Home
/
Notícias
/
Últimas notícias
/
Servidores
/
Publicados editais de afastamento para servidores cursarem mestrado, doutorado ou pós-doutorado

Publicados editais de afastamento para servidores cursarem mestrado, doutorado ou pós-doutorado

Publicado 4/17/2024, 5:07:55 PM, última modificação 4/18/2024, 1:23:49 PM
São ofertadas mais de 100 vagas, entre os diversos campi e modalidades de curso; prazo de inscrições vai até 26 de abril

Oportunidades são destinadas exclusivamente a servidores da UTFPR (Foto: Freepik)

Servidores docentes e técnico-administrativos da UTFPR têm até o dia 26 de abril para inscreverem nos editais que concedem afastamento integram para cursar mestrado, doutorado ou pós-doutorado. São ofertadas mais de 100 vagas, entre os diversos campi e as modalidades de curso.

O primeiro edital destina-se aos Servidores Técnico-Administrativos em Educação da universidade e oferece oportunidades para afastamento integral para programas de pós-graduação stricto sensu e estágio de pós-doutorado. Já o segundo edital é voltado para os servidores docentes efetivos permanentes e viabiliza oportunidades de afastamento integral para programas de pós-graduação stricto sensu.

O terceiro edital, por fim, tem por objetivo selecionar docentes efetivos permanentes da UTFPR interessados em afastamento integral para realizar pós-doutorado.

Para os três editais, os candidatos devem atender aos critérios estabelecidos na legislação federal. O período de inscrições de todas as oportunidades está aberto até o dia 26 de abril, com o envio dos processos via Sistema Eletrônico de Informações (SEI) da Universidade.

Licença Capacitação

Também está aberto o prazo para que servidores da UTFPR solicitem Licença para Capacitação, a ser usufruída no segundo semestre deste ano - de 1º de julho a 31 de dezembro.

A licença pode ser para realizar atividades como elaboração de monografias, participação em cursos, intercâmbios, ou estágios profissionais em órgãos da administração pública, por exemplo; podendo ser realizadas no Brasil ou em outros países. Cada licença pode ser dividida em até seis períodos, sendo o menor não inferior a 15 dias. Caso a parcela da licença ultrapasse 30 dias, ficam suspensos os pagamentos referentes ao exercício de funções ou cargos de confiança, bem as gratificações e adicionais vinculados à atividade ou ao local de trabalho.