Notícias do Plano Diretor

Publicado 8/16/2023, 4:13:26 PM, última modificação 1/7/2024, 7:06:59 PM

Conheça nesse espaço as publicações anteriores sobre o Plano Diretor

Dezembro 2023

Comissão do Plano Diretor realiza reuniões com diretorias

A Comissão de Elaboração do Plano Diretor reuniu-se no fim de novembro com a direção-geral, com diretores e assessores do campus Curitiba para apresentar a fase diagnóstica elaborada até o momento. A presidente da comissão, professora Simone Polli, destaca que além desta reunião, outras também foram realizadas na semana seguinte, com líderes de alguns grupos de trabalho da comissão e a direção-geral do campus para consolidar dados importantes para o fechamento do relatório integrado em que a comissão está trabalhando.

A fase diagnóstica é resultado de diversas ações realizadas pela comissão, como oficinas, entrevistas, reuniões, interações no pátio, questionários para a comunidade acadêmica. O objetivo foi conhecer as condições e necessidades dos diferentes setores e departamentos do campus no que diz respeito aos espaços físicos das três sedes. A presidente da comissão acrescenta que o caráter participativo do plano tem sido um diferencial e ao mesmo tempo um desafio. Por isso, ela agradece a toda comunidade acadêmica (estudantes, professores e técnicos) pela participação.

Em 2024 a comissão inicia os trabalhos da fase propositiva. Na Semana de Capacitação Docente em fevereiro estará mais uma vez oferecendo oficinas e círculos de diálogo que reforçam o caráter participativo do plano.

 Novembro 2023

Comissão do Plano Diretor se reúne com os departamentos acadêmicos

A Comissão de Elaboração do Plano Diretor está se reunindo com departamentos acadêmicos da UTFPR campus Curitiba desde o final de agosto. Os encontros têm o objetivo de conhecer as necessidades e desafios de cada um deles e delimitar os  próximos passos e iniciativas para atender às demandas de cada setor, de modo a aprimorar o aproveitamento dos espaços da UTFPR-CT. Os encontros buscam enfatizar o caráter participativo do Plano Diretor.

Os encontros partiram de premissas básicas, resumidas em perguntas direcionadas aos representantes dos departamentos. A primeira questiona se “a localização do Departamento atende às peculiaridades dos cursos e do seu público alvo”. As demais questões, além das condições atuais do espaço físico de cada setor, focam em ações futuras, de modo a saber se determinada área precisa de salas mais amplas ou com novos equipamentos para suas atividades ou se são necessários reparos e manutenções afins para manter o espaço compartilhado por servidores, técnicos, docentes e alunos.

O Departamento de Línguas Estrangeiras Modernas (DALEM), o Departamento Acadêmico de Química e Biologia (DAQBI), o Departamento Acadêmico de Linguagem e Comunicação (DALIC), o Departamento Acadêmico de Física (DAFIS) e o Departamento Acadêmico de Arquitetura e Urbanismo (DEAAU) estão entre os que já se reuniram com a Comissão do Plano Diretor Participativo. Faltam poucos departamentos acadêmicos, como o Departamento de Mecânica (DAMEC), o Departamento Acadêmico de Construção Civil (DACOC) e  o Departamento Acadêmico de Filosofia e Ciências Humanas (DAFCH), que já estão agendados.

Outubro 2023

Lançado o Questionário do Plano Diretor Participativo

Olá!

Nós da Comissão do Plano Diretor Participativo da UTFPR - Campus Curitiba estamos realizando uma pesquisa com a comunidade acadêmica visando estudar as necessidades dos usuários em relação aos espaços do campus Curitiba da UTFPR, bem como do meio urbano circundante às sedes.

A população do estudo será composta pela comunidade acadêmica (docentes, discentes e técnicos administrativos) do Campus Curitiba da UTFPR com idade acima de 18 anos e com acesso à internet. Será aplicado um questionário on-line via Google Forms, com perguntas referentes a satisfação e utilização dos espaços do Campus de de seu entorno próximo.

O questionário só poderá ser respondido caso você aceite participar da pesquisa após a leitura dos esclarecimentos mais detalhados sobre a pesquisa que estão no Termo de Consentimento Livre e Esclarecido (TCLE) anexado no cabeçalho do questionário.

O questionário é composto por 48 questões e dividido em 16 seções com os seguintes temas: relações sociais, atividades na Sede, satisfação ou insatisfação geral com o Campus/Sede, desempenho dos espaços comuns da sede, desempenho percebido das áreas de convivência, desempenho percebido das áreas do departamento que está vinculado, desempenho percebido dos laboratórios que utiliza (ou é responsável), desempenho percebido das salas de aula, características e recursos da sede, transportes e deslocamentos, ciclomobilidade, serviços e manutenção, comportamento e protagonismo, características sociodemográficas e informações finais ao participante.

O questionário não contempla nenhuma pergunta obrigatória. Além disso, o participante da pesquisa tem o direito de não responder qualquer questão, sem necessidade de explicação ou justificativa para tal, podendo também se retirar da pesquisa a qualquer momento.  O tempo aproximado para preencher o questionário é de 20 minutos.

A sua participação será uma oportunidade para  incorporar suas necessidades e aspirações na elaboração das políticas de gestão e ocupação do território do Campus Curitiba da UTFPR, objetivo do Plano Diretor. 

Ao identificar as características que influenciam na percepção do espaço físico, e juntamente diagnosticar as necessidades individuais e coletivas da comunidade acadêmica, suas aspirações, memória, identidade, práticas pedagógicas, cultura de planejamento e gestão de recursos, este trabalho fornecerá subsídios para o bom uso dos espaços do Campus Curitiba da UTFPR. Além disso, os resultados de forma resumida obtidos pela pesquisa serão publicados, e os participantes terão acesso aos resultados caso tenham interesse.

Nos colocamos à disposição para os esclarecimentos adicionais que forem necessários.

Desde já agradecemos,

Comissão do Plano Diretor Participativo UTFPR Campus Curitiba 

Resultados do Processo Seletivo 73/2023

Os resultados das entrevistas para as vagas oferecidas pelo Edital 73/2023, que incluíam duas vagas para
colaborar com a nossa equipe do Plano Diretor, já foram publicados. 
Muito obrigado pela participação de todos vocês! 

Você pode conferir os resultados aqui.

Setembro 2023

Processo Seletivo oferta vagas de bolsista para o Plano Diretor

A Diretoria de Graduação e Educação Profissional (DIRGRAD) do campus Curitiba da UTFPR publicou na sexta-feira, 22 de setembro, o Edital 73/2023, com informações sobre o processo seletivo para o preenchimento de seis vagas em diferentes áreas da comunicação, relacionadas ao apoio à gestão acadêmica. Das seis vagas oferecidas pelo Edital, duas são para trabalhar junto à nossa equipe do Plano Diretor:

Uma vaga destinada para os estudantes de Design ou do Superior de Tecnologia em Design Gráfico, e outra para os
do curso de Bacharelado em Arquitetura e Urbanismo; ambas para elaboração de diretrizes e materiais gráficos ligados ao Plano Diretor. 

Todas as seis bolsas ofertadas são para estudantes a partir do quarto período, desde que estejam com as matrículas regulares. Além disso, todas são de 20 horas presenciais e semanais de expediente, e pedem a participação nas reuniões e atividades dos setores correspondentes, conforme a necessidade. As bolsas começam em 16 de outubro de 2023 e terminam em 15 de agosto de 2024. O valor de cada bolsa é de R$1000,00 mensais, e os candidatos podem se inscrever no formulário disponível no site da UTFPR. As inscrições vão até primeiro de outubro de 2023.

Confira todas as informações: Edital 73/2023

Agosto 2023

Oficina do Plano Diretor questiona o papel da tecnologia

Na segunda-feira, 31 de julho, aconteceu na Sala Azul da sede Centro a oficina do Plano Diretor. Na abertura, a professora Marília Abrahão Amaral, do Programa de Pós-Graduação de Tecnologia e Sociedade (PPGTE), apresentou
o tema da oficina uma conversa "sobre o que é tecnologia para nós dentro da UTFPR, para apoiar o desenvolvimento
das ações em curso com o Plano Diretor".

A professora Marilene Zazula Beatriz, também do PPGTE, começou a oficina como se fosse uma aula: em vez de apenas expor o tema aos participantes, os convidou a definir e debater os significados de Tecnologia. "A gente sempre revisita os questionamentos da tecnologia, e também o papel da nossa universidade frente ao uso dela", ressaltou Marilene.

Tal atividade combina com os objetivos propostos, conforme as perguntas "O que é tecnologia?"  e "Como conjugar universidade, tecnologia e sociedade?", apresentadas como pontos de partida. Esse debate está de acordo com uma
das intenções da Comissão do Plano Diretor: levantar as necessidades da comunidade da UTFPR a partir de interesses coletivos, e buscar meios para suprir as necessidades dos alunos, dos departamentos acadêmicos e da
administração do campus.

A definição da professora Anna Voros, do Departamento Acadêmico de Design Industrial (DADIN), por exemplo, relacionou a tecnologia ao "fazer", no sentido de transformar, mediar e gerar resultados. A interpretação do professor Paulo Lima, do Departamento Acadêmico de Arquitetura e Urbanismo (DEAAU), por sua vez, ligou a palavra-chave
da oficina ao conhecimento de questões práticas da comunidade interna. 

Após o diálogo dos participantes a respeito da tecnologia, levantaram-se outros questionamentos a partir de experiências durante a docência. Entre eles, quais ações podem ampliar o acolhimento de diversidades no ambiente acadêmico, quais informações são divulgadas pelos meios virtuais e oficiais da instituição e se podem ser acessadas posteriormente, para resgatar uma ação divulgada, por exemplo. 

Oficina do Plano Diretor discute medidas para Inclusão Social,

Permanência e Diversidade na UTFPR

A segunda oficina do Plano Diretor ocorreu na tarde de terça-feira, 1° de agosto, na sede Centro do campus Curitiba,
e teve como objetivo analisar e conhecer experiências de universidades públicas que estão implantando políticas de inclusão social, de permanência e de diversidade para estudantes e políticas de diversidade para servidores.

A assistente social da Universidade Federal do Espírito Santo (UFES), Michely Mezadri, foi a primeira palestrante da oficina. Ela trouxe informações a respeito do histórico das universidades do Brasil – com o intuito de conhecer o passado para entender o presente – e dados e situações sobre a realidade atual da UFES, como case de universidade pública que implementa políticas afirmativas.

O assessor para Assuntos Estudantis da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR), Weslei Trevizan Amâncio, foi o segundo palestrante do dia, que apresentou dados a respeito da realidade da composição da UTFPR.  

As palestras aconteceram durante a primeira hora de oficina, e após isso, os ouvintes e integrantes da Comissão do Plano Diretor prosseguiram para perguntas e respostas com os palestrantes, para dividirem experiências práticas e dúvidas sobre inclusão social, permanência e diversidade nas universidades. A necessidade da gestão da universidade ampliar seu contato com seus alunos, para dar mais voz aos estudantes, foi ponto crucial na discussão final. 

Terceiro dia de oficinas do Plano Diretor

Na quarta-feira, dois de agosto, aconteceu a terceira oficina do Plano Diretor na Sala Azul da sede Centro. A atividade
fez parte de uma série cujo objetivo foi reunir os membros da comissão de Elaboração do Plano Diretor, a fim de
iniciar o segundo semestre letivo de 2023 com novas reflexões a partir dos encontros. 

Neste terceiro dia, os debates foram a respeito da integração dos grupos de trabalho, componente dos próximos relatórios. Essas atividades também incluíram questionamentos sobre o uso e ocupação do solo, sobre o espaço construído, memória e identidade, sustentabilidade, e demais temas afins, em permanente análise pelas equipes do Plano Diretor, cujas buscas incluem (re) conhecer as necessidades mais urgentes da Comunidade Interna da UTFPR.

Troca de experiências marca oficina do Plano Diretor

O quarto dia das oficinas de agosto do Plano Diretor-CT, segunda-feira, dia 14, foi uma grande troca de experiências. Reunidos na sala multimeios da sede Centro, membros do Plano Diretor da sede Centro conversaram online com os palestrantes José Gustavo Francis Abdalla e Vicente dos Santos Guilherme Júnior, ambos da equipe do Plano Diretor
da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF). 

Parte do diálogo auxiliou a perceber algumas semelhanças entre ambas universidades. Assim como a UTFPR, a UFJF também abrange mais de um espaço físico na cidade. De acordo com os convidados, o escopo da instituição mineira abrange duas sedes (uma em Juiz de Fora e outra em Governador Valadares), um Parque Tecnológico, uma Escola de Artes, um Museu e outros espaços culturais ao longo das duas cidades, entre outros locais  sob a administração da UFJF. A distribuição desses locais é um dos fatores que influencia na percepção da comunidade externa acerca da Universidade, pois nem todos sabem que  uma determinada instituição cultural da cidade (ex.: a Escola de Artes)
está sob os cuidados do grupo que compõe a UFJF. 

Outro item mencionado na reunião foi o acesso a esses espaços. Entre a composição desse acesso, há horários específicos dos transportes coletivos locais próprios para atender às demandas estudantis, reforçando a integração às malhas urbanas. Além disso, há um Jardim Botânico mantido pela UFJF e visitado aos finais de semana pela população, a integrando, parcialmente, às passagens universitárias. 

Também foram comentados itens que distinguem a UTFPR da UFJF, como a idade de ambas. Enquanto a UTFPR está sob esse nome desde 2005, a UFJF existe desde os anos 60, e assistiu às várias mudanças no próprio comércio, desde o foco na indústria de transformação à abordagem da economia regional do entorno imediato de Juiz de Fora e Governador Valadares. Outra diferença está na população, pois enquanto a Grande Curitiba passa de três milhões de habitantes, Juiz de Fora tem cerca de 540 mil moradores. Mas o fluxo de estudantes atendidos pela instituição mineira é comparável ao da paranaense, com aproximadamente 26 mil alunos, dos quais quase metade vem de outras cidades.

Além de levantar pontos das instituições e cidades cuja interpretação permite aproximá-las, também foram comentadas algumas práticas do Plano Diretor da UFJF. Ao avaliar o campus como um ambiente urbano, os Grupos de Trabalho (GTs) da instituição mineira identificam as demandas urgentes, e então encaminham propostas à reitoria a partir de critérios como o tempo de execução e complexidade. À maneira dos GTs da UTFPR, cada Grupo tem seu foco e sua autonomia,
e os objetivos deles têm por base cinco eixos do Plano Diretor da Universidade:
ensino, pesquisa, extensão, cultura e inovação.

Junho 2023

Durante a Semana Acadêmica de Design e a XVII Semana Acadêmica de Urbanismo, a equipe do Plano Diretor fez uma oficina de pinturas e desenhos para conhecer a percepção dos estudantes dos espaços da UTFPR. Saiba mais neste link.
Voltar ao Topo

Maio 2023 

No dia 22 de maio, a Comissão de Elaboração do Plano Diretor realizou uma oficina de sustentabilidade 
no Escritório Verde da sede Centro. Conduzida pelo Grupo de Trabalho (GT) Sustentabilidade, a 
atividade debateu os desafios relacionados aos resíduos sólidos e perigosos nas três sedes, e
buscou soluções sustentáveis para essas dúvidas. Saiba mais nesse link.

A Comissão do Plano Diretor foi a campo: ela ouviu as dúvidas da comunidade acadêmica e esclareceu dúvidas
a respeito da política de uso dos espaços físicos da UTFPR. Saiba mais neste link.
Voltar ao Topo

Fevereiro 2023 

Anúncio das Oficinas do Plano Diretor, realizadas entre 13 e 16 de fevereiro de 2023. Saiba mais

Um grupo de estudantes de Design e de Arquitetura e Urbanismo produziu as maquetes das três sedes da UTFPR-CT, expostas ao lado do bloco K, perto da entrada da Des. Westphalen. A criação das maquetes foi coordenada pelo arquiteto Cleverson Sgoda, integrante da Comissão do Plano Diretor. Saiba mais neste link.

Na abertura das Oficinas do Plano Diretor, o convite à participação da comunidade interna - servidores, alunos e trabalhadores terceirizados - foi reforçado. Além de explicar o Plano Diretor à comunidade, as oficinas também incluíram atividades práticas. Saiba mais neste link.

Além das ações no miniauditório, a comissão do Plano Diretor também apresentou suas propostas no Escritório Verde, referência em sustentabilidade e inovação. Focando nesse aspecto, a oficina do Plano Diretor levou o tema "Cultivando a sustentabilidade social, econômica e ambiental no Plano Diretor". Saiba mais neste link.

Na oficina "Mapeando imaginários da UTFPR e aprendendo sobre o nosso fazer", os participantes foram convidados a fotografar os espaços da sede Centro, para debater a cultura e os vínculos com a UTFPR por meio das fotos. 
Saiba como foi a atividade neste link.

A oficina "Planejando os espaços da UTFPR que queremos" foi a conclusão da Semana do Plano Diretor, em que os participantes refletiram sobre o uso, planejamento e organização das instalações do campus Curitiba. 
Saiba como foi essa atividade neste link.

Dezembro 2022

Um grupo de professores e servidores técnicos se organiza para elaborar o Plano Diretor do campus Curitiba, a fim de identificar e delimitar a organização das sedes Centro, Ecoville e Neoville. A proposta também inclui a participação da comunidade universitária por meio de oficinas, para ouvir dela quais as mudanças necessárias no campus. Saiba mais

O objetivo do Plano Diretor é ordenar e planejar os espaços de forma sustentável, levando em consideração as necessidades da comunidade universitária e os interesses coletivos, como preservação da natureza, memória e atendimento às legislações.  Saiba mais
Voltar ao Topo

Reportar erro