Home
/
Serviços à comunidade
/
Dois Vizinhos
/
Programa de Doação de Corpos UTFPR-DV

Programa de Doação de Corpos UTFPR-DV

Publicado 6/23/2021, 5:46:09 PM, última modificação 6/23/2021, 5:56:02 PM

O Programa de Doação de Corpos do Campus Dois Vizinhos da UTFPR busca difundir informações sobre doação de corpos para ensino e pesquisa na área de Anatomia Humana. O programa desenvolve ações de informação e sensibilização da comunidade acadêmica e da população em geral sobre o tema e também oferece a oportunidade de doação voluntária de corpos para pessoas interessadas.

Importância do cadáver e da doação voluntária
A Anatomia Humana é a ciência que estuda a composição, a organização, a estrutura e o desenvolvimento do corpo humano. O conhecimento anatômico aprofundado é fundamental na formação de todos os profissionais nas áreas biomédicas. É através do estudo da Anatomia Humana que o futuro profissional adquire conhecimento detalhado sobre os diferentes órgãos e estruturas do corpo humano. Este conhecimento é indispensável para a compreensão do desenvolvimento do corpo, de seu funcionamento em estado saudável e também forma a base para a compreensão dos mecanismos de diversas doenças.

Por muito tempo no Brasil, a obtenção de corpos para o ensino e pesquisa em anatomia humana se deu apenas pela captação de corpos não reclamados. O número deste tipo de cadáver, nos dias atuais, não é suficiente para suprir a demanda de todas as instituições de ensino com disciplina de anatomia humana. Dada essa realidade, torna-se cada vez mais importante a doação voluntária de corpos para ensino e pesquisa em anatomia humana no Brasil. Sendo que a doação voluntária de corpos é uma prática comum em vários países e que comprovadamente melhora a qualidade de formação dos futuros profissionais.

O que é doar o corpo?
Doar o corpo significa que após o falecimento seu corpo será destinado para uma instituição de ensino que ficará legalmente responsável pela guarda do corpo. Na universidade o corpo será utilizado em aulas e em pesquisas e com certeza contribuirá para a melhoria na qualidade de formação de futuros profissionais.

Legislação
O direito à doação é previsto pelo artigo 14 Código Civil Brasileiro (Lei 10.406/2002), que diz: “É válida, com objetivo científico, ou altruístico, a disposição gratuita do próprio corpo, no todo ou em parte, para depois da morte.”

No estado do Paraná, em que a Lei 15.471/2007 instituiu o Conselho Estadual de Distribuição de Cadáveres (CEDC), a doação pode ser feita para o CEDC que então encaminha para uma instituição de ensino de acordo com uma lista de espera ou pode ser feita diretamente para uma instituição de ensino de escolha do doador.

Portanto, todo cidadão brasileiro tem o direito de doar seu corpo para a ciência. Os Programas de Doação de Corpos e o CEDC apenas formam um meio pelo qual esse direito pode ser exercido.

Como se tornar um doador?
Qualquer pessoa maior de 18 anos de idade pode doar seu corpo para a ciência. Entretanto, essa decisão deve ser comunicada para a família, pois após a morte cabe à família autorizar a entrega do corpo para a universidade.

É importante que quem queira se tornar doador entre em contato com o Programa de Doação de Corpos da universidade para qual quer doar seu corpo ou com o CEDC para preenchimento do formulário de registro do doador e da escritura de doação que ficará registrada em cartório.      

A família também pode doar o corpo, mesmo que a pessoa não tenha autorizado a doação enquanto estava viva. Neste caso, após a morte do familiar deve-se entrar em contato com um Programa de Doação de Corpos ou CEDC.

É importante lembrar que a as informações e identificação dos doadores, são de caráter privado, no qual serão armazenadas em um banco de dados da instituição, no qual somente os responsáveis do programa terão acesso.                                                                  

Existem gastos para o doador e sua família?
A doação não implica gastos para o doador e nem para família. A família realiza o velório normalmente, se assim o desejar, ficando responsável pelos custos do velório. Todos os custos de documentação, transporte e sepultamento do corpo após o uso são pagos pela universidade.

Receberei alguma recompensa por doar meu corpo?
Não há recompensa financeira, isso está estabelecido em lei. A sua retribuição será o reconhecimento e a satisfação de estar contribuindo para o ensino e a pesquisa. Com a doação você estará exercendo um direito seu e deixará um legado para as próximas gerações.

O que acontece depois da morte?
Na universidade, o corpo passará por processos de preparo e será conservado até sua utilização para ensino e pesquisa. O acesso ao corpo só é permitido aos professores, pessoal técnico do laboratório e alunos em atividade de ensino ou pesquisa.

O corpo fica sobre responsabilidade legal da universidade, no qual tomará todas as providências para o armazenamento adequado. Após a utilização a universidade providenciará o sepultamento do corpo em cemitério.

Mais informações e contato
Telefone: (46) 3536-8429
E-mail: doacaodecorpo-dv@utfpr.edu.br
Conselho Estadual de Distribuição de Cadáveres (CEDC)