carga Horária: 45

Obrigatória: Não

Ementa

Características das águas residuárias. Processos e graus de tratamento. Remoção de sólidos em suspensão. Processos biológicos aeróbios e anaeróbios. Sistemas com biomassa imobilizada e em suspensão. Tratamento e disposição final de lodos. Remoção de nutrientes. Desinfecção. Geração e depuração de gases. Avaliação de desempenho.

Bibliografia

Rittmann, B.; McCarty, P. Environmental biotechnology: principles and applications. McGraw-Hill Science/Engineering/Math; 4th edition 1848 p. 2002.
METCALF & EDDY, INC. Wastewater Engineering: Treatment, Disposal, Reuse. 3rd. edition. McGraw-Hill Book Company, 2003.
PESSOA, C.A., JORDÃO, E.P. Tratamento de Esgotos Domésticos. 4a ed. Rio de Janeiro, ABES, 2005.
Van HAANDEL, A. & MARAIS, G.. O Comportamento do Sistema de Lodo Ativado. EPGRAF. 1ª.ed. 1999. 488p.
Von SPERLING, M. Lagoas de estabilização. Princípios do Tratamento Biológico de Águas Residuárias Vol.3, 2a ed. DESA. Belo Horizonte, UFMG, 2002.

Tratamento de Efluentes e Aplicação de Novas Tecnologias

Código: PGEA37

Créditos: 3

Carga Horária: 45

Obrigatória: Não

Ementa

Princípios de tratamento avançado. Uso de novos materiais em processos de coagulação. Oxidação química (Permanganato, Peróxido de hidrogênio, Cloro, Ozônio). Processos fotoquímicos (Foto-Fenton; H2O2/UV; O3/UV e O3-H2O2/UV). Aplicação de Processos Oxidativos Avançados (POA). Flotação por ar dissolvido (FAD). Sistemas de membrana para tratamento de efluentes. Biorreatores a membrana. Processos biológicos inovativos. Eletrólise. Estudos de Caso.

Bibliografia

CHERNICHARO, C.A. de L. (Coord.). Pós-tratamento de Efluente de Reatores Anaeróbios. Programa de Pesquisas em Saneamento Básico/PROSAB, 2001.
CHERYAN, M. Ultrafiltration and Microfiltration Handbook. Second Edition. CRC Press. Expanded Edition, 1998.
WIENDL, W.G. Processos Eletrolíticos no Tratamento de Esgotos Sanitários. ABES, 1998.
LETTINGA, G. et al. High Rate Anaerobic Waste Water Treatment Using the UASB Reactor Under a Wide Range of Temperature Conditions. Biotechnology and Genetic Engineering Review, 2, 1989.
PARSONS, S. Advanced Oxidation Processes for Water and Wastewater Treatment. IWA, 2005.

Tópicos Especiais em Saneamento Ambiental

Código: PGEA38

Créditos: 2

Carga Horária: 30

Obrigatória: Não

Ementa

Esta disciplina será ofertada com conteúdo variável de acordo com a necessidade específica de um grupo de alunos ou de uma pesquisa em desenvolvimento na área de Saneamento Ambiental. Também pode ser ministrada por especialistas convidados sobre temas de relevância e atuais na área.

Bibliografia

De acordo com o conteúdo da disciplina.

Tecnologias para Reciclagem de Resíduos Industriais 

Código: PGEA40

Créditos: 3

Carga Horária: 45

Obrigatória: Não

Ementa

Gerenciamento de resíduos sólidos, líquidos e gasosos nas indústrias de base. Gerenciamento de resíduos sólidos, líquidos e gasosos nas indústrias de bens intermediários. Tecnologias aplicadas atualmente e tecnologias disruptivas promissoras para scale-up

Bibliografia

Atualizar.

Eletrocoagulação e Eletroflotação para Remoção de Matéria Coloidal 

Código: PGEA41

Créditos: 2

Carga Horária: 30

Obrigatória: Não

Ementa

Definição do processo Eletrocoagulação e Eletroflotação; Importância do processo Eletrocoagulação e Eletroflotação e aplicação. Sistema de eletrocoagulação. Mecanismos e reações da Eletrocoagulação e Eletroflotação. Construção do reator e dos eletrodos. Analise de custos de operação, desgaste do eletrodo e consumo de energia no processo. Analise de parâmetros físicos- químicos importantes para o processo. Estudo de caso.   

Bibliografia

CRESPILHO, F.N.; REZENDE, M.O.O. Eletroflotação: Princípios e Aplicações, Ed. Rima, São Carlos, 1ed. 96 p. 2004.
METCALF & EDDY, INC. Wastewater Engineering: Treatment, Disposal, Reuse. 3rd. edition. McGraw-Hill Book Company, 2003.
Valenzuela J. Tratamento de Efluentes em Indústrias Galvanotécnicas - 2a ed. ISBN 9788586508493 - Ed. Páginas & Letras, 2008.
Periódicos Especializados.

Determinação de Metais em Amostras Ambientais

Código: PGEA42

Créditos: 3

Carga Horária: 45

Obrigatória: Não

Ementa

Amostragem. Tipos de amostragem. Coleta e preservação de amostras. Preparação de amostras para análise. Via seca e via úmida. Técnicas instrumentais de análise de metais. Limites de detecção e quantificação. Curvas de calibração. Validação de métodos. Espectrometria de absorção atômica. Atomização em chama. Atomização em forno de  grafite. Espectrometria de emissão óptica com plasma. Espectrometria de massa com plasma.

Bibliografia

Guia nacional de coleta e preservação de amostras: água, sedimento, comunidades aquáticas e efluentes líquidos / Companhia Ambiental do Estado de São Paulo; Organizadores: Carlos Jesus Brandão ... [et al.]. -- São Paulo: CETESB; Brasília: ANA, 2011. Métodos de Preparo de Amostras -  Fundamentos Sobre - - Preparo de Amostras Orgânicas e Inorgânicas para Análise Elementar, KRUG, F. J.; 1ª Ed., Seção Técnica de Biblioteca - CENA/USP, Piracibaca, 2010. - Fundamentos de Química Analítica, D.A. Skoog, D. M. West, F.J.Holler, S. R. Crouch, São Paulo: Thomsom Learning, 8ª ed., 2007, ISBN: 8522104360. - Atomic Absorption Spectrometry, Bernhard Welz & Michael Sperling, Wiley-VCH, 3a ed., 1999, ISBN-10: 3527285717, ISBN-13: 978- 3527285716. - Validação em Análise Química, Leite, F.; 4ª ed., Editora Átomo Campinas-SP, 2002, ISBN 85-86491-18-7.

Tópicos Especiais em Climate Change and Impacts on the Enviroment

Código: PGEA43

Créditos: 2

Carga Horária: 30

Obrigatória: Não

Ementa

Ementa Composição da atmosfera e balanço radiativo da Terra. Base física do sistema climático. Conceitos de forçante radiativa, aquecimento global e gases de efeito estufa. Mudanças climáticas naturais ocorridas em diferentes escalas temporais. Mudanças em escala global ocorridas na vegetação, ecossistemas e paisagens desde a era glacial. Mudanças no solo, ar e água devido a atividades humanas. Efeitos da mudança climática na sociedade e como a sociedade lida com esses efeitos.

Bibliografia

Our changing planet: An introduction to earth system science and global environmental change. 4th ed.: Boston: Prentice Hall, 201.
Artigos de periódicos

Gerenciamento de Resíduos Sólidos: Valorização de Resíduos Urbanos e Industriais 

Código: PGEA46

Créditos: 3

Carga Horária: 45

Obrigatória: Não

Ementa

1. Resíduos sólidos e sua relação com o ser humano e o meio ambiente. 2. Panorama dos Resíduos Sólidos no Brasil. 3. Caracterização e classificação de resíduos sólidos. 4. Ciclo de resíduos e estratégias de gerenciamento. 5. Novas tendências no estudo do aproveitamento de resíduos sólidos. 6.  Pesquisa na área de utilização e reciclagem de resíduos sólidos e subprodutos industriais.

Bibliografia

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS NBR 10.004 - Resíduos sólidos: classificação. São Paulo, ABNT.2004.
BRASIL. Política Nacional de Resíduos Sólidos. Lei Federal 12305/2010. Decreto 7404/2010 BARTHOLOMEU, Daniela Bacchi; CAIXETA FILHO, José Vicente. Logística ambiental de resíduos sólidos. São Paulo, SP: Atlas, 2011. ix, 250 p.
Chang, Ni-Bin; Pires, Ana. Sustainable Solid Waste Management: A Systems Engineering Approach. John Wiley & Sons, 2015. 936 p (BIBLIOTEC)
EIGENHEER, Emílio Maciel; FERREIRA, João Alberto; ADLER, Roberto Rinder. Reciclagem: mito e realidade . Rio de Janeiro: In-Fólio, c2005. 72 p.
GUERRA, Antonio José Teixeira; CUNHA, Sandra Baptista da (Org.). Impactos ambientais urbanos no Brasil. 6. ed. Rio de Janeiro, RJ: Bertrand Brasil, 2010. 416 p.
JACOBI, Pedro Roberto. Gestão compartilhada dos resíduos sólidos no Brasil: inovação com inclusão social. São Paulo, SP: Annablume, 2006. 163 p. (Coleção cidadania e meio ambiente). WEBGRAFIA: https://www.epa.gov/environmentaltopics/land-waste-and-cleanup-topics ec.europa.eu/environment/waste www.abrelpe.org.br Periódicos: Waste Management (Elmsford) Integrated Environmental Assessment and Management Management of Environmental Quality.

Eletrocoagulação e Eletroflotação para Remoção de Contaminantes de Águas Residuárias

Código: PGEA47

Créditos: 3

Carga Horária: 45

Obrigatória: Não

Ementa

Definições e etapas sobre tratamento de águas residuárias. Remoção de matéria coloidal. Definição do processo Eletrocoagulação e Eletroflotação. Importância do processo Eletrocoagulação e Eletroflotação e aplicação no tratamento de águas residuárias. Sistema de eletrocoagulação. Mecanismos e reações de Eletrocoagulação e Eletroflotação. Analise de parâmetros físico-químicos importantes para o processo. Estudo de caso. Construção do reator e dos eletrodos. Parametros de operação: analise de custos de operação, desgaste do eletrodo e consumo de energia no processo.

Bibliografia

CRESPILHO, F.N.; REZENDE, M.O.O. Eletroflotação: Princípios e Aplicações, Ed. Rima, São Carlos, 1ed. 96 p. 2004.
METCALF & EDDY, INC. Wastewater Engineering: Treatment, Disposal, Reuse. 3rd. edition. McGraw-Hill Book Company, 2003.
Valenzuela J. Tratamento de Efluentes em Indústrias Galvanotécnicas - 2a ed. ISBN 9788586508493 - Ed. Páginas & Letras, 2008. 4- Periódicos Especializados.

Biocatálise Ambiental 

Código: PGEA48

Créditos: 2

Carga Horária: 30

Obrigatória: Não

Ementa

Conceitos da biocatálise aplicada à biorremediação dos ambientes naturais. O uso de enzimas e microrganismos na biorremediação. Utilização de resíduos agroindustriais para produção de enzimas. Utilização de materais ecoamigáveis, biodegradáveis e obtidos a partir de resíduos industriais para imobilização enzimática.

Bibliografia

 Marzzoco, A.; Torres, B. B. Bioquímica básica. 4. ed. [Reimpr.]. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2017.

Resende, R.R.; Soccol, C. R. Biotecnologia aplicada à agro&indústria: fundamentos e aplicações volume 4 [livro eletrônico], São Paulo : Blucher, 2016. Ribeiro, B. D.; et al. Microbiologia industrial : bioprocessos: volume 1, 1. ed. Rio de Janeiro : Elsevier, 2018.

Sagrillo, F. S.; et al. Processos produtivos em biotecnologia. São Paulo : Érica, 2015.

Bruno, Alessandra N. Biotecnologia I: princípios e métodos (Tekne). Disponível em: Minha Biblioteca, Grupo A, 2014.

Schwanke, Cibele. Ambiente: tecnologias (Tekne). Disponível em: Minha Biblioteca, Grupo A, 2013.

Rocha, Júlio, C. et al. Introdução à química ambiental. Disponível em: Minha Biblioteca, (2nd edição). Grupo A, 2009.

Simomukay, Elton, et al. Engenharia Bioquímica. Disponível em: Minha Biblioteca, Grupo A, 2022.

Adsorção Aplicada à Engenharia Ambiental

Código: PGEA49

Créditos: 2

Carga Horária: 30

Obrigatória: Não

Ementa

Conceitos fundamentais sobre adsorção; Cinética de adsorção e troca iônica; Estudo de equilíbrio nos processos de adsorção/troca iônica; Aplicações de materiais porosos em processos industriais.

Bibliografia

NASCIMENTO, R. F., LIMA, A.C.A., VIDAL, C.B., MELO, D.Q., RAULINO, G.S.A., Adsorção, aspectos teóricos e aplicações ambientais. Editora UFC, Fortaleza, CE, 2014.
SILVERSTEIN, R. M. et al. Identificação Espectrométrica de Compostos Orgânicos. 5ª Ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 1994.
RUTHVEN, D.M, Principles of Adsorption and Adsorption Process, Ed. John Wiley&Sons, New York, 1984.
Szostak, R. Molecular Sieves - Principles of Synthesis and Identification. Van Nostrand Reinhold, 1989.
Materials Characterization Using Nondestructive Evaluation (NDE) Methods, Gerhard Huebschen,Iris Altpeter,Ralf, WP Publishing 2016.

Geoprocessamento e Sensoriamento Remoto por Satélite Aplicados à Análise Ambiental

Código: PGEA28

Créditos: 4

Carga Horária: 60

Obrigatória: Não

Ementa

Introdução aos métodos de representação cartográfica; Sistemas de referências geográficas; Fontes de dados de sensoriamento remoto e socioambientais; Produção de mapas temáticos; Estatística espacial; Produção de mapas temáticos; História e visão  geral do sensoriamento remoto; Física das radiações eletromagnéticas (ondas eletromagnéticas, fontes de radiações, espectro de irradiação solar e terrestre e interações com a matéria); Sensores e satélites (sensores ativos e passivos, principais sensores, resolução espectral, resolução espacial, temporal e radiométrica das imagens); Aplicações (agricultura; desastres ambientais, floresta, geologia, hidrologia, mapeamento da cobertura do solo; meteorologia e poluição do ar, oceanos); Processamento de imagens (formato de dados, pré-processamento, correções e distorções, filtros, integração, interpretação visual); Classificação de imagens (classificação não-supervisionada, classificação supervisionada, validação); Softwares para tratamento de imagens de sensoriamento remoto (ArcGIS, QGIS, Google Earth Engine, outras ferramentas computacionais); Atividades práticas.

Bibliografia

Câmara, G.; Davis, C.; Monteiro, A.M.V. Introdução à Ciência da Geoinformação. 2006. Disponível em: http://www.dpi.inpe.br/gilberto/livro/introd/
Casanova, M.; Câmara, G.; Davis, C.; Vinhas, L.; Queiroz, G. R. Bancos de Dados Geográficos. Ed. MundoGEO, 1a Edição, Curitiba, 2005. Disponível em: http://www.dpi.inpe.br/gilberto/livro/bdados/index.html
Druck, S.; Carvalho, M.S.; Câmara, G.; Monteiro, A.V.M. Análise Espacial de Dados Geográficos. Brasília, EMBRAPA, 2004. Disponível em: http://www.dpi.inpe.br/gilberto/livro/analise/
Elachi, C.; Zyl van, J. Introduction to the physics and techniques of Remote Sensing. 2rd edition. John Wiley & Sons Inc. Publication, 2006. 552p.
Jensen, J.R. Introductory Digital Image Processing: A Remote Sensing Perspective. Upper Saddle River: Pearson Prentice Hall, Third Edition, 2004. Jensen, J. R. (2000) Remote Sensing of the Environment: An Earth Resource Perspective, 2000, Prentice Hall, New Jersey. (Excellent on RS but no image processing).
Lillesand, T.M.; Kiefer, R.W.; Chipman, J.W. Remote Sensing and Image Interpretation. Hoboken: John Wiley & Sons Inc., 6ª ed., 2008.
Moreira, M.A. Fundamentos do sensoriamento remoto e metodologias de aplicação. INPE,
1a Edição, São José dos Campos, 2001. 246 p.
Novo, E.M.L.M. Sensoriamento Remoto: Princípios e Aplicações. Ed. Edgard Blucher Ltda, 3a Edição, São Paulo, 2008. 363 p.
Richards, J. A.; Jia X. Remote Sensing Digital Image Analysis. An Introduction. 4a ed., Springer 2006.
Artigos publicados em revistas: Landscape and Urban Planning; Remote Sensing of Environment; International Journal of Applied Earth Observation and Geoinformation; International Journal of Remote Sensing; ISPRS Journal of Photogrammetry and Remote Sensing; Journal of Environmental Management; Land Use Policy; Regional Environmental Change; Nature, Science, Atmospheric Research; Environmental Modelling and Software; Journal of Geophysical Research; Environmental Research.

Bioenergia e Desenvolvimento Sustentável

Código: PGEA51

Créditos: 3

Carga Horária: 45

Obrigatória: Não

Ementa

Matriz energética brasileira e mundial. Política energética e desenvolvimento sustentável. Formas e fontes de energia. Tecnologias para produção de biocombustíveis: biogás, biodiesel e hidrogênio verde. Aspectos econômicos, sociais e ambientais.

Bibliografia

Lemos, E.G.M. e Stradiotto, N.R. Bionergia, desenvolvimento, pesquisa e inovação. Editora Cultura Acadêmica - UNESP, 2012.

Strange, T. e Bayley, A. Sustainable development: Linking economy, society, environment. OECD Insights, 2008.

Noussan, M.; Raimondi, P.P.; Scita, R.; Hafner, M. The Role of Green and Blue Hydrogen in the Energy Transition - A Technological and Geopolitical Perspective. Sustainability, 13, 298-324 (2021). DOI: 10.3390/su13010298

Adnan, A.I.; Ong, M.Y.; Nomanbhay, S.; Chew, K.W.; Show, P.L. Technologies for Biogas Upgrading to Biomethane: A Review, Bioengineering, 6, 92-115 (2019). DOI: 10.3390/bioengineering6040092

Mishra, V. K., & Goswami, R. A review of production, properties and advantages of biodiesel. Biofuels, 9, 273–289 (2017). DOI: 10.1080/17597269.2017.1336350

Tópicos Especiais em Monitoramento Ambiental: Sustentabilidade de Águas Subterrâneas 

Código: PGEA52

Créditos: 3

Carga Horária: 45

Obrigatória: Não

Ementa

A segurança das águas subterrâneas no contexto do Nexo Água-Alimento-Energia; O balanço hídrico aplicado à estimativa do volume e recarga de águas subterrâneas; Tipos/classificação de aquíferos e mapas digitais online de diversos tipos de aquíferos no território brasileiro;  A interação hidráulica entre rios e aquíferos; Obtenção e processamento de dados de águas subterrâneas em plataformas digitais online, incluindo computação  em nuvem; Efeito das propriedades hidráulicas dos aquíferos sob o escoamento de águas subterrâneas; Métodos de estimativa de recarga  subterrânea e a sustentabilidade de aquíferos;  Escoamento de águas subterrâneas e introdução à modelagem numérica computacional.

Bibliografia

Journal of Hydrology, ISSN 0022-1694, JCR 5,722, https://www.journals.elsevier.com/journal-of-hydrology;
Hydrogeology Journal, ISSN 1435-0157, JCR 3,178, https://www.springer.com/journal/10040;
Groundwater Journal, ISSN 1745-6584, JCR 2,671, https://ngwa.onlinelibrary.wiley.com/journal/17456584;
Science, ISSN 1095-9203, https://www.sciencemag.org/.
FETTER, C.W. Applied Hydrogeology. New Jersey: Prentice Hall, 2001.
BEAR, J. Hydraulics of Groundwater, McGraw-Hill International Book Company, New York, 1979, 567p.
DINGMAN, L. Physical Hydrology. Waveland Press, 2008, 646p.
MUKHERJEE, A. et al. Global Groundwater: Source, Scarcity, Sustainability, Security, and Solutions, Elsevier, 2020, 676p.