Home
/
Notícias
/
Francisco Beltrão
/
Protagonismo Estudantil

Protagonismo Estudantil

Publicado 4/2/2018, 9:23:46 AM, última modificação 4/4/2018, 4:10:09 PM
Seriados de TV inspiram projeto que incentiva alunos da universidade

A aluna da Engenharia Química que participa do projeto, Izabely Santos,  durante a atividade de impressão digital

Filmes e seriados que buscam desvendar crimes se tornaram populares. As técnicas utilizadas para desvendá-los, tanto nos seriados como no dia a dia da polícia e perícia, é conhecida como ciência forense.  Um projeto de protagonismo estudantil da UTFPR de Francisco Beltrão está ofertando oficinas que trabalham com estas técnicas para despertar nos alunos o gosto pelas ciências e contribuir para o desenvolvimento da postura investigativa, com recorte principal na Química Forense. As oficinas são ofertadas aos estudantes da universidade e no próximo semestre deverão ser estendidas ao ensino médio.

Alguns exemplos que relacionam as ciências básicas e a ciência forense são as funções orgânicas, forças intermoleculares e polaridade molecular que envolvem, por exemplo, a adulteração da gasolina pela adição de etanol. Ou, como nas cenas das séries, os testes para recolher e classificar as impressões digitais, que incluem conhecimentos da biologia e da química.

Outros módulos do curso levam os alunos a investigar balística, detecção e análise de mancha de sangue, extração de DNA, cromatografia e abuso de substâncias.

A aluna Juliana Oliveira Couto Silva, do 4º período do curso de Engenharia Química, é a protagonista neste projeto intitulado "Utilizando a relação teoria e prática das ciências forenses como apoio pedagógico ao ensino das ciências básicas: Curiosidade gera aprendizagem". Juliana, que ministra as oficinas, inscreveu seu projeto no Protagonismo Estudantil da universidade e foi selecionada. “Gosto muito de séries e quero atuar nesta área depois de formada, vi projetos semelhantes em outros lugares e resolvi implementar na UTF de Beltrão”, afirma. Ela se preparou para as atividades buscando livros, artigos científicos e participando de eventos na área da ciência e da química forense. “A partir disso e do contato com alguns peritos desenvolvi um material didático que serve de apoio para as aulas e também conto com a ajuda de colegas voluntárias”, conta Juliana.

As voluntárias do projeto são Roberta Castro e Julia Faust, do 8º período da Engenharia Química e Maria Carolina do 1º período.

Ensino Médio

O projeto de protagonismo prevê a extensão dos trabalhos ao Ensino Médio. A ideia é levar alguns módulos do curso a uma escola e expor os trabalhos desenvolvidos em outras. Para a orientadora do projeto, professora Thalita Grando Rauen, “pode ser um estímulo para melhorar o desempenho nos estudos dessas áreas, sempre consideradas difíceis mas que estão em nosso dia a dia e que executamos suas leis sem nem percebermos”.

 Protagonismo Estudantil na universidade

Ser protagonista é vivenciar a universidade de maneira diferenciada é ser ator e praticar a diferença.  Este tipo de protagonismo estudantil é apoiado por meio de editais na Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR), campus Francisco Beltrão. No último semestre três projetos foram contemplados e os universitários recebem bolsa de incentivo.

Foto: Divulgação do Projeto