Apresentação

Apresentação

Publicado 12/6/2017, 3:06:50 PM, última modificação 10/17/2018, 3:36:29 PM
A Engenharia de Bioprocessos é a ciência que objetiva transformar a Biotecnologia em um Processo Industrial. Esta é a ciência que governará a economia mundial em um futuro breve, promovendo o desenvolvimento sustentável (substituição do carbono fóssil em fontes de energia e na indústria química), segurança e eficiência alimentar e a saúde humana.

Sobre o Curso

O curso visa à formação de profissionais com competência para atuar no desenvolvimento e otimização de sistemas usados em diversas áreas da biotecnologia aplicadas nos setores ambiental, têxtil, energético, alimentício, agropecuário, veterinário, médico-farmacêutico e químico. Os engenheiros de bioprocessos e biotecnologia são responsáveis pela solução de problemas e pelo projeto, monitoramento e desenvolvimento de bioprocessos, de modo que podem assumir funções de gerência e supervisão de equipes nesses empreendimentos. Além disso, são aptos a trabalhar com pesquisa científica e desenvolvimento tecnológico que envolvem desde a coleta, análise e apresentação de dados até a concepção de novos produtos, principalmente aqueles que envolvem a utilização de células vivas ou seus componentes.

Assim como em outros campos considerados no âmbito mais amplo da biotecnologia, a engenharia de bioprocessos baseia-se em múltiplas áreas de conhecimento, mas especialmente em biologia molecular, engenharia química e em técnicas de manufatura.

Com os avanços da biotecnologia e a necessidade contínua de produtos farmacêuticos e de fontes sustentáveis de combustíveis, a formação de engenheiros nesta área de suma importância para atender as novas demandas da sociedade.

O curso tem duração de 5 anos (10 semestres letivos) com carga horária total de 3.775 horas, sendo ofertado no período matutino/vespertino. 

Atuação

O profissional formado em Engenharia de Bioprocessos e Biotecnologia pode atuar no mercado de trabalho nas seguintes áreas:

  1. Indústrias baseadas em processos fermentativos;
  2. Empresas de biotecnologia nos setores de nutrição animal e vegetal, medicamentos, ambiental e de bioenergia;
  3. Serviço público, em órgãos de ensino, pesquisa e fiscalização;
  4. Empresas de consultoria e projetos na área de bioprocessos e biotecnologia.

Entretanto, a formação obtida permite ainda que o egresso seja capaz de empreender em diversas áreas.

Conheça a cidade de Toledo

Ficha resumida do curso

Turno: Integral
Duração: 5 anos
Carga Horária Total do Curso: 3.675 horas
Estágio Curricular: 360 horas
Vagas por semestre: 44
Titulação: Engenheiro(a) de Bioprocessos e Biotecnologia
Início das Atividades: 1º semestre/2015

Autorização e Reconhecimento

- Autorização: Resolução nº 32/2014 – COGEP, de 15/05/2014

- Reconhecimento: Conceito 5