Parceria

Publicado 6/26/2020, 10:18:10 AM, última modificação 10/31/2022, 8:21:45 PM
Sudoeste contará com novo arranjo produtivo de pesquisa e inovação na área de alimentos

Equipamento está em laboratório da UTFPR em Francisco Beltrão que também será utilizado para desenvolver os trabalhos

A região sudoeste do Paraná será beneficiada com um Novo Arranjo de Pesquisa e Inovação (Napi) na área da ciência de alimentos. O trabalho tem como foco atender demandas das indústrias do segmento e, ao apresentar soluções para problemas apresentados, gerar produtos de inovação e a transferência de tecnologia entre as instituições.

O conceito do Napi foi apresentado pela Fundação Araucária e tem como parceiros os três câmpus da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR) da região (Francisco Beltrão, Dois Vizinhos e Pato Branco), e o Instituto Politécnico de Bragança – em Portugal.

O projeto prevê a criação do Laboratório Luso-Brasileiro da Ciência de Alimentos, onde serão desenvolvidas pesquisas conjuntas entre as instituições do Brasil e de Portugal. A atividade possui foco em inovação e transferência de tecnologia para as indústrias alimentícias da região na qual estão inseridas as instituições. De acordo com o diretor-geral da UTFPR de Francisco Beltrão, Alexandre Alfaro, “a ideia não é criar novos espaços físicos, mas criar redes de pesquisa envolvendo os pesquisadores e laboratórios existentes, desse modo, aproximando a academia da indústria e consequentemente, beneficiando os consumidores”, explica.

Trabalhos

O grupo que está à frente dos trabalhos teve as primeiras reuniões em encontros remotos e compartilhou durante um Workshop virtual os projetos de pesquisa desenvolvidos em cada região. O próximo passo é a criação de uma plataforma que propicie a sinergia de trabalho entre os pesquisadores do Brasil e de Portugal.