Engajamento

Publicado 9/20/2019, 1:30:16 PM, última modificação 10/31/2022, 8:27:40 PM
Estudante participa da Cúpula da Juventude para o Clima, na ONU

João Cerqueira no Câmpus Francisco Beltrão

Neste sábado, 21 de setembro, o aluno João Henrique Alves Cerqueira, de Engenharia Ambiental (Câmpus Francisco Beltrão), estará em Nova Iorque (EUA) para participar da Cúpula da Juventude para o Clima, promovida e sediada pela ONU.

O evento reunirá jovens ativistas comprometidos com o combate às mudanças climáticas. Durante a Cúpula, os participantes irão apresentar soluções e projetos para o clima para um público formado por lideranças políticas e tomadores de decisão sobre a temática 

João é um dos 100 jovens "campeões do clima" que irão receber o “Tíquete Verde”, concedido pela ONU para financiar a participação no evento. A conquista não foi fácil. João garantiu a sua participação após passar por um processo seletivo que contou com mais de 7 mil inscritos. No total, serão 600 jovens de todo o mundo que estarão presentes na Cúpula.  

Ter um histórico de envolvimento com a causa climática foi crucial para João durante o processo seletivo. “Todo o meu trabalho na agenda de clima foi avaliado, e a ideia deles foi encontrar pessoas que estão fazendo a diferença em suas comunidades e colocando a mão na massa, para além dos discursos”, conta.

E a relação de João com a pauta climática não vem de hoje. “Eu apresentei meu trabalho como voluntário na ONG Engajamundo, onde coordenei uma rede de jovens ativistas de todo o país em diferentes ações e campanhas. Contei sobre as três delegações oficiais para a Conferência das Partes (COPs) sobre clima da ONU que participei nos últimos anos no Marrocos, Alemanha e Polônia. Contei das conversas sobre clima no gabinete do deputado estadual Goura, e sobre meu projeto independente de viagens de bicicleta pelo país - documentando sobre as perspectivas de quem está na linha de frente dos impactos da crise climática”, continua. 

João estuda o 8° período do curso de Ambiental e usa os conhecimentos que aprendeu em sala de aula para as atividades relacionadas à agenda do clima. Para ele, o curso “estabelece caminhos para que a comunidade global se desenvolva emitindo menos gases de efeito estufa, e para que esteja preparada para lidar com um mundo mais quente e com maior frequência de eventos climáticos extremos”. 

Muito de seu tempo durante a graduação foi dedicado aos trabalhos e projetos de ativismo climático. Ele explica que sempre recebeu apoio da UTFPR, e pode contar com a compreensão de seus professores quando precisou se ausentar das aulas para participar de eventos como as COPs da ONU. “As viagens foram todas autofinanciadas, e recebi apoio desde professoras fazendo rifa para levantar recursos, até um auxílio-evento importantíssimo da UTFPR para financiar a viagem para a COP 24 na Polônia no ano passado”, completa. 

João sabe que sua participação no evento será um marco não apenas em sua trajetória como ativista, mas para o debate global sobre as questões climáticas. “É uma oportunidade incrível de conhecer jovens ativistas do mundo inteiro que estão protagonizando a transformação de suas cidades, países e regiões para construir um mundo mais justo e menos predatório. Estamos vivendo um momento de mobilizações em todos os continentes pedindo por uma transição do nosso capitalismo desenvolvimentista para outros modelos, e esse movimento tem como ponto importantíssimo essas conferências que vão acontecer em Nova Iorque. É um honra saber que estarei lá, levando todas as experiências que tive até agora junto comigo”, destaca. 

Sobre o evento 

A Cúpula da Juventude para o Clima acontece no 21 de setembro e é um dos eventos convocados pela ONU para debater ações quanto às mudanças climáticas. A Cúpula servirá como uma plataforma para jovens ativistas de todo o mundo exporem seus projetos de ação climática e reunirá diversos tomadores de decisão ligados a órgãos governamentais, sociedade civil e empresas privadas. 

O evento antecede a Cúpula de Ação Global, que será realizada dois dias depois, na segunda-feira, dia 23. Neste segundo evento, o secretário-geral da ONU convida os líderes mundiais a apresentarem planos de ação concretos para combater as alterações climáticas.