Home
/
O Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Regional

O Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Regional

Publicado 2/2/2017, 9:53:31 AM, última modificação 3/8/2024, 3:09:00 PM

Objetivos

Geral

Construir um espaço para a práxis relativa à teorização e a práticas que ocorrem na interface entre sociedade e natureza, através da produção e difusão de conhecimento científico, na perspectiva interdisciplinar, contribuindo com a formação de profissionais capazes de atuar na pesquisa, no ensino e como agentes de desenvolvimento regional em bases sustentáveis, com habilidades para dialogar com os diferentes campos do conhecimento.

Específicos

Possibilitar a realização de pesquisas focadas na problemática do desenvolvimento regional em bases sustentáveis.
Oportunizar um espaço teórico/prático que permita analisar criticamente processos e tecnologias existentes utilizadas para a produção, transformação e circulação de produtos regionais, visando sua adequação à perspectiva da sustentabilidade.
Contribuir com a formação de agentes de desenvolvimento, planejadores e executores de projetos e programas socioambientais.
Contribuir com a formação de educadores visando ampliar competências no sentido da atuação interdisciplinar.

Área de Concentração

Desenvolvimento Regional Sustentável

O tema do Desenvolvimento Regional Sustentável é amplo e complexo. Por essa razão, tratar da problemática do desenvolvimento em bases sustentáveis pressupõe considerar as relações entre sociedade e natureza. Por conseguinte, requer-se o estabelecimento do diálogo e da cooperação entre as diferentes disciplinas ou áreas do conhecimento, mais especificamente, entre as ciências da natureza e da sociedade. Tal colaboração científica deve orientar-se pelo estudo dos objetos e das dinâmicas na interface Sociedade e Natureza. Nesse sentido, é necessário reconhecer que o debate sobre as temáticas do meio ambiente e do desenvolvimento, inerentes à vida em sociedade, é complexo e contém ambivalências. O conceito de meio ambiente deve considerar a natureza na relação com os seres humanos, e o de desenvolvimento evidenciar o movimento no sentido inverso, ou seja, a questão ambiental como parte do processo de desenvolvimento da sociedade contemporânea.

Além de evidenciar as relações entre a natureza e a sociedade, o conceito de meio ambiente traz uma noção multicêntrica, vários olhares dos especialistas, várias escalas de espaço e tempo e diversidade de níveis de organização, o que indica a necessidade da interdisciplinaridade. O conceito de desenvolvimento sustentável foi sendo construído através das consecutivas Conferências do PNUMA (Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente) e procurou dar evidência a crise de um modelo hegemônico de desenvolvimento ocidental. Nessa perspectiva, o desenvolvimento endógeno proposto pela perspectiva da sustentabilidade coloca no centro do debate os recursos naturais, as potencialidades e as forças sociais regionais, o que também requer uma abordagem interdisciplinar.

Assim, o Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Regional da UTFPR compreende o desenvolvimento regional para além de uma perspectiva meramente pragmática, focada exclusivamente no desenvolvimento econômico e determinada por limites administrativos e legais. O desenvolvimento de uma determinada região resulta de um processo de construção social, marcado por limites e potencialidades próprios. Isso significa considerar que a constituição de uma região leva em conta a história que identifica um determinado agrupamento humano, bem como características geoambientais, econômicas e sociais comuns.

Portanto, o PPGDR parte do pressuposto de que o desenvolvimento configura-se como um processo através do qual as sociedades conseguem um maior controle sobre o meio, sobre seu destino político, além de capacitar seus indivíduos para obter maior controle sobre si mesmo. Ou seja, trata-se de um processo deliberado de transformação da realidade natural e social. Nesse sentido, o programa concentra-se na temática do desenvolvimento regional sustentável, priorizando estudos interdisciplinares que considerem as suas diversas dimensões.

Linhas de Pesquisa

Regionalidade e Desenvolvimento

A Linha de Pesquisa Regionalidade e Desenvolvimento investiga as dinâmicas socioeconômicas e ambientais do desenvolvimento regional, com estudos orientados no desafio da inovação, sustentabilidade e interdisciplinaridade, com ênfase nos atores, instituições, organizações e políticas públicas.

Educação e Desenvolvimento

A Linha de Pesquisa Educação e Desenvolvimento objetiva contribuir para a formação de agentes de desenvolvimento, planejadores e executores de projetos e programas socioambientais, bem como para a formação de educadores, visando ampliar competências no sentido da atuação interdisciplinar através do ensino e da pesquisa sobre distintos aspectos da educação formal e não formal em suas relações com contextos interculturais e com o desenvolvimento regional em bases sustentáveis.

Histórico

O Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Regional da Universidade Tecnológica Federal do Paraná- UTFPR Câmpus Pato Branco, oferta o curso de Mestrado em Desenvolvimento Regional, iniciou suas atividades de ensino e pesquisa em março de 2010.

A elaboração do projeto do programa resultou de um processo de interação entre a UTFPR e a comunidade regional e vem se fortalecendo desde o início da década de 1990 por intermédio da atuação do Grupo de Pesquisa Centro de Pesquisa e Apoio ao Desenvolvimento Regional (CEPAD) e do Grupo de Pesquisa Aplicada em Tecnologia de Biomassa e Meio Ambiente (BIOMA), os quais dão sustentação ao PPGDR. Em função das repercussões dessa interação com a comunidade regional e da característica interdisciplinar do programa, a procura nos processos seletivos para a constituição das turmas sempre superou as expectativas do programa. Assim, foram 247 inscrições para 17 vagas na turma 2010; 185 inscrições para 22 vagas na turma de 2011; 169 inscrições para 24 vagas na turma de 2012, sendo três preenchidas com estrangeiros; 183 inscrições para 21 vagas na turma de 2013; 165 inscrições para 21 vagas na turma de 2014; e 143 candidatos para 21 vagas na turma de 2015 selecionados em 2014.

Durante o primeiro triênio, 2010-2012, o PPGDR teve duas linhas de pesquisa na Área de Concentração Desenvolvimento Regional Sustentável, a saber: (1) Ambiente e Sustentabilidade, (2) Regionalidade e Desenvolvimento. No quadriênio 2013–2016, foi criada a terceira linha de pesquisa: (3) Educação e Desenvolvimento. A partir de 2017 o PPGDR passa a ter duas linhas de pesquisa: (1) Educação e Desenvolvimento, e (2) Regionalidade e Desenvolvimento.

A Linha de Pesquisa Educação e Desenvolvimento objetiva contribuir para a formação de agentes de desenvolvimento, planejadores e executores de projetos e programas socioambientais, bem como para a formação de educadores, visando ampliar competências no sentido da atuação interdisciplinar através do ensino e da pesquisa sobre distintos aspectos da educação formal e não formal em suas relações com contextos interculturais e com o desenvolvimento regional em bases sustentáveis.

A Linha de Pesquisa "Regionalidade e Desenvolvimento" investiga as dinâmicas socioeconômicas e ambientais do desenvolvimento regional, com estudos orientados no desafio da inovação, sustentabilidade e interdisciplinaridade, com ênfase nos atores, instituições, organizações e políticas públicas.

Portanto, atualmente o PPGDR oferta 24 vagas anuais. Essas vagas são divididas igualmente entre as duas linhas de pesquisa.

Ações