Tecnologia

Publicado 11/24/2017, 10:47:45 AM, última modificação 11/24/2017, 10:48:15 AM
Professor usa site de compartilhamento de vídeo como diferencial

O ensino sempre pode ter um atrativo e um diferencial que auxilie e otimize o tempo dos alunos. A tecnologia disponibiliza ferramentas úteis que podem ser usadas como um atrativo. Foi pensando em facilitar a vida dos alunos que o professor da Engenharia Química, André Zuber, disponibilizou em um site de compartilhamento de vídeos material com a resolução de exercícios aos alunos da disciplina de Termodinâmica. Foi a partir desta experiência bem aceita que ele lançou o Canal Youthermo dedicado a Termodinâmica, com foco na Engenharia.

O canal, desenvolvido em parceria com o professor Marcelo Castier, da Texas A&M University no Qatar, que tem como público-alvo principal os alunos da graduação, também busca apresentar a engenharia a quem ainda não está cursando mas tem curiosidade, traz novidades e atualidades da área da termodinâmica e da Engenharia e no futuro pretende mostrar linhas de pesquisa desenvolvidas no Catar, Estados Unidos e França. “Não temos um canal grande de termodinâmica no Brasil, a maioria dos que tratam deste assunto são em inglês. O nosso grande diferencial são as entrevistas, sendo que todas possuem legenda inglês-português e a nossa intenção é traduzir também para o espanhol”, afirmou Zuber.

O canal será mais uma ferramenta para as aulas do professor. “Somos uma universidade tecnológica e precisamos trazer ferramentas diferentes de ensino. Além de ser útil e barata é muito fácil de usar. Se aluno esqueceu algum conteúdo do semestre anterior, por exemplo, ele pode relembrar em pouco tempo usando qualquer aparelho conectado à internet”, salientou.

Experiência anterior

O aluno Leonardo Titon, da Engenharia Química, participou das primeira experiências com vídeos na disciplina, ainda anteriormente ao Youthermo. "Acredito que é um método de ensino válido e que foi muito útil para o aprendizado, pois tratavam principalmente de conteúdos que apresentavam problemas com resolução de forma computacional, o que demandaria um tempo elevado para ser ministrado nos horários regulares das aulas. Portanto, com a disponibilização de tais vídeos, a turma tinha em mãos a versatilidade de aprender o conteúdo em questão a qualquer momento, e de forma detalhada, pois há a possibilidade de pausar o vídeo sempre que houver algo importante ou que seja de difícil entendimento no primeiro contato e também ir resolvendo o exercício por passos, além claro, de poder rever o vídeo quantas vezes achar necessário, tornando-se assim, uma ferramenta auxiliar de estudo, prática e conveniente", argumentou.

Notícia de: 17/03/17