Setembro Amarelo

Publicado 9/27/2018, 3:31:37 PM, última modificação 9/27/2018, 3:34:04 PM
Programação sensibiliza comunidade acadêmica para importância do tema

A peça de teatro ‘Não é só um dia Ruim’ fez com que o público presente nas atividades de Valorização da Vida e prevenção ao Suicídio, percebesse um pouco da angústia de uma pessoa com pensamentos suicidas. A peça, escrita pela aluna de Engenharia de Alimentos, Rafaela Holdefer, e interpretada pelo grupo da universidade 'Encenar para Integrar', fez parte da programação do Setembro Amarelo no câmpus Francisco Beltrão da UTFPR.

Alunos do Colégio Agrícola, servidores da universidade e estudantes da graduação foram recebidos no anfiteatro, na quarta-feira, dia 26, por uma cortina de corações representando o acolhimento. Após a apresentação do teatro houve a exibição do documentário Elena que trata da temática, contada por pessoas que a vivenciaram, a irmã e a mãe de uma suicida. Logo após, o debate foi conduzido pelo professor da UTFPR de Dois Vizinhos e membro do Centro de Valorização da Vida (CVV), Frederico Márcio Corrêa Vieira. A servidora Lizandra Felippi Czerniaski ainda declamou uma crônica escrita pela docente do câmpus Mayara Yamanoe intitulada “Sobre as cores dos nossos sentimentos”.

O mês de setembro é lembrado como o mês da prevenção ao suicídio. O teatro e o cinema foram escolhidos por tratarem de uma forma mais descontraída um assunto tão difícil e dolorido.

De acordo com a psicóloga do câmpus, Paula Bottega Cichoski, é importante abordar este assunto porque os índices de suicídio ou de pensamento suicida estão crescendo a cada dia.