Home
/
Notícias
/
Últimas notícias
/
Everton Lozano vence consulta informal para Reitoria da UTFPR

Everton Lozano vence consulta informal para Reitoria da UTFPR

Publicado 6/13/2024, 8:28:47 AM, última modificação 6/13/2024, 11:09:05 AM
Atual do diretor-geral do Campus Dois Vizinhos obteve 45,22%; próxima etapa da eleição será a formação da lista tríplice no Conselho Universitário

Everton Lozano, diretor-geral do Campus Dois Vizinhos e vencedor da Consulta Informal para a Reitoria da UTFPR (Foto: Decom)

Com 45,22% dos votos válidos, o candidato Everton Lozano foi o vencedor da Consulta Informal à Comunidade para a Reitoria da UTFPR e deverá ser o próximo gestor da Universidade no período 2024-2028. O processo eleitoral, realizado nesta quarta-feira (12), contou com a participação de 10.745 membros da comunidade, entre estudantes, servidores docentes e servidores técnico-administrativos.

Marcos Schiefler, atual reitor e candidato à reeleição, ficou em segundo lugar no pleito, com 29,60% dos votos. O terceiro lugar ficou com o candidato Heron Lima, que obteve 25,17% dos votos válidos.

Everton Lozano venceu nos três segmentos da comunidade acadêmica, com 47,33% de preferência entre os estudantes, 46,68% entre os servidores técnico-administrativos e 41,65% entre os servidores docentes.

Para o candidato eleito, o resultado da consulta reflete o anseio da comunidade acadêmica da UTFPR por renovação. "Reconhecemos a necessidade de uma nova visão de gestão, uma visão que valorize e agregue as pessoas, que resgate um clima organizacional mais harmonioso e que promova um ambiente de trabalho e estudo onde todos se sintam valorizados, respeitados e inspirados a alcançar seu pleno potencial. Estou confiante de que, juntos, iremos construir uma UTFPR ainda mais forte, inclusiva e inovadora", destaca Lozano.

A Consulta Informal foi conduzida pela Comissão Eleitoral Paritária (CEP), formada por representantes de cada categoria da comunidade da UTFPR (discentes, servidores docentes e servidores técnico-administrativos), indicados pelas respectivas entidades de classe – Sindicato dos Trabalhadores em Educação das Instituições Federais de Ensino Superior no Estado do Paraná (Sinditest); Seção Sindical dos Docentes da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (SindUTFPR); e Diretório Central dos Estudantes (DCE).

“Mesmo diante da greve [dos servidores docentes e servidores técnico-administrativos], as entidades trabalharam em conjunto, com o compromisso de garantir o processo transparente, democrático e íntegro. E, pela primeira vez, materializou as reivindicações de respeito a paridade de votos para a escolha de reitor, representando um salto qualitativo para a democracia interna desta universidade”, destaca Francieli Piva Borsato, da CEP.

A votação foi realizada por meio do sistema de votação eletrônica Helios Voting e ocorreu ao longo de todo o dia sem intercorrências. E, uma hora após o fechamento do sistema, o resultado oficial já era conhecido pela comunidade – o vídeo da transmissão da apuração está disponível no Canal da UTFPR (YouTube).

A partir do resultado da Consulta Informal, a próxima etapa, agora, é a formação da lista tríplice no Conselho Universitário da UTFPR (Couni), em reunião agendada para o dia 28 de junho. Após formada, essa lista será encaminhada ao presidente da República, autoridade que tem a prerrogativa de nomear os reitores das universidades federais brasileiras.

Sobre Everton Lozano

Servidor da UTFPR desde 2010, Everton Lozano possui graduação em Ciências Biológicas pela Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste), onde também realizou mestrado em Agronomia, e doutorado em Engenharia Agronômica, pela Universidade Estadual de Londrina (UEL). Durante os últimos 13 anos, exerce cargos de gestão universitária, desde assessor de pesquisa e pós-graduação até diretor-geral do Campus Dois Vizinhos, no Sudoeste do Paraná. Professor Associado III da UTFPR, atua nos cursos de Agronomia e Ciências Biológicas, e nos programas de Pós-Graduação em Agroecossistemas, Agronomia e Zootecnia da Universidade.

Reportar erro